Arquitectura italiana nos anos 20-30

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (264 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A Itália nos anos 20-30
Arquitectura italiana nos anos 20 e 30

A ditadura italiana
O Novecento
O movimento racionalista
O Racionalismo e o Fascismo
CittàUniversitaria di Roma
Esposizione Universale di Roma



A ditadura italiana
O movimento fascista surge da crise socioeconómica que se aprofundou após a 1ª Guerra Mundial.Neste clima de insatisfação, organizaram-se vários movimentos políticos na Itália, entre os quais o Fascio de Combate, que teve como um dos seus fundadores BenitoMussolini, conhecido jornalista e agitador político. Este movimento político, fundado em Milão em Março de 1919, defende a superioridade dos conceitos de Nação, Estado e Raça,sobre os valores individuais. Um regime fascista é representado por um governo autocrático, centralizado na figura de um ditador. Em Novembro de 1921, Mussolini transformoumovimento fascista no Partido Nacional Fascista. No ano seguinte, a 28 de Outubro, organizou a marcha de todos os fascistas, conhecida como “Marcha sobre Roma”, desfilandopelas ruas principais e acabando por cercar o palácio real, pressionando o rei. Com o apoio de vários empresários, militares e diversos juízes, o rei convocou Mussolinipara assumir o governo.

O Novecento
A Arquitetura do Novecento surge a partir de um grupo de arquitetos de Milão – Giovanni Muzio, Mino Fiocchi, Emilio Lancia e GioPonti – que em 1921 procurou criar uma Arquitetura moderna italiana inspirada na Arquitetura neoclássica de Milão do final do século XVIII. Tal estilo foi chamado Novecento eaceite como forma legítima de modernidade. Contudo, o primeiro exemplo dessa tendência, em 1922, foi um escândalo: a famosa Ca’Brutta, ou “Casa Feia”, de Giovanni Muzio.
tracking img