Processos de aplicar pessoas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2573 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
PROCESSOS DE APLICAR PESSOAS NA CLÍNICA NUTRICARE

AMPARO, Amilton; CARNEIRO, Joseane;
SANTANA, Viviane; VIANA, Raniele.

RESUMO
Com base nos autores Chiavenato (1999) e Marras (2000), o artigo apresenta um breve referencial teórico sobre Gestão de Pessoas e seus processos, com foco no processo de Aplicar Pessoas. A partir do conhecimento teórico, partiu-se para uma pesquisa de campo,adotando como cenário a Clínica Nutricare, microempresa do ramo de prestação de serviços na área de saúde, localizada em Salvador/BA. A pesquisa foi realizada a partir de questionário aplicado ao proprietário e administrador da empresa, pois pelo fato de ser um microempresa, exerce diversas tarefas, entre elas a de gerenciar pessoas. Ao conhecer os processos de aplicar pessoas na empresa específica, oartigo é concluído com sugestões de melhorias nesses processos.

Palavras chave: Gestão; Pessoas; Aplicar

1 INTRODUÇÃO
A gestão das empresas sempre foi considerada questão de grande relevância no sentido de obter o máximo de eficiência dentro da organização, em razão das pressões que surgem em um ambiente cada vez mais competitivo. A área vem ganhando espaço à medida que compromete de formadireta a capacidade de sobrevivência da empresa. Por isso, a capacidade de implementar e manter um modelo de gestão de pessoas, no qual esteja alinhado às estratégias empresariais com o comprometimento e capacitação das pessoas envolvidas, sinaliza a importância de um modelo integrado que possa compatibilizar tais estratégias com as competências individuais dos empregados, tendo como plano defundo as competências essenciais da organização.

2 GESTÃO DE PESSOAS
As organizações dependem de mecanismos de gestão institucionalizados para direcionar as relações que nelas se verificam, devido a essa afirmativa definem estratégias que quando implementadas se transformam em ferramentas de Gestão. Chanlat (1996) conceitua gestão como o conjunto de práticas administrativas colocadas em execuçãopela direção de uma organização para atingir os objetivos fixados, e compreende o estabelecimento de condições para a organização do trabalho, entre as quais as políticas estratégicas e as de gestão de pessoas.
Atualmente, a gestão de pessoas tem sofrido muitas mudanças, passando de um simples departamento de pessoal para um agente de transformações nas organizações, pois essa atividade de gerirpessoas deve ser executada por todos os gestores da organização, tendo como base o setor de recursos humanos, que trabalha desenvolvendo as necessidades do profissional fazendo com que ele execute as suas funções, trazendo satisfação profissional e pessoal. Uma empresa é um conjunto de pessoas que formam o capital intelectual e os líderes devem valorizar este fator, pois são os funcionários queestão diretamente ligados com os clientes, eles geram, fortalecem, produzem, vendem, servem ao cliente, tomam decisões, lideram, motivam, comunicam, supervisionam, gerenciam e dirigem os negócios das empresas e são responsáveis pela qualidade e produtividade da organização.
Segundo Chiavenato (1999), a gestão de pessoas é uma área muito sensível à mentalidade que predomina nas organizações. Ouseja, depende de vários aspectos desde a cultura abordada pela empresa, comportamento dos funcionários e o contexto que ela está inserida. Já Marras (2000), entende como administração de recursos humanos a otimização dos resultados finais da empresa e da qualidade dos talentos que a compõe.
Para Vergara (2003, p.09),

Gestão de pessoas é um tema da maior importância. Primeiro, porque é no interiordas empresas que passamos a maior parte de nossas vidas. Segundo, porque as empresas podem ser tudo, mas nada serão senão houver pessoas a definir-lhes a visão e o propósito, a escolher estruturas e estratégias, a realizar esforços de marketing, a administrar recursos financeiros, a estabelecer metas de produção, a definir preços e tantas outras decisões e ações.

Por isso, Dutra (2001)...
tracking img