Fast food

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 16 (3818 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Faculdade SENAC Pernambuco
CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GASTRONOMIA












Ada Araújo Chivers
Carlos Eduardo de Sá Pedroza
Gabriela Galvão Pacheco Lavareda
Jane Cleide Quirino Lima
Nathalia Barbosa dos Santos










ANÁLISE DA INFLUÊNCIA DO FAST-FOOD ENTRE ALUNOS DO CURSO SUPERIOR DE GASTRONOMIA DA FACULDADESENAC PE





































Recife
2009
Ada Araújo Chivers
Carlos Eduardo de Sá Pedroza
Gabriela Galvão Pacheco Lavareda
Jane Cleide Quirino Lima
Nathália Barbosa dos Santos






















ANÁLISE DA INFLUÊNCIA DO FAST-FOOD ENTRE ALUNOS DO CURSOSUPERIOR DE GASTRONOMIA DA FACULDADE SENAC



















Trabalho de Curso apresentado como pré-requisito para aprovação nas disciplinas Metodologia de Projetos e Nutrição do Curso de Tecnologia em Gastronomia da Faculdade SENAC.




Orientadores: Marcos Alexandre de Melo Barros e Sandra MarinhoRecife
2009

1 INTRODUÇÃO


1.1 JUSTIFICATIVA


1.2 PROBLEMA DE PESQUISA


1.3 OBJETIVOS:


1.3.1 Objetivo geral
1.3.2 Objetivos específicos


2 FAST FOOD E FORMAÇÃO UNIVERSITÁRIA


2.1 Fast Food
2.1 1 conceito


2.1.2 Histórico
2.1.2.1 Mundo
2.1.2.2 Brasil


2.2 HábitosAlimentares dos Brasileiros


2.3 O Curso de gastronomia da Faculdade Senac



3 METODOLOGIA

3.1 Procedimentos Metodológicos
3.1.1 Amostra (quando couber)
3.1.2 Instrumento de Coleta de Dados
3.1.3 Classificação dos Dados


4 ANÁLISE DE DADOS

5 CONSIDERAÇÕES FINAIS

REFERÊNCIAS

APÊNDICES











INTRODUÇÃOPara Uol Howstuffwork (2009), fast food (da lingua inglesa, quer dizer comida rápida), é o nome genérico dado as refeições que são preparadas e servidas em um intervalo pequeno de tempo, de forma padronizada, produzidas em série, nos moldes de uma linha de montagem de automóveis. Sua característica principal é a produção em massa. Comparando com refeições similares preparadas em casa tem asseguintes diferenças: mais rica em gordura e mais pobre em fibras, mais rica em calorias e açúcar, mais rica em sal.

Os restaurantes que padronizaram o sistema de “fast-food” reduziram consideravelmente os procedimentos, economizaram no atendimento ao tirar de cena os garçons e estabelecerem que os pedidos devem ser feitos diretamente no caixa, diminuíram o tempo de produção econseqüentemente de espera em relação ao pedido ao adotarem a sistemática de produzir tudo previamente ou de deixar o trabalho totalmente segmentado para que o prato requisitado possa ser feito em questão de minutos e, constituíram uma dinâmica de trabalho tão direcionada a rapidez que dificilmente alguma pessoa se senta num estabelecimento dessa natureza e fica mais tempo do que aquele necessário para oconsumo de seus pedidos (PLANETA EDUCAÇÃO, 2009).

Utilizando os mesmos procedimentos e matérias-primas, também são caracterizados como padronizados. Abriu-se mão da sofisticação, dos sabores diferenciados, da experimentação em função da praticidade, da velocidade e, por que não dizer, da produtividade e da redução de custos, não apenas dentro das próprias lojas, mas também em favor dassociedades e comunidades onde as mesmas estão estabelecidas (PLANETA EDUCAÇÃO, 2009).
Apesar de ser muito apreciada, a comida do tipo fast-food está na mira dos médicos e nutricionistas. Isso por que os padrões nutricionais desses alimentos não são indicados para o consumo constante. São alimentos ricos em gorduras hidrogenadas, açúcar, sódio, e calorias. Fibras e vitaminas não fazem parte do...
tracking img