Disturbios dos anexos cutaneos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2614 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO E EXTENSÃO
CURSO: CST – ESTÉTICA E COSMÉTICA

DISCIPLINA: FUNDAMENTOS DA DERMATOLOGIA
TEMA: DISTÚRBIOS DOS ANEXOS CUTÂNEOS

1. DISTÚRBIOS CAPILARES:
* Crescimento normal dos pêlos e cabelos:
- Os folículos pilosos têm fases de crescimento, involução e descanso e durante cada fase, o folículo é capaz de influenciar o funcionamento das glândulas sebáceas, já queencontra-se em associação com estas.
- A queda diária de fios é em torno de 100 fios, podendo sofrer influência por diversos fatores. No Brasil, observa-se uma maior tendência à queda entre os meses de fevereiro e junho.
- Fases:
a) Fase anágena: é a fase de crescimento da matriz do pêlo (dura de 6 a 26 semanas) ou cabelo (dura de 2 a 6 anos); as células da base do folículo (tricócitos) estão emintensa multiplicação.
b) Fase catágena: no fim da fase anágena, o folículo sofre alterações morfológicas, mostrando afinamento e clareamento da base, havendo interrupção da produção de melanina e regressão desse folículo (dura cerca de 3 semanas); as células da base do folículo param de sofrer mitose.
c) Fase telógena: é a fase de queda (dura cerca de 3 a 4 meses).
- Ao fim da fasetelógena, um novo pêlo ou cabelo torna a crescer e o corte não afeta esta atividade cíclica de crescimento.
- A atividade cíclica é diferenciada para cada folículo.

1.1 Dermatite seborréica
* Conceito: doença inflamatória, pápulo-descamativa, eritematosa, que afeta as áreas ricas em glândulas sebáceas, principalmente do couro cabeludo (podendo afetar também a face e o tronco). Apresenta-se como umprocesso crônico, com períodos de exacerbação e remissão.
* Etiologia e fisiopatologia: pode estar relacionada a um fungo denominado de Malassezia (levedura) que faz parte da flora residente (glândula sebácea). Por algum mecanismo ainda desconhecido, tais fungos desencadeariam uma reação inflamatória local pela sua interação com os produtos constituintes do sebo, podendo haver ou não aumento daprodução pelas glândulas sebáceas. Pode acometer a base do folículo piloso, deixando do enfraquecido ocasionando queda ou impedindo o crescimento do pêlo. Fatores emocionais, climáticos, dietéticos, neurológicos, genéticos e infecciosos podem também ser fatores desencadeantes desta reação inflamatória.
* Sinais e sintomas: formam-se lesões em placa pápulo-escamosas, eritematosas, esbranquiçadas ouamareladas, com margens bem definidas e distribuição simétrica, recobertas por uma camada gordurosa.
- A forma mais branda (pityriasis ricca) manifesta-se pela caspa, que é uma descamação fina, esbranquiçada e difusa do couro cabeludo, podendo ter ou não inflamação associada; pode haver leve prurido.
- A forma mais grave (pityriasis capitis) constitui-se de lesões em forma de placasarredondadas, com escamas amareladas, oleosas e aderentes sobre uma base eritematosa, atingindo grandes áreas (comum na base dos cabelos e região retroauricular); pode haver a presença de fístulas dolorosas e prurido intenso
* Aspectos importantes para o profissional de estética:
- Orientar sobre a utilização de produtos adstringentes, antifúngicos e ceratolíticos e evitar manipular as lesões,sob o risco de causar infecções.
- Orientar quanto à higienização correta do couro cabeludo: evitar dormir de cabelo úmido; lavar diariamente dos cabelos e secá-los; uso de shampoos adequados (shampoo simples para higienização, shampoo terapêutico, deixando agir de 5 a 10 min apenas no couro cabeludo; condicionador apenas nas pontas).
- Tratamento do fio e do couro cabeludo: combater oexcesso de oleosidade com produtos como: argila, óleos essenciais e algas pardas. Protocolo: esfoliação com argila → lavatório para retirada com shampoo específico → secador frio para retirar o excesso de oleosidade → loção anti-seborréica
- Cosméticos: ácido salicílico, cetoconazol, enxofre, resorcina, sulfato de zinco, uréia a 40%, óleo de amêndoas, lactato de amônio, cetoconazol, sulfeto de...
tracking img