Internet corporativa

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 40 (9860 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1

PRODUÇÃO INTELECTUAL
PROJETO DE PESQUISA
.ESAMC.Sorocaba.

PROJETO 032/2007
Dezembro/07

“A INTERNET COMO FERRAMENTA DE RELAÇÕES
PÚBLICAS E COMUNICAÇÃO CORPORATIVA”

Autor: Prof. Ms Maurício Luis Marra

2

APRESENTAÇÃO
Se logo após o surgimento da Internet havia a crença de uma revolução
radical, aos poucos fomos percebendo que nos encontrávamos diante de uma
evolução,certamente enorme, rápida e contínua, e não de uma ruptura brusca com
as práticas cotidianas de comunicação então adotadas.
Este trabalho surgiu dessa constatação e do desejo de melhor compreender
o papel e o impacto da comunicação em rede para as organizações. Além disso,
fomos estimulados também por uma pesquisa, de autoria de Jakob Nielsen e Kara
Pernice Coyne (Nielsen Norman Group), publicadaem 2001, no site do Sindicato
dos Profissionais de Relações Públicas - Sinprorp, que dava notas baixas em
Relações Públicas aos sites corporativos.
Mas para isso, era necessário antes atentar para três pontos:
1) A Internet - sob o foco de suas características;
2) As Relações Públicas - sob o foco operacional;
3) O uso da Internet na Comunicação Corporativa - sob o foco da prática

atual.Buscando nossos objetivos, no ano de 2002, quando a Internet comercial
tinha pouco mais de 7 anos no Brasil, fizemos um levantamento, com o apoio dos
alunos do curso de Relações Públicas da Faculdade Cásper Líbero, para saber
quais os temas oferecidos pelos sites das 500 maiores empresas brasileiras da
época. Passados mais cinco anos, agora com o apoio dos alunos alocados na
ESAMC Jr deSorocaba, refizemos o levantamento e atualizamos os dados dessa
pesquisa, de modo a permitir uma análise comparativa e evolutiva do uso dessa
ferramenta nas Relações Públicas e na Comunicação Corporativa.

3

INTRODUÇÃO
Fruto da Guerra Fria, o embrião da Internet rapidamente saiu do mundo
acadêmico para o comercial (por volta de 1995), atingindo assim à sociedade e
gerando uma série dequestões.
Como todo novo ciclo é responsável e conseqüência de uma série de
fatores, colaboraram para o crescimento da Internet a ampliação e melhoria das
redes de telefonia, a redução dos custos das chamadas e aumento da velocidade
na troca de dados. Foi também fundamental o crescimento da capacidade de
processamento e redução dos custos dos computadores, que em pouco tempo se
tornaram um“utensílio doméstico”, principalmente nos países desenvolvidos.
Em paralelo à Internet, e em parte através dela, na mesma época o mundo
entrou em um momento de aceleração do processo de globalização da economia, o
que exigia não só a agilidade dos meios de troca de informações, serviços e bens,
mas também a construção de novos relacionamentos, capazes de marcar presença
junto às mais diversasaudiências, nos mais diversos locais, em tempo contínuo.
Nesse cenário competitivo e ágil, onde a construção, divulgação e
manutenção de uma identidade corporativa diferenciada se tornam fundamentais
para a sobrevivência das organizações, as Relações Públicas são então chamadas
a um novo posicionamento, ainda mais agressivo e proativo, baseado na criação,
estreitamento e sustentação derelacionamentos, tanto através dos meios e
ferramentas tradicionais quanto das novas tecnologias.
Neste sentido, Margarida Kunsch diz que 1 :
As

organizações

modernas

assumem

novas

posturas na sociedade de hoje. A velocidade das
mudanças que ocorrem em todos os campos
impele a um novo comportamento institucional das
organizações perante a opinião pública. Elas
passam a se preocupar maiscom as relações
sociais, com os acontecimentos políticos e com os
fatos econômicos mundiais. E, nesse contexto, a
1

Relações Públicas e Modernidade: Novos Paradigmas na Comunicação Organizacional. P. 141.

4

atuação das Relações Públicas será fundamental,
pois caberá a essa atividade a função de uma
auditoria social. Isto é, terá de saber avaliar as
reações

da

opinião...
tracking img