Poder disciplinar (foucalt)

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1288 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO




Esse trabalho foi elaborado com objetivo de abordar o tema: Poder disciplinar, através do estudo e entendimento deste, faremos uma análise de determinada reportagem relacionando-a ao tema, desta forma exemplificaremos como nos dias atuais o poder disciplinar tem sido exercido, qual a eficácia e implicações de sua utilização.PODER DISCIPLINAR

Nos séculos XII e XIII as relações de poder, passam por grandes transformações, a mais importante delas consiste na constatação de Foucault de que o poder da soberania é substituído gradativamente pelo poder disciplinar e consequentemente as monarquias soberanas se convertem em sociedades disciplinares. Essatransformação histórica dá-se pelo surgimento e multiplicação das oficinas, escolas, fábricas e prisões, as quais são verdadeiras instituições de disciplina.

Ao contrário do poder soberano o poder disciplinar não se apropria e expia os bens e riqueza dos súditos, “o poder disciplinar é um poder que tem como função adestrar; adestrar para retirar e se apropriar ainda mais e melhor” (Foucault2001b: 172), isso porque faz aumentar a utilidade dos indivíduos, crescer suas habilidades e aptidões e, consequentemente seus rendimentos e lucros.

No poder disciplinar, não há um centro único de poder, como no caso do poder soberano em que o poder é concentrado na pessoa do soberano, a quem todos devem conhecer e reconhecer, pois é sua autoridade que centraliza os efeitos do poder, no caso dopoder disciplinar essa relação se inverte, o poder disciplinar deve manter-se na invisibilidade daqueles que a ele se sujeitam, desta forma sua eficácia será constante e permanente. O regime de poder disciplinar produz saberes que estrategicamente vai servir de mecanismo para moldar o comportamento de indivíduos.

Para Foucault (2005), a punição e a vigilância são mecanismos de poderutilizados para docilizar e adestrar as pessoas para que estas se adequem às normas estabelecidas nas instituições. A vigilância é uma tecnologia de poder que incide sobre os corpos dos indivíduos, controlando seus gestos, atividades, aprendizagem, seu cotidiano em geral.

   A partir da segunda metade do Século XVIII, surgiu o poder disciplinar, o qual controlou a sociedade burguesa nascente ejuntamente com esse poder surgiram às disciplinas que garantiram uma sociedade harmoniosa. Desse modo, a disciplina passou a controlar os indivíduos estabelecendo relações de poder reguladas pelas normas. Juntamente com a disciplina surge a punição que terá a função de corrigir os indivíduos para estabelecer relações de poder, como forma de controle para atender os interesses da burguesia que necessitade corpos úteis, produtivos e disciplinados (FOUCAULT, 2005).

O poder disciplinar surgiu primeiramente nas escolas, hospitais e quartéis, posteriormente foi disseminada outras instituições. Uma das principais características desse poder é a atenção das disciplinas sobre a distribuição dos indivíduos no espaço, como por exemplo, a clausura e as filas, técnicas que permitem observar e vigiaro indivíduo no espaço físico onde se encontra. Na sociedade disciplinar os indivíduos sentem-se controlados pela força do olhar, é o chamado panoptismo, onde o observador pode constantemente vigiar os indivíduos. O poder disciplinar panóptico, por meio da visibilidade, da regulamentação do tempo e na localização dos corpos no espaço, possibilitou o controle sobre os indivíduos vigiados, de forma atorná-los dóceis e úteis à sociedade.

Figura 1. (Modelo Panóptico)

[pic]

ANÁLISE DA REPORTAGEM

Câmera na sala de aula; isso é bom?
Iniciativa de escola paulistana causa polêmica e abre debate sobre as necessidades e as consequências da vigilância eletrônica.
[pic][pic]
O ambiente está sendo filmado. As imagens são confidenciais e protegidas nos termos da lei. Foi com...
tracking img