Bullyng

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 19 (4579 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de setembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE DO PLANALTO CATARINENSE

LARISSA STENGER ANTUNES

LIANA LOURENÇO DA SILVA

NAIRA FAVA

FORMAS DE INTERVENÇÃO APRESENTADAS POR UM PSICÓLOGO PARA CONTRIBUIR NA PREVENÇÃO DA VIOLÊNCIA DETERMINADA PELO BULLYING NAS ESCOLAS

LAGES
2009

LARISSA STENGER ANTUNES

LIANA LOURENÇO DA SILVA

NAIRA FAVA

FORMAS DEINTERVEÇÃOAPRESENTADAS POR UM PSICÓLOGO PARA CONTRIBUIR NA PREVENÇÃO DA VIOLÊNCIA DETERMINADA PELO BULLYING NAS ESCOLAS

Projeto de pesquisa apresentado à Unidade de Aprendizagem Iniciação à Pesquisa Científica em Psicologia (Survey) – II e Análise de Dados sobre o Exercício Profissional dos Psicólogos do 2º Semestre do Curso de Psicologia, da Universidade doPlanalto Catarinense. Orientadora: Profª. M.Sc Ana Rita de Souza

LAGES
2009

SUMÁRIO

1. INTRODUÇÃO 4
2. FUNDAMENTAÇÃO 6
2.1 História da Psicologia 6
2.2 Psicologia Social 7
2.3 Bullying: aspectos gerais 8
2.4 Bullying: aspectos escolares 9
3. MÉTODO 11
3.1 Caracterização da Pesquisa 11
3.2 Universo da Pesquisa 11
3.3 Coleta de Dados 11
3.4 Análise de dados12
3.5 Análise de riscos e benefícios 12
4. CRONOGRAMA 13
5. REFERÊNCIAS 14

1. INTRODUÇÃO

Para Lane (1984 apud Jacques, M. G.C et al, 2003) a impossibilidade de estudar o homem como um ser isolado conduziu o desenvolvimento de teorias e métodos para explicar as influências dos fatores sociais sobre os processos psicológicos básicos do ser humano e organizou a Psicologia Social comoum dos ramos da Psicologia, tornando o estudo da interação entre indivíduo e sociedade, instâncias distintas que interagem sobre si.
Neste âmbito de interação indivíduo-sociedade encontram-se muitas vezes as dificuldades de relações interpessoais que infelizmente se manifestam de maneiras agressivas ou violentas.
Neto (2005) acredita que a violência é um problema de saúde públicaimportante e crescente no mundo, e que ela produz sérias conseqüências tanto para os indivíduos quanto para a sociedade, particularmente para os jovens, que aparecem nas estatísticas como os que mais morrem e os que mais matam.
Dentre as diversas formas de violência apresenta-se uma cujos estudos ganharam destaque a partir dos anos 1990: o chamado Bullying que geralmente se apresenta verbalmente naforma de ofensas sem motivos aparentes e em casos mais graves ocasiona a violência física.
O fato vem recebendo mais atenção devido às agora conhecidas e divulgadas conseqüências e efeitos negativos que estes comportamentos produzem no desenvolvimento e na saúde mental dos jovens envolvidos e da sociedade em geral. São atualmente motivo de preocupação e interesse para os próprios alunos,pais, profissionais da educação e da saúde, e comunicação social (DE CARVALHOSA, LIMA & DE MATOS, 2001).
A prática do bullying se concentra na combinação entre a intimidação e a humilhação das pessoas, geralmente mais acomodadas, passivas ou que não possuem condições de exercer o poder sobre alguém ou determinado grupo.
Olweus (1993, apud DE CARVALHOSA, LIMA & DE MATOS, 2001) afirma aexistência do bullying na escola quando um aluno está a ser provocado ou exposto, repetidamente e ao longo do tempo, a ações negativas da parte de uma pessoa ou de um grupo. Considera-se uma ação negativa quando alguém intencionalmente causa, ou tenta causar, danos ou mal-estar a outra pessoa.
Esta pesquisa tem como relevância científica, aprimorar as técnicas de intervenção dos profissionaisPsicólogos; incentivar estudos aprofundados sobre as possíveis causas da prática do bullying bem como os diversos comportamentos apresentados na sua ocorrência, tanto pelos praticantes e vitimados quanto pelos expectadores.
Tem como Relevância Social trazer para a sociedade maiores conhecimentos a respeito da prática do Bullying, esclarecer para a mesma até em que estágios as agressões são...
tracking img