Trabalhos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1700 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
2. O cinto da verdade.
LIONESS ON SEXTA-FEIRA, 27 DE MARÇO DE 2009 AT 08:58
“Estai, pois, firmes, cingindo-vos com a verdade”
(Efésios 6:14a)

Peça de vestuário que consiste numa faixa ou tira de tecido, couro ou outros materiais, usada ao redor da cintura; o cinto de um guerreiro, além de fixar a parte frontal da armadura (a couraça) assegurando que esta não se soltasse nem afrouxasse, protegiaos órgãos reprodutores e o aparelho digestivo do soldado. O termo usado para o que entende-se hoje por “apertar o cinto” foi originalmente traduzido para o português arcaico por “cingir os lombos” (perizwnnumi – grego - perizonnumi). Assim, fica claro que o termo refere-se à essa importante parte da armadura, que pode comprometer diretamente o desempenho da couraça.
Figura tão essencial nasvestes de pessoas de diferentes posições e camadas sociais, o cinto é referido na Bíblia como símbolo de fidelidade (Is.11:5), força e autoridade (1 Sm.2:4; 2 Sm.22:40; Sl.18:32,39; 65:6; Is.45:5; 22:21), honra e dignidade aos filhos de Arão – sacerdotes – (Êx.28:40), verdade (Ef.6:14) e alegria (Sl.30:11). A maldição também é citada como manto que deve ser preso a um cinto, o que nos remete ànecessidade de uma verdade, um direito legal que mantenha essa maldição ativa na vida de alguém (Sl.109:19; Is.3:24), já que “maldição sem causa não se cumpre” (Pv.26:2).
Soldados também usavam a espada presa ao cinturão (1 Sm.17:39; 25:13; 2 Sm.3:31; 21:16; Ne.4:18). O cinturão de um guerreiro tinha grande valor (2 Sm.18:11), e fazia parte dos trajes militares de um comandante do exército de Israel (2Sm.20:8) e de oficiais babilônios (Ez.23:15).
Um cinto fazia parte, também, das vestes do príncipe, e foi parte do que Jônatas deu a Davi, em sinal de aliança e reconhecimento da unção de Deus sobre ele (1 Sm.18:4 – como o que Jesus nos fez, dando-nos de Sua verdade, Sua natureza, justiça e santidade (Jó 12:18; Ez.16:10; Sl.18:32).
É interessante notar a referência à mulher virtuosa, em Pv.31:24,que ‘fornece cinto aos comerciantes’.
‘Cingir-se de luto’ é uma expressão muito comum no relato bíblico, dando-nos a entender que havia um cinto específico que segurava a roupa característica de uma situação de humilhação, tristeza e/ou vergonha - ‘cingir-se de saco’ referia-se à substituição do cinto comum pelo saco (1 Rs.20:32; 2 Sm.3:31; Is.15:3; 22:12; 32:11; Jr.4:8; 6:26; 49:3; Lm.2:10;Ez.7:18; 27:31; Jl.1:8,13).
Um cinto podre foi utilizado pelo profeta Jeremias para representar o povo desobediente à verdade de Deus (Jr.13:1-11). Cintos de couro faziam parte dos trajes típicos de profetas (2 Rs.1:8; Mt.3:4; Mc.1:6).
É curioso percebermos que, na Bíblia, afrouxar o cinto é sinal de desatenção, desleixo (Is.5:27), e apertá-lo é sinal de prontidão, vigilância, certeza (Êx.12:11; Dt.1:41;1 Rs.18:46; 2 Rs.4:29; 9:1; Jó 38:3; 40:7; Pv.31:17; Is.8:9; Jr.1:17; Lc.12:35,37; 17:8; Jo.21:18; At.12:8; 1Pd.1:13). Pedro, discípulo de Jesus, usava um cinto e uma capa (Jo.21:7, 18).
Referências específicas a cinturões são encontradas por toda a Bíblia, como parte das vestes sagradas do sacerdote (Êx.28:4-39; 29:5,9; 39:5,20,21,29; Lv.8:7,13; 1 Sm.2:18; 2 Sm.6:14), nas quais o cinto era feitode linho fino, fios de ouro e fios de tecido azul, roxo e vermelho trançados. A verdade, aqui, é relacionada às quatro cores (dourada, azul, roxo e vermelho) representantes das quatro manifestações do Filho de Deus nos quatro Evangelhos (Filho de Deus - João, Filho do Homem - Lucas, servo - Marcos e Rei - Mateus – Lv.8:7) e nos quatro seres (Homem, Cordeiro, Leão e Águia – Ez.1; Ap.4:8; 5:6,8,14;6:1,6; 7:11; 14:3). O peitoral ficava acima do cinturão e preso a ele, e o sacerdote deveria se lavar com água antes de vestí-lo (Lv.16:4). Os levitas usavam calções de linho na cintura (Ez.44:18).
Uma referência à relação do uso da espada com o cinto (a Palavra de Deus é a verdade) encontramos na história de um juiz de Israel, Eúde, que por ser canhoto conseguiu passar despercebido numa...
tracking img