Psicopedagogia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 17 (4166 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Psicopedagogia
Segundo Andrade (2004), a psicopedagogia surge na década de 20, período em que foi fundado o primeiro Centro de Psicopedagogia no mundo. Detinha uma linha de pensamento psicanalítico baseado em Lacan, de acordo com a autora, motivou o que posteriormente seria designado de Psicopedagogia Clínica.
Em outra perspectiva, a Psicopedagogia surgiria a partir do anode 1946, acompanhado do aparecimento dos primeiros Centros Psicopegagógicos na Europa e em Paris, criados por Juliet te Favez-Boutonier e George Mauco, Bossa (1994) e Masini et al. (1993). Para Masini et al. (1993), Mauco teria explicado que o termo “psicopedagógico” foi empregado nestes centros em substituição à expressão “médico- pedagógico”, já que os pais aceitavam sem maiores questionamentosencaminhar suas crianças para consultas psicopedagógicas, do que médicas.
Neste período, a Psicopedagogia tinha entre os seus objetivos essenciais, auxiliar as crianças e os adolescentes que exibiam dificuldades de comportamento (na escola ou na família), evidentemente que seguindo padrões comportamentais considerados normais ou não para a época. A psicopedagogia possuía ocomprometimento de reeduca-las (BOSSA, 1994). O método da reeducação incidia em identificar e tratar dificuldades de aprendizagem, ação medicamentosa, categorização de desvios e de preparação de planos de trabalho. O embasamento da psicopedagogia neste período origina-se essencialmente da Psicologia, da Psicanálise e da Pedagogia e o tipo de abordagem dominante era o médico-pedagógico.As equipes dos centros Psicopedagógicos constituíam-se por profissionais de várias áreas (psicólogos, psicanalistas, pedagogos, reeducadores de psicomotricidade, de escrita etc.), o profissional da medicina era responsável por diagnosticar o individuo (MASINI et. al, 1993). Desenvolvia-se uma investigação: da vida familiar, das relações conjugais, das condições de vida, dos métodos educativos,dos resultados dos testes de QI aplicados no individuo, só após uma bateria de procedimentos orientava-se sobre o tipo de tratamento cabível, procurando a correção das dificuldades de comportamento do individuo.
Em 1948, para além da consideração dos casos de problema de comportamento, o estudioso Maurice Debesse inseriu, ainda, como preocupação psicopedagógica, a ocorrência decrianças e adolescentes que, embora fossem considerados inteligentes, apresentavam problemas de aprendizagem. Nesses casos, o tipo de atuação privilegiada também era de cunho médico-pedagógico e o objetivo da ação era diferenciar esses individuos daqueles que possuíam deficiências físicas, mentais e ou sensoriais, bem como lhes possibilitar ações reeducadoras que contribuíssem para odesaparecimento de seus sintomas.
Esse tipo de atuação recebeu o nome de “Psicopedagogia Curativa” ou “Pedagogia Curativa” e designava, além de uma ação de reeducação especializada, exercícios de readaptação, Drouet (1995). Embora, desde a década de 60, vários pesquisadores não concordassem com essa conceituação diagnóstica, tal enfoque perdurou na história da Psicopedagogia por muito tempo,vindo a influenciar os cursos de formação que se seguiram na área, bem como o desenvolvimento do campo psicopedagógico na Argentina. Nesse país, a criação dos primeiros cursos em Psicopedagogia se deu por volta da década de 70, com a instalação dos Centros de Saúde Mental. Eles se localizavam em Buenos Aires e possuíam equipes de psicopedagogos que atuavam no diagnóstico e no tratamento doscasos.

A Psicopedagogia no Brasil

Foi a Argentina a maior influenciadora da Psicopedagogia brasileira, notadamente a partir dos anos 60, momento em que vários países latinos contavam com governos ditatoriais e vivenciavam a lógica do medo e do silêncio em seus territórios. Por essa razão, a Psicopedagogia chegou até nós de forma clandestina, por intermédio de...
tracking img