Cadeia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3455 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
INFORME RURAL ETENE
Escritório Técnico de Estudos Econômicos do Nordeste - ETENE
Ano V – Setembro de 2011 Nº 16

Ambiente de Estudos, Pesquisas e Avaliação - AEPA

PRODUÇÃO, ÁREA COLHIDA E PRODUTIVIDADE DO MILHO NO NORDESTE
Hellen Cristina Rodrigues Alves Renata Firmino do Amaral

INTRODUÇÃO1
Baseado nas informações da Companhia de Abastecimento Nacional (CONAB), objetiva-se, nesteinforme, fazer uma análise de produção, área colhida e produtividade do milho nos estados do Nordeste e demais Regiões do Brasil. Para tanto, realizou-se um comparativo entre as safras de 2004/05 e 2010/11 para avaliar o desenvolvimento desta cultura na Região Nordeste.

CULTURA DO MILHO
O milho é considerado uma das mais importantes e antigas culturas agrícolas. Tem origem nas Américas, mas écultivado desde a Rússia até a Argentina, em diferentes latitudes. Representa um produto estratégico para a segurança alimentar da população mundial sendo utilizado para a nutrição humana e alimentação animal, principalmente na avicultura, suinocultura e bovinocultura (de corte e de leite). Além dessas finalidades, o milho é cultivado para a extração do bioetanol, fato esse evidenciado em grande parteno plantio nos Estados Unidos. Além disso, também é utilizado na indústria química e alimentícia, de onde se obtém mais de quinhentos derivados. A cultura de milho no Brasil é dividida em duas safras, verão e inverno – safrinha. Tradicionalmente, o milho era plantado no verão, porém os agricultores resolveram tornar esta cultura uma opção para o período do inverno. O seu desempenho foi bastantefavorável chegando a substituir quase que completamente o cultivo de trigo em alguns estados. A expansão da safrinha deu-se em função da necessidade de haver rotação de cultura com a soja e para atender a demanda de milho no período de entressafra, diminuindo a sazonalidade dos preços do milho ao longo do ano.

Escritório Técnico de Estudos Econômicos do Nordeste – ETENE / Superintendente: JoséNarciso Sobrinho / Gerente do Ambiente de Estudos, Pesquisas e Avaliação: Wellington Santos Damasceno / Gerente da Célula de Estudos Rurais e Agroindustriais:- COERG: Wendell Márcio Araújo Carneiro / Autoras: Hellen Cristina Rodrigues Alves e Renata Firmino do Amaral / Revisão Vernacular: Hermano José Pinho.

INFORME RURAL ETENE
Para que fosse possível o aumento da produtividade da cultura domilho e atendida a grande demanda por essa cultura, a indústria de sementes desenvolveu várias cultivares por meio do melhoramento genético. Isso tornou o plantio mais eficiente e, além disso, a seleção em múltiplos ambientes levou ao desenvolvimento de genótipos adaptados a qualquer região do País e a qualquer sistema de produção. Atualmente, são utilizados no Brasil cultivares híbridas,convencionais melhoradas e transgênicos (liberada desde 2008).

PANORAMA INTERNACIONAL
O cultivo do milho no mundo é distribuído por diversos países, no entanto, apenas três concentram aproximadamente metade (48%) da área plantada e 67% da produção, conforme apresentado na Tabela 1. O Brasil se destaca na terceira posição com 13,7 milhões de hectares, representando 8,6% da área mundial. 1TABELA 1-Produção (t) e Área Colhida (ha) da Lavoura de Milho, por País, de 2007 a 2009
Países Produção Estados Unidos China Brasil México Indonésia Índia Mundo 331.175.072 152.418.870 52.112.200 23.512.752 13.287.527 18.955.400 789.480.893 2007 Área colhida 35.013.779 29.497.391 13.767.400 7.333.277 3.630.324 8.117.300 159.048.579 Produção 307.142.010 166.032.097 58.933.347 24.320.100 16.323.922 19.730.000826.224.247 2008 Área colhida 31.796.493 29.882.998 14.444.582 7.353.940 4.003.313 8.300.000 161.105.730 Produção 333.010.910 163.118.097 51.232.447 20.202.600 17.629.740 17.300.000 817.110.509 2009 Área colhida 32.209.277 30.478.998 13.791.219 7.200.000 4.160.659 8.400.000 159.531.007

Fonte: Dados FAOSTAT, 2011.

Em termos de produção, segundo dados da FAOSTAT (2009), o Brasil tem se...
tracking img