Estudo de caso: o ambiente organizacional da petrobras

ESTUDO DE CASO:
O AMBIENTE ORGANIZACIONAL DA PETROBRAS

1. De acordo com o caso quais são os stakeholders internos e externos da Petrobras?

Resposta: Os stakeholders internos da Petrobras são: o Estado brasileiro e os demais acionistas, que podemos relatar que maioria de seus funcionários tem ações da empresa e entre seus principais acionistas podemos destacar o grupo de investimentoBackRock
Os stakeholders externos são: consumidores de petróleo, gás, e a mídia devido aos bilhões gastos em propaganda e investimento na cultura nacional.

2. O fato de o governo brasileiro ser o principal acionista da empresa afeta sua posição de stakeholder?

Resposta: Por ser o maior detentor das ações da Petrobrás o Governo indica o presidente e principais diretores sendo que há uma grandereestruturação da direção de quatro em quatro anos o que prejudica o planejamento de longo prazo visto que durante a efetivação de um projeto há várias trocas e novas influencias no mesmo.

3. Por que podemos dizer que, até 1995, os concorrentes não eram um stakeholder da organização? Como isso afetou o crescimento organizacional?

Resposta: Até 1995, a Petrobras detinha o monopólio deprospecção, exploração e refino do petróleo no Brasil. Deste modo, a empresa não possuía concorrentes internos no país, o que a permitiu um crescimento contínuo em suas atividades e ganhos, apesar de não estimular sua produtividade e eficiência. Por outro lado, no mercado externo, desde 1972 a Petrobras negocia e firma contratos no exterior, desde modo os concorrentes são stakeholders da empresa.

4. Comoa influencia organizacional afeta a politica de preços da empresa?

Resposta: Segundo o texto até hoje a empresa permanece sendo estatal, ou seja, o governo mantém uma participação alta nas decisões da empresa.

A influência do governo afeta a política de preços da Petrobrás pelos altos impostos no Brasil e a empresa por ser do ramo estratégico seus preços cobrados aos consumidores afetam aeconomia brasileira por causa da sua presença em quase todos os setores produtivos

E por ser estatal, o presidente da República nomeia os principais diretores e presidentes da empresa, necessitando que a cada quatro anos haja uma reestruturação do topo da companhia.


5. Por que, desde 2001, o número de acionistas estrangeiros da empresa cresceu muito? O que esse fato representa para aempresa? Por que ele pode prejudicar a opinião pública sobre a empresa?

Resposta:Ao longo do tempo com a diminuição do nacionalismo exacerbado, permitido então que os estrangeiros tivessem participação no capital da empresa, entretanto, foi apenas em 1999 que puderam comprar ações com direito a voto, é no exterior que se encontram os principais acionistas privados da Petrobras, sendo em 2001 asações ordinárias passaram a ser negociadas na Bolsa de Nova York, demonstrando a confiança no mercado financeiro. O fato de a empresa obter acionistas internacionais trouxe com sigo além da visibilidade da empresa em outros países, trouxe também ao Brasil o capital externo, investimentos, e o aumento na exportação. Porém o fato da empresa sofrer forte influência governamental por obter participaçãomajoritária na companhia, para muitos a dificuldade de desvincular a empresa do governo impede maiores crescimentos da produtividade e de rendimento da companhia.

6. Por que a estabilidade geopolítica é importante para a empresa como a Petrobras?

Resposta: é importante a estabilidade geopolítica de onde a empresa pretende abrir seu negócio, depende de parcerias com o governo para realizar aextração e o refino do petróleo, é através do governo que ela recebe apoio para lidar com novos parceiros, clientes e outros. Além disso, é de extrema importância que o local onde a Petrobras investirá, possa haver controle das reservas petrolíferas, para que em momentos instáveis no país, não prejudique seu desenvolvimento em âmbito mundial, para que não ocorra como na Bolívia.

7. Como a...
tracking img