John maynard keynes

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1017 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
1- VIDA E DADOS HISTORICO DE KEYNES

John Maynard Keynes, nascido em Cambridge, Inglaterra em 5 de junho de 1883 foi um economista britânico que importantemente influenciou a macroeconomia moderna, em teoria e prática.
Defendia que o estado deveria ser intervencionista, que usaria medidas fiscais e monetárias para controlar os efeitos adversos dos ciclos econômicos – recessão, depressão ebooms.
Com suas ideias surgiu a escola de pensamentos conhecida como economia keynesiana.
Keynes revolucionou o pensamento econômico se opondo a economia neoclássica, onde a mesma procurava defender que os mercados livres ofereciam automaticamente empregos ao trabalhadores que não tinham exigência salarial. As ideias econômicas de Keynes começaram a ser adotadas pelas principais potenciaseconômicas do ocidente após o começo da segunda guerra mundial.
Nas décadas de 1950 e 1960 foi quando a economia keynesiana fez mais sucesso e quase todos os governos capitalistas adotaram suas recomendações.
A influencia da economia keynesiana começou perder espaço na década de 1970, com o surgimento de algumas crises econômicas e as criticas de economistas pessimistas em relação à capacidade doEstado regular o ciclo econômico com politicas fiscais. Entretanto com o surgimento da crise econômica global do final da década de 2000 causou o ressurgimento do pensamento keynesiano. Um presidente importante que usou como base as teorias dos pensamentos keynesianos, foi o presidente americano Barack Obama , que aliviou efeitos da recessão.

2- GRANDE OBRA LITERÁRIA

A Teoria Geral doEmprego, do Juro e da Moeda é uma das mais importantes obras de literatura econômica, onde Keynes lançou as bases conceituais da macroeconomia. Neste livro Keynes desafia conceitos tradicionais da Economia clássica, como o da visão à longo prazo dos ciclos econômicos e defendendo o intervencionismo do Estado na economia e no valor das políticas monetárias e fiscais.
O argumento central de A TeoriaGeral é que o nível de emprego é determinado não pelos preços do trabalho como na economia neoclássica, mas pelos gastos em dinheiro (demanda agregada). Ele argumenta que é errado assumir que mercados competitivos irão, no longo prazo, levar ao pleno emprego ou que o pleno emprego é o estado de equilíbrio natural de uma economia monetária. Pelo contrário, sub-emprego e sub-investimento sãoprovavelmente um estado natural a menos que medidas ativas sejam tomadas. Uma implicação de A Grande Teoria é que a falta de competição não é o problema fundamental e que medidas para reduzir o desemprego pelo corte de salários não são apenas insensíveis mas também ineficazes.

3- ESCOLA KEYNESIANA
A escola Keynesiana ou Keynesianismo é a teoria econômica consolidada por keynes em seu livro Teoriageral do emprego, do juro e da moeda e que consiste numa organização político-econômica, oposta às concepções neoliberalistas, fundamentada na afirmação do Estado como agente indispensável de controle da economia, com objetivo de conduzir a um sistema de pleno emprego. Tais teorias tiveram uma enorme influência na renovação das teorias clássicas e na reformulação da política de livre mercado.
Aescola keynesiana se fundamenta no princípio que o ciclo econômico não é auto-regulado como pensam os neoclássicos, uma vez que é determinado pelo "espírito animal" dos empresários. É por esse motivo, e pela incapacidade do sistema capitalista conseguir empregar todos os que querem trabalhar, que Keynes defende a intervenção do Estado na economia.
A teoria atribuiu ao Estado o direito e o dever deconceder benefícios sociais que garantam à população um padrão mínimo de vida como a criação do salário mínimo, do seguro-desemprego, da redução da jornada de trabalho (que então superava 12 horas diárias) e a assistência médica gratuita. O Keynesianismo ficou conhecido também como "Estado de bem-estar social", ou "Estado Escandinavo".

3.1- A Teoria Keynesiana
As políticas econômicas...
tracking img