Atps tga

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 27 (6570 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade Anhanguera - Uniderp
Centro de Educação a Distância
Curso de Administração

Nome:

ATPS – Teorias da Administração
Prof. Msc. : Adriana Barbosa Gonçalves





ANTECEDENTES HISTÓRICOS DA ADMINISTRAÇÃO: OS PRIMÓRDIOS DA ADMINISTRAÇÃO

No decorrer da história da humanidade sempre existiualguma forma – simples ou complexa – de administrar as organizações.
O desenvolvimento das ideias e teorias a respeito da Administração foi muito lento até o século XIX, acelerando-se a partir do início do século XX.

Influência dos filósofos
• Sócrates (470 a.C. 399 a.C)
• Platão (429 a.C 347 a.C)
• Aristóteles (384-322 a.C)
Com o surgimento da Filosofia Moderna destacam-se
• Francis Bacon(1561-1626)
• René Descartes (1596-1650)

Influência da organização da Igreja Católica
Influenciou profundamente o pensamento administrativo. As normas e princípios da Administração Pública foramtransferidas das instituições dos Estados para as instituições da Igreja Católica.

Influência da organização militar
Influenciou a Administração, contribuindo com alguns princípios que ateoria administrativa iria mais adiante assimilar e incorporar.

Influência da Revolução Industrial
A Revolução Industrial criou o contexto industrial, tecnológico, social, político e econômico que permitiu o surgimento da teoria administrativa
A Influência dos economistas liberais proporcionourazoável suporte para o aparecimento de alguns princípios de Administração.
• Adam Smith (1723-1790)• Karl Marx (1818-1883) e Friedrich Engel (1820-1895)
• James Mill (1773-1836)
• David Ricardo (1772-1823)

Teoria da Administração Científica ou Taylorismo
É um sistema de organização industrial criado peloengenheiro mecânico e economista norte-americano Frederick Winslow Taylor (1856-1915), no final do século XIX.
A principal característica deste sistema é:

• organizaçãoracional do trabalho (através do estudo dos tempos e movimentos); e
• divisão do trabalho.

Não havia, na época, interesse em qualificar o trabalhador, diante de um enorme e supostamente inesgotável "exército industrial de reserva". O estudo de "tempos e movimentos" mostrou que um "exército" industrial desqualificadosignificava baixa produtividade e lucros decrescentes, forçando as empresas acontratarem mais operários. Taylor tinha o objetivo de acelerar o processo produtivo, ou seja, produzir mais em menos tempo, e com qualidade.

Princípios da Administração Científica
Taylor pretendia definir princípios científicos para a administração das empresas. Privilegia a estrutura organizacional.
Tinha por objetivo resolver os problemas que resultam das relações entre os operários, comoconsequência modificam-se as relações humanas dentro da empresa, o bom operário não discute as ordens, nem as instruções, faz o que lhe mandam fazer. A gerência planeja e o operário apenas executa as ordens e tarefas que lhe são determinadas.
Os quatro princípios fundamentais da administração Científica são:

1. Princípio do planejamento
2. Princípio da preparação dos trabalhadores
3.Princípio do controle
4. Princípio da execução
Apreciação Crítica a administração de Taylor

• Concepção mecanicista da administração: considerada teoria da máquina, esquecendo-se do elemento humano;

• Excessiva especialização do trabalho: reduzir o número de atribuições ao operário e negar-lhe a oportunidade
de conhecer o processo produtivo como um todo;

• Concepção atomista(investigação) do ser humano: esqueceu a importância dos grupos informais na organização;

• Ausência de comprovação: Taylor constata evidências, observando comportamentos relativos às tarefas dos operários;

• Abordagem de sistema fechado: Taylor visualiza apenas o que se passa como um todocomo se ela fosse um sistema fechado.

Frank Gilbreth foi um engenheiro americano que acompanhou Taylor em...
tracking img