Mercado de capitais

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 16 (3893 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Liquidação financeira.

1- ANÁLISE PRELIMINAR




O motivo pelo qual nossa empresa abriu seu capital:

• A necessidade de investimento para o contínuo crescimento;

• Após uma analise da situação do mercado têxtil, constatando possibilidade de obter uma maior fatia do mercado visto que este está em expansão.

A empresa optou para a abertura do capital observando que omercado é favorável apesar da desaceleração da economia, assim sendo, após análise de viabilização e riscos visando ter maior transparência para os nossos investidores e futuros acionistas.

2- ESCOLHA DE AUDITORIA INDEPENDENTE

Por se tratar de uma exigência legal para a obtenção e manutenção da condição de companhia aberta, e para a conceituação da empresa frente à comunidade financeira,Obtivemos por meio de auditoria com a Audi Company Auditorias Empresariais.

3- ESCOLHA DE UM INTERMEDIÁRIO FINANCEIRO

A legislação exige que a abertura de capital seja feita através de um intermediário financeiro, verificando a disponibilidade de instituições idôneas e compatíveis com o nosso tipo de empresa, optamos pelo Banco do Brasil.



 é aquela que, através de registro apropriadojunto à CVM, está autorizada a ter seus valores mobiliários negociados junto ao público, tanto em bolsas de valores, quanto no mercado de balcão, organizado ou não. 
Para que uma empresa possa se candidatar ao processo de abertura de capital deve estar constituída na forma jurídica de uma sociedade anônima, de acordo com o que preceitua a Lei nº 6.404, de 15/12/1976.
Desv

Os custos associadosao processo de abertura de capital, à remuneração do capital dos novos acionistas (política de dividendos) e à administração de um sistema de informações específico para o controle da propriedade da empresa, tendem a se diluir em função das vantagens agregadas.
Dentre esses custos, destacam-se:
• manutenção de um Departamento de Acionistas;
• manutenção de um Departamento de Relaçõescom Investidores, que poderá incorporar o Departamento de Acionistas. Este setor incumbir-se-á de centralizar todas as informações internas a serem fornecidas ao mercado, integrando e sistematizando esse conjunto de informações;
• contratação de empresa especializada em emissão de ações escriturais, custódia de debêntures, serviços de planejamento e de corretagem, e underwriting;
• taxasda CVM e das Bolsas de Valores;
• contratação de serviços de auditores independentes mais abrangentes que aqueles exigidos para as demais companhias; e
COMO ABRIR O CAPITAL ?
A abertura do capital de uma empresa transcende à simples obtenção de recursos.
Uma empresa aberta amplia de forma dramática seu círculo econômico e social de relacionamento, o qual, nas empresas fechadas, geralmentese restringe a empregados, fornecedores, bancos e clientes. A abrangência desse relacionamento implica uma exposição pública de suas decisões de negócios e de planejamento muito maior.
O processo de abertura de capital de uma empresa requer o pedido de registro da empresa como companhia aberta, para que seus títulos possam ser negociados em bolsa ou mercado de balcão. Concomitantemente com opedido de abertura de capital é possível ser solicitado o registro e a autorização para a distribuição de novos valores mobiliários através de subscrição pública (underwriting), sendo o processo de análise, o registro e o deferimento efetuados segundo os ditames das Instruções CVM Nos 13/80 e 202/93.
Este processo exige o cumprimento de uma série de etapas, semelhantes para os diversos valoresmobiliários, a saber:
• Análise preliminar;
• Contratação de Auditoria Externa Independente;
• Contratação de Intermediário Financeiro;
o Adaptação dos Estatutos;
o Contrato de Coordenação e Distribuição;
o AGE deliberativa da operação = Autorização da Assembléia Geral;
o Nomeação de um Diretor de Relações com Investidores;
o Criação de...
tracking img