Auto da compadecida

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (311 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
uto da Compadecida - Personagens

Os personagens de Auto da Compadecida são alegóricos, ou seja, não representam indivíduos, mas tipos que devem ser compreendidos de acordo com a posiçãoestrutural que ocupam. A criação desses personagens possibilita que se enxergue a sociedade de uma cidadezinha do Nordeste. É por isso que a peça pode ser chamada sátira social, pois procura reformar oscostumes, moralizar e salvar as instituições de sua vulgarização.

PALHAÇO – é o anunciador da peça e também o grande comentador das situações. Suas falas apresentam muitas vezes um discurso maisdireto, que dá a impressão de vir do autor. Na verdade, o Palhaço exerce função metalinguística no espetáculo, ao refletir sobre o próprio mecanismo mágico de produção da imitação e ao suprimir adistância entre realidade e representação.

JOÃO GRILO – protagonista, personagem pobre e franzino, que usa de sua infinita astúcia para garantir a sobrevivência. Já foi comparado a Macunaíma, oherói sem caráter. Tal comparação, no entanto, revela-se inadequada, já que João Grilo, ao contrário do personagem criado por Mário de Andrade, trabalha de forma dura, ajuda seu grande amigo Chicóe tem como justificativa de suas traquinagens ser assolado por uma pobreza absoluta. O mais acertado seria compará-lo ao personagem picaresco, encontrado no romance medieval Lazarilho de Tormes.Mas nem é preciso ir tão longe, pois Pedro Malazarte – cuja origem ibérica está em Pedro Urdemalas – é o personagem popular mais próximo de João Grilo.

CHICÓ – é o contador de causos, o mentirosoingênuo que cria histórias apenas para satisfazer um desejo inventivo. Chicó se aproxima do narrador popular, e suas histórias revelam muito do prazer narrativo desinteressado da cultura popular.Chicó e João Grilo são como a dupla de palhaços entre os quais a esperteza é mal repartida — um sempre a tem de mais e o outro, de menos.

PADRE JOÃO – mau sacerdote local, preocupado...
tracking img