Personalidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 23 (5540 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ATIVIDADE ESTRUTURADA









Trabalho apresentado como pré-requisito de avaliação para disciplina Psicologia Aplicada ao Direito, ministrada pela professora Sandra Brandão, noite, 1º semestre, Campus FAP, sala D503, aluno(a)s:
- Antonio Carlos Campos de Avelar Mat: 2012.01.644372
- Débora Mariane deAssis Fernandes Mat: 2012.01.169267

















Belém, Pará
17 de abril de 2012
ATIVIDADE ESTRUTURADA II

RESUMO DO TEXTO PERSONALIDADE

1 - Perspectivas Históricas Sobre a Personalidade

Sigmund Freud representa para a história da Psicologia, o que Elvis Presley representa para a história do Rock, até hoje sua influência perdura nas interpretações literárias, nosfilmes, na psiquiatria e na psicologia popular.
Muito antes de ingressar na Universidade de Viena, em 1873, o jovem Freud na mostrava sinais de independência e brilhantismo, depois de formado, montou uma clinica particular, especializando-se em transtornos nervosos.
A busca pela causa de tais transtornos, fustigava a mente Freud, seus pontos de vista evoluíram a medida que trata seus pacientes,ele também se auto-analisava, sua observações preencheram 24 volumes, publicado entre 1888-1939, após a publicação de seus primeiro livro. A Interpretação dos sonhos (1900), suas idéia passaram a atrair tanto seguidores, quanto críticos.

2 - Explorando o conceito de inconsciente.
Ao questionar se alguns transtornos neurológicos poderiam ter causas psicológicas, levou Freud a descoberta doinconsciente, ele concluiu que a perda de sensibilidade na mão de pessoa, poderia pode ser causada, por exemplo, pelo medo de tocar nos órgãos genitais.
Buscando abrir as portas para o inconsciente, Freud pensou inicialmente no método da hipnose, mas sentiu dificuldades em aplicar em seus pacientes, então dedicou-se à associação livre – na qual ele solicita ao paciente para relaxar e dizer o que lheviesse a mente, acreditava que esse método, lhe permitia seguir uma espécie de fileira de volta, produzindo uma linha de pensamento que o levasse ao inconsciente do paciente, recuperando e libertando lembranças inconscientes dolorosas, quase sempre vividas na infância, Freud denomino essa teoria e as técnicas e ala associadas de Psicanálise.
A concepção psicanalítica elaborada por Freud, fazia umaanalogia entre a mente e um iceberg, cuja maior parte fica escondida.
Onde a concepção consciente seria a parte do iceberg que flutua acima da superfície. Abaixo da superfície ficaria a região do inconsciente, bem maior, contendo, pensamentos, desejos, sentimentos e lembranças daquilo que não estamos cientes, temporariamente seriam armazenados alguns desses pensamentos em uma áreapré-consciente, na qual se pode recuperar para a área consciente.

3 - Estrutura da Personalidade.
Para Freud a personalidade humana – incluindo suas emoções e seus esforços – origina-se de um conflito entre nossos impulsos biológicos agressivos em busca do prazer e as restrições sociais, que foram interiorizadas contra eles.
Freud sustentava que a personalidade era o resultado de nossos esforços no sentidode resolver esse conflito básico, para satisfazer esses impulsos de modo a produzir satisfação sem trazer também culpa e punição.
Na teoria de Freud os conflitos estão centrados em três sistemas interagentes; Id, ego e superego, esses conceitos psicológicos abstratos eram instrumentos úteis para a compreensão da dinâmica da mente.
O Id é um reservatório de energia psíquica inconsciente em lutaconstante para satisfazer os impulsos básicos para sobreviver, reproduzir e atacar, ele opera no princípio do prazer se não for recalcado pela realidade, ele busca gratificação imediata.
O Ego opera no princípio da realidade, busca satisfazer os impulsos do Id de maneira realista que trarão prazer a longo prazo, em vez de dor e destruição.
O superego, luta pela perfeição, julgando as ações e...
tracking img