Direito civil

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1014 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
RESUMO DO FILME: “UMA PROVA DE AMOR”

Introdução
Esse filme traz em seu contexto uma dramaturgia que foi baseado num romance, conta a história de um casal novo com dois filhos que aparentemente são perfeitos. Kate a filha mais velha, foi diagnosticada ainda pequena com um câncer raro, sua mãe Sara, era advogada parou de trabalhar para viver em função de sua filha doente, aindatinha uma irmã que trabalhava meio período para ajudar a cuidar da sobrinha, como agravante ainda tinha um irmão do meio que com o tempo começou a apresentar dislexia. A doença de Kate era uma doença rara e nem os pais nem o irmão apresentaram compatibilidade para transplante de medula e de sangue. Ana foi concebida com ajuda da medicina para que pudesse ser doadora compatível de sua irmã, desdeseu nascimento seus pais usaram seu corpo como fonte de vida para sua irmã. Ana era uma garota que já nasceu com a missão de salvar a vida de sua irmã mais velha Kate que esta com leucemia.
Kate apresentou uma complicação Renal e precisará de um transplante de rin, e Ana sabia que se fizesse esse transplante sua vida ficaria limitada, mas ao mesmo tempo se não o fizer sua irmãmorreria, sabia também que sua irmã teria poucas chances de sobreviver, mesmo que o transplante desse certo.
O que envolve o filme é a questão de Ana com o passar do tempo não aceitar mais a situação ao qual ela estava vivendo, e ao completar 13 anos de idade procura um advogado de renome e o contrata para que defenda sua causa, causa esta de processar seus próprios pais para aobtenção de uma petição de emancipação médica, como forma preventiva de tomar sua próprias decisões medicas relacionadas ao seu corpo, decisão de não mais ser usada como fonte de escape para a doença de sua irmã Kate.
Ao receber a intimação a reação de seus pais foi divergente, enquanto a mãe ficou surpresa e indignada seu pai a apoiou na decisão, o que levou a uma crise na estruturafamiliar daquele casal. Como consequência a mãe de Ana foi procurar o advogada que entrou com a ação alegando que Ana não tinha ainda idade suficiente para abrir um processo que nos Estados Unidos só se pode com 14 anos, alegou que era inlegitimo a causa já que Ana ainda dependia deles(seus pais) e não tinha condições e maturidade para tomar suas próprias decisões. Já o pai apoiou Ana em suadecisão, acreditando no bem estar das filhas.
O advogado de Ana então argumenta a mãe se ela teria algum dia se preocupado em qual era a opinião de Ana a respeito dessa situação de sua saúde e se a ela foi dado a oportunidade de opinar se aceitava ou não fazer o transplante, já que por longos anos até aquela data Anna já teria se submetido a longos processos dolorosos e intenso detransfusão de sangue e consultas, em uma das cenas do filme mostra claramente a menina segurada por enfermeiros aos prantos gritando pela mãe não querendo fazer tais procedimentos.
O processo tomou forma e chegou aos tribunais onde uma juíza em primeira instancia opinou a ouvir as duas partes do caso, a mãe que era advogada fez sua própria apresentação, o advogado de Ana argumentou queestava defendendo ela mas sob a restrição dos seus pais, já que ainda era dependente legal deles. Alegou ainda que Ana não iria sair da casa dos pais mas que queria apenas o direito de tomar decisões em relação ao seu corpo.
O entendimento da juíza foi a de que não anularia a petição marcando audiência onde foi ouvida a defesa e a acusação sendo testemunha o médico que acompanhou otratamento de Kate, a mãe de Ana questionou ela por não se conformar com suas atitudes, o irmão gritou para que Ana contasse a verdade o motivo de tal ação, onde a juíza pediu que Ana falasse, mas a mesma continuou quieta. Já que na realidade Kate foi quem havia pedido para que Ana entrasse com a ação pois não estava aguentando ver ela sofrer, sua família e a própria Ana, a única pessoa que...
tracking img