Plaquetopenia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2072 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 31 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1. INTRODUÇÃO


Os cuidados com a saúde da mulher estão entre as ações essenciais do Ministério da Saúde. Os programas desenvolvidos buscam oferecer um atendimento em saúde mais humanizado e de melhor qualidade para elas.
A manutenção da boa saúde da mulher exige uma série de cuidados e atitudes preventivas. Cada mulher tem uma história e uma bagagem hereditária que devem seranalisadas cuidadosamente com a supervisão de um profissional, para garantir uma vida saudável e sem surpresa.
O programa Saúde da Mulher, criado pelo SUS visa a integralidade e a promoção da saúde como princípios norteadores e busca consolidar os avanços no campo dos direitos sexuais e direitos reprodutivos, com ênfase na melhoria da atenção obstétrica, no planejamento familiar, na atenção aoabortamento e no combate à violência doméstica e sexual.
Também agrega a prevenção e o tratamento das DST e a atenção às mulheres vivendo com HIV/AIDS e às portadoras de doenças crônico-degenerativas e câncer ginecológico.
Além disso, amplia as ações para grupos historicamente alojados das políticas públicas nas suas especificidades e necessidades, como as trabalhadoras rurais, asmulheres negras, mulheres na menopausa e na terceira idade, com transtornos mentais, com deficiência, as lésbicas, as indígenas e as presidiárias.
A Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Mulher deve atender à população feminina brasileira acima de 10 anos de idade.







2. OBJETIVOS
 
2.1 Objetivo Geral.
Tem como objetivo geral conhecer profundamentea rotina de puérperas e desenvolver um plano de cuidado através das visitas domiciliares.
 
2.2 Objetivo Específico.
Tivemos como objetivo específico traçar um plano de cuidados a puérpera onde foram elaborados cuidados relacionados ao seu estado puerperal e ao recém nascido















































3.JUSTIFICATIVA


Atentar as reais necessidades da população de puérperas, através da utilização dos conhecimentos técnicos científicos existentes e dos meios e recursos mais adequados disponíveis.
Para tanto é imprescindível que a Equipe de Saúde, em particular os profissionais diretamente envolvidos, contribua para a valorização da maternidade e desta maneira alcançar um vinculo puérperaUBS/USF – Maternidade mais saudável, propiciando a diminuição dos índices de morbi-mortalidade materno-fetal vigentes.


















































4.8 Estudo do Medicamento
A puérpera refere estar fazendo uso de Colagenase tópico. A Colagenase está indicada para limpeza de lesões, independentemente de sua origem elocalização: em ulcerações e necroses (úlcera varicosa, úlcera por decúbito, gangrenas das extremidades, especialmente gangrena diabética, congelamentos); em lesões de difícil cura (lesões pós-operatórias, por irradiaçãoe por acidentes); antes de transplantes cutâneos. Quando aplicado intravaginalmente elimina o tecido necrosado em casos de cervicites, vaginites e pós-operatórios sobre o colouterino e mucosa vaginal. É contra- indicada para: Hipersensibilidade aos componentes da fórmula. As precauções são: Com a finalidade de evitar a possibilidade de reinfecção recomenda-se observar higiene pessoal rigorosa durante a utilização da Colagenase + Cloranfenicol. Antes da aplicação, deve-se fazer a limpeza do local com solução fisiológica estéril, removendo-se todo o material necrosado eexsudatos, que impedem a cicatrização. A ação da enzima depende da limpeza do local da aplicação. O uso prolongado de antibióticos pode, em alguns casos, resultar no desenvolvimento de microorganismos não susceptíveis, inclusive fungos. caso isto ocorra, descontinuar o tratamento e tomar as medidas adequadas.
Gravidez e Amamentação: Não há relatos de problemas em humanos. As reações adversas são...
tracking img