Problema de aprendizagem

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1406 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de julho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Problema de Aprendizagem: Possíveis Intervenções Psicopedagógicas

Breve histórico da Psicopedagogia
De acordo com Bossa (2000, p.37) a Psicopedagogia surgiu na europa, mais precisamente na frança, em meados do século XIX, onde a Medicina, Psicologia e a Psicanálise, começaram a se preocupar com uma alternativa de intervenção nos problemas de aprendizagem e suas possíveis correções.
Acorrente européia influenciou a iniciação psicopedagógica na Argentina, e a mesma influenciou a identidade da Psicopedagogia brasileira.
Em nosso país a Psicopedagogia surge aproximadamente nos anos 70, a partir da necessidade de atendimento a crianças com distúrbios na aprendizagem, consideradas inaptas dentro do sistema educacional convencional, porém, os cursos na área só começam a se multiplicaremna década de 90.
E hoje, percebemos que a demanda pelos cursos aumentou muito, pois a Psicopedagogia contribui para uma maior reflexão sobre o processo de aprendizagem e o desvio do mesmo.
Aprendizagem: O que é e como se processa na visão psicopedagógica
Para enveredarmos sobre o problema de aprendizagem, necessitamos primeiramente compreender o que é aprendizagem e como ela se processa no olharpsicopedagógico.
Há na literatura vários modos de conceituar aprendizagem, muitos autores preocupam em definir o tema na visão psicopedagógica.
Alicia Fernández (2001) relata que todo sujeito tem sua modalidade de aprendizagem e os seus meios para construir o próprio conhecimento, e isso significa uma maneira muito pessoal para se dirigir e construir o saber.
Já Piaget (1976) busca subsídiosna linha cognitivista para desenvolver uma caracterização do processo de aprendizagem. Ele afirma que a aprendizagem é um processo necessariamente equilibrante, pois faz com que o sistema cognitivo busque novas formas de interpretar e compreender a realidade enquanto o aluno aprende.
A aprendizagem é um fruto da história de cada sujeito e das relações que ele consegue estabelecer com oconhecimento ao longo da vida, afirma bossa (2000).
Porém, quando falamos em aprendizagem, não podemos relacionar o problema simplesmente com o aluno, pois, a aprendizagem não é um processo individual, ou seja, não depende só do esforço de quem aprende, mas sim de um processo coletivo.
É o que ainda nos mostra Fernández (2001) a importância da família, que por sua vez, também é responsável pelaaprendizagem da criança, já que os pais são os primeiros ensinantes e os mesmos determinam algumas modalidades de aprendizagem dos filhos.
Esta consideração também nos remete a relação professor-aluno, para essa mesma autora, “quando aprendemos, aprendemos com alguém, aprendemos daquele a quem outorgamos confiança e direito de ensinar.”.
Almeida (1993), também considera que a aprendizagem ocorre no vínculocom outra pessoa, a que ensina, “aprender, pois, é aprender com alguém”. É no campo das relações que se estabelecem entre professor e o aluno que se criam às condições para o aprendizado, seja quais forem os objetos de conhecimentos trabalhados.
Após verificar as considerações de alguns autores sobre o processo de aprendizagem, na visão psicopedagógica, pretendo agora abordar o problema deaprendizagem, analisando as contribuições da psicopedagogia no desvio do processo de aprendizagem, ou seja, na dificuldade de aprendizagem.
A intervenção psicopedagógica no problema de aprendizagem
As causas do não aprender podem ser diversas. Em vista dessa complexidade, é necessário reconhecer que não é tarefa fácil para os educadores compreenderem essa pluricausalidade. Portanto, torna-se comumconstatar que as escolas rotulam e condenam esse grupo de alunos à repetência ou multirrepentência, como também os colocam na berlinda, com adjetivos de alunos “sem solução” e vítimas de uma desigualdade social.
Neste contexto, analisarei as possíveis intervenções psicopedagógicas na dificuldade de aprendizagem.
Para Weiss (2000), a prática psicopedagógica deve considerar o sujeito como um ser...
tracking img