Psicologia institucional

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1754 palavras )
  • Download(s) : 1
  • Publicado : 1 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE ESTADUAL VALE DO ACARAÚ
CURSO DE GRADUAÇÃO EM PEDAGOGIA LICENCIATURA PLENA



ANDRIELE SOUZA DE ANDRADE
EMÍLIA GREYSA
GIZÉLIA SOUZA DO NASCIMENTO
LEIDIANA DO NASCIMENTO
NIEDJA VANESSA BARROS DA SILVA
ROSICLEIDE KATIRINE DA SILVA














PSICOLOGIA INSTITUCIONAL






















SÃO JOSÉ DE MIPIBU/RN
2011
ANDRIELI SOUZA DEANDRADE
EMÍLIA GREYSA
GIZÉLIASOUZA DO NASCIMENTO
LEIDIANA NASCIMENTO
NIEDJA VANESSA BARROS DA SILVA
ROSICLEIDE KATIRINE DA SILVA














PSICOLOGIA INSTITUCIONAL



Trabalho apresentado à disciplina Psicologia Institucional, da Universidade Estadual Vale do Acaraú, para obtenção de nota.




















SÃO JOSÉ DE MIPIBU/RN
2011Dedicamos este trabalho a Deus por nos proporcionar saúde e sabedoria.

AGRADECIMENTOS



A Deus, pelo dom da vida, pela coragem e perseverança que nos faz ir adiante;
Aos familiares, pela dedicação e apoio, incentivando-nos a lutar pelos nossos ideais;
A todos que, direta ou indiretamente, contribuírampara a nossa formação.

















































































“Todo e qualquer grupo exerce uma função histórica de manter ou transformar as relações sociais desenvolvidas em decorrência das relações de produção e, sob este aspecto, o grupo, tanto na sua forma de organizaçãocomo nas suas ações, reproduz ideologia, que, sem um enfoque histórico, não é captada.”


Lane

Uma tendência natural do ser humano é a de procurar uma identificação em alguém ou em alguma coisa. Quando uma pessoa se identifica com outra pessoa e passa a estabelecer um vínculo social com ela, ocorre uma associação humana. Por sua vez, com o estabelecimento de muitas associações humanas, o serhumano passa a estabelecer verdadeiros grupos sociais. Sendo assim, podemos definir que grupo social é uma forma básica de associação humana que se considera como um todo, com tradições morais e materiais.
O estudo dos grupos sociais surge como condição necessária para se conhecer as determinações sociais que agem sobre o indivíduo, bem como a sua ação como sujeito histórico, partindo dopressuposto que toda ação transformadora da sociedade só pode ocorrer quando indivíduos se agrupam.
Para que um grupo social possa ser definido como tal, é preciso que algumas características sejam levadas em consideração. O grupo possui uma pluralidade de indivíduos, mas que se diferencia de um mero aglomerado de pessoas. Existe também uma interação social entre os membros do referido grupo, bem como aorganização. Outra característica comum aos grupos sociais é a objetividade e exterioridade, ou seja, quando uma pessoa entra no grupo, ele já existe, e quando sai, ele permanece existindo. É importante que o grupo possua objetivo e que seus membros desenvolvam a consciência grupal ou sentimento de “nós”. Por fim, o grupo necessita ter continuidade para que se configure como tal.
De acordo com avisão tradicional, a função do grupo é definir papéis e, conseqüentemente, a identidade social dos indivíduos, bem como garantir a sua produtividade social. O grupo coeso, estruturado, é o grupo ideal, acabado, como se os indivíduos estacionassem e os processos de interação pudessem se tornar circulares. No entanto, é importante destacar que todo e qualquer grupo exerce uma função histórica demanter ou transformar as relações sociais desenvolvidas em decorrência das relações de produção, e, sob este aspecto, o grupo, tanto na sua forma de organização como nas suas ações, reproduz ideologia, que sem um enfoque histórico não é captada.
Existe uma diferenciação dos grupos em função de estágios alcançados por eles, considerando que os grupos estão em constante transformação na medida em que...
tracking img