Controle da qualidade em empresas de processamento de leite

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 21 (5229 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
0

IFG-INSTITUTO FEDERAL GOIANO- CAMPUS RIO VERDE

CIENCIAS BIOLOGICAS

CONTROLE DA QUALIDADE EM EMPRESAS DE PROCESSAMENTO DE LEITE

WENDER CARDOSO PEREIRA

Rio Verde – GO Junho – 2011

1

INSTITUTO FEDERAL GOIANO CAMPUS RIO VERDE

CONTROLE DA QUALIDADE EM EMPRESAS DE PROCESSAMENTO DE LEITE

Acadêmico: Wender Cardoso Pereira Orientador: Prof.Dr. Adriano Jakelaitis Trabalhoapresentado ao Instituto Federal Goiano Campus de Rio Verde para a disciplina de Metodologia Científica.

Rio Verde – GO Junho – 2011

2

SUMÁRIO

INTRODUÇÃO ......................................................................................................... 03 1 O SETOR DE LACTICÍNIOS ................................................................................. 04 2 QUALIDADE.......................................................................................................... 06 2.1 A gestão da qualidade total ................................................................................ 07 2.2 Técnicas e programas utilizados para alcançar a qualidade total ...................... 09 3 O CONTROLE DA QUALIDADE NA INDÚSTRIA LEITEIRA ................................ 103.1 Gestão da qualidade em lacticínios .................................................................... 11 3.2 Os programas de gestão da qualidade ............................................................... 13 CONSIDERAÇÕES FINAIS...................................................................................... 16 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS......................................................................... 17

3

INTRODUÇÃO

Desde a antiguidade o homem se preocupa em inspecionar os bens recebidos em uma relação de troca, procurando melhorá-los para que eles atendam suas necessidades. A princípio, o homem primitivo se preocupava com a qualidade dos alimentos que extraia da natureza, mais tarde ele passou a se preocupar com sua segurança e desenvolver ferramentas earmas que o ajudassem a garantir a proteção de sua família e espécie. Além disso, o desenvolvimento de fórmulas matemáticas, outros inventos e a construção de grandes obras marcaram a história dando início ao surgimento do conceito de qualidade. Com o passar dos tempos, o aumento da concorrência entre as empresas, fez com que a qualidade se tornasse um fator diferencial, já que o consumidor estácada vez mais exigente quanto ao atendimento às suas necessidades. Desse modo, as empresas têm procurado identificar diversos fatores que possam garantir a efetiva e contínua melhoria de seus produtos a fim de satisfazer às necessidades de seus clientes. A qualidade dos produtos é um aspecto que deve ser considerado em empresas de todos os segmentos, inclusive no setor de lacticínios que exerce umimportante papel na economia brasileira e está diretamente ligado à segurança e saúde do consumidor, uma vez que fornece produtos alimentícios. Portanto, o processo produtivo deve ser bem organizado e estar de acordo com os princípios da qualidade total em todas as suas etapas, visando à satisfação das necessidades do consumidor.

4

1 O SETOR DE LACTICÍNIOS

A produção de leite é umaatividade de importância significativa para as regiões onde é desenvolvida, pois permite fixar o homem no campo, reduzindo as pressões sociais nas áreas urbanas e contribuindo para a minimização do desemprego e da exclusão social. Além disso, toda a complexa movimentação de recursos envolvidos nas atividades da cadeia produtiva do leite participa e contribui para o desenvolvimento socioeconômico destasregiões.
O leite destinado à alimentação foi definido em 1909 pelo Congresso Internacional da Repressão das Fraudes: “O leite é o produto integral da ordenha, total e ininterrupta, de uma fêmea leiteira saudável, bem alimentada e descansada. Deve ser colhido de modo asseado e não conter o colostro”. Nos termos do Decreto de 25 de março de 1924 a denominação “leite”, sem indicação da espécie...
tracking img