Conceito de direito segundo miguel reale

O CONCEITO DE DIREITO SEGUNDO MIGUEL REALE

O conceito de direito, na visão de Miguel Reale, abrange antes, um caminho
pela filosofia, porém não podemos deixar de notar que ao longodos anos que edificaram a história da sociedade, vimos muitos filósofos se destacando por
várias teses ou princípios até hoje respeitados e estudados religiosamente, o
o autor, é lógico,refletiu e analisou vários juristas e pensadores, para buscar a
luz para suas conclusões, que o levaram a passear entre a razão e os fatos sociais oriundos dos conflitos do homem em sociedade.E nessa busca de esclarecimentos e respostas, podemos ver a grandeza da história, a força da cultura. Não sabemos ao certo onde foi o seu ponto de partida, mas o autor elevou o realconceito de valores existentes no homem , junto com a relação de fatos ordenados, cadeciando com a relação de um processo atribuitivo, ou seja, que o Direito apresenta em um sentido, sendo eleatual e crescente, desenvolvendo realizações, possibilitando a afirmações do homem, particulariamente falando , com o brilho de sua virtude própria. A importância aqui, determina edistingui o real significado do direito sobre a experiência social com um laço com a história.

O que Miguel Reale quer dizer então? Primeiro vamos refletir sobre a reali-
zação do Direito,ciência essa, um pouco polêmica nos resultados ou na sua
contestada eficiência.

Vamos observar agora, com fundamento basilar do Direito, a Ética. Essa doutrina do Bem ou como gosta oautor ” Doutrina do valor do bem”, sabemos
que o homem é guiado dentro da existência pelo valor, pressuposto que da sentido à sua concepção de vida, ou seja, cada homem, indiferente deprofis-
são ou atividade, tem no seu interior, um prisma próprio que o ajuda, mesmo quando tem uma vida utilitária ou presa a conceitos econômicos, o deixando subordinado, aparece, então, a medida de...