Fichamento - perda da centralidade do rio de janeiro

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1338 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UniMSB
Centro Universitário Moacyr Sreder Bastos

Fichamento
Disciplina: Geo-história do Rio de janeiro Professora: Araci Machado Curso: Geografia Turma: 46061 Aluno: Wellington do Carmo Matricula: 20810784

NOVEMBRO/2010

FICHAMENTO

Após as décadas douradas, o Rio perdeu progressivamente o prestigio em processo cujo inicio foi à transferência da capitalidade para Brasília, em 1960,marco de uma evolução político-institucional sob certos ainda inconclusa [...] Em 1960 o ex-Distrito Federal ganhou o status de estado da Federação. A cidade/estado da Guanabara subsistiu até 1975,administrada por três governos [...]Somente nos anos 80 a cidade e o estado do Rio de Janeiro recuperaram a capacidade de escolher seus dirigentes por voto direto. p. 345. Nos 80 houve tanto tentativa dereeditar o discurso nacional-desenvolvimentista, com a proposta de instalação de complexos industriais no Rio [...] Repetiu-se à exaustão a idéia de que o desenvolvimento industrial estaria cada vez mais dependente da estimulação tecnológica e cientifica. Aqui residiria o núcleo estratégico de recuperação da importância para o Rio de Janeiro. P. 351. A cidade não controla as variáveismacroeconômicas que incidem sobre seu desempenho no presente, em termos de renda e empregos: decisões de investimento dependem, entre outras variáveis, dos custos sistêmicos de lugar, em comparação com outras localizações possíveis [...] Estas variáveis que incidem sobre o futuro do lugar , estão em parte sob a alçada dos poderes políticos locais, desde que tenham folga e autonomia financeira[...] Éinexpressiva a participação fluminense nas indústrias de bens duráveis metal-mecânicos e eletroeletrônicos, núcleo dinâmico por excelência nos sistemas industriais da Segunda Revolução Industrial. Esta lacuna estrutural da indústria fluminense tem-se acentuado nos últimos anos [...] Em outros seguimentos de atividade houve a desmontagem das bases existentes no Rio. O setor financeiro contraiu-se desde 1970,tendo hoje reduzida a menos da metade participação no PIB regional. Dos 50 maiores bancos brasileiros nove tinham sede no Rio em 1970; em 1991, só tinham cinco. P. 351 e 352. No Rio, o declínio do crescimento demográfico tem sido acompanhado por uma ampliação sistemática da esperança de vida media ao nascer, e pelo agravamento das condições habituais: a taxa de “favelização” foi, na ultimadécada, de 2,6% ao ano. O município do Rio de Janeiro tende a ter uma população predominantemente adulta e idosa

[...] A população economicamente ativa é da ordem de 2,4 milhões; têm empregos formais 1,1 milhão de pessoas; os informais são 600 mil; e por conta própria, 500 mil. A maioria da população esta empregada em serviços e comercio(1,52 milhão). Em 1999, na indústria estavam 323 mil pessoas. ORio de Janeiro é uma base industrial reduzida e uma população, em termos brasileiros, com elevados níveis de qualificação. P. 353. A sustentação do emprego e da renda no Rio continua dependendo do aparelho publico federal. No Rio está o maior contingente de empregados do serviço publico, em termos absolutos e relativos [...] A criação da Guanabara reforçou a autonomia fiscal do administrador dacidade. As bases tributárias do estado e do município foram unificadas a seu nível de decisão. Desde primeiro momento, foi explicado como estratégia para o novo estado intensificar a industrialização, objetivo recorrente das três administrações do estado da Guanabara [...] Na negociação da transferência da capital prevaleceu um padrão alegre e pouco cuidadoso. Observada retrospectivamente, ganhavisibilidade a falta de uma cultura tipicamente provinciana, como responsável pela desatenção [...] O Rio de Janeiro não tinha uma oligarquia local estruturada em torno de interesses regionais. A cidade estava acostumada a ser administrada por elites recrutadas em todo país [...] O Rio viu seus interesses locais serem atendidos sempre subordinados e em nome da função política maior da nação. Não...
tracking img