ARTIGO PUBLICADO REVISTA BANAS

Páginas: 9 (2093 palavras) Publicado: 24 de maio de 2015
A história da produção enxuta
Combinando as novas técnicas gerenciais, com máquinas cada vez mais sofisticadas,
para produzir mais com menos recursos e menos mão-de-obra, esta metodologia
manufatureira difere radicalmente tanto da produção artesanal, como da industrial
Maria da Conceição Solimeo
Os historiadores pesquisam há muito tempo quais são os fatores que promovem o desenvolvimento dasnações,
procurando entender porque alguns países são pobres, outros são prósperos e porque nações com condições
favoráveis não conseguem superar a barreira do subdesenvolvimento. Muitas teorias atribuíam a fatores
geográficos, como clima e recursos naturais, as causas do desenvolvimento, mas, posteriormente, o progresso de
países pouco dotados pela natureza fez com que se buscassem outras explicaçõesque, se não negavam a
importância desses fatores, incluíam outros, como a educação e a tecnologia, como contribuições importantes
para o crescimento das economias. O desenvolvimento da tecnologia depende muito da educação.
David Landes, professor de história e economia política na Universidade de Harvad, fez uma análise em seu livro
Riqueza e a pobreza das nações - por que algumas são tão ricasoutras são tão pobres do porquê que algumas
nações, que foram prósperas no passado, não evoluíram, enquanto outras, que no mesmo período eram pobres,
se desenvolveram e atualmente ostentam um elevado padrão de vida. Destaca como fatores fundamentais a
educação e certos valores, como a abertura para as inovações, que conduzem ao progresso tecnológico.
Destacam-se duas invenções como importantes para odesenvolvimento da produção manufatureira: os óculos e o
relógio, não apenas por sua utilização, mas, sobretudo, pelos desdobramentos delas resultantes. Com relação ao
relógio, cuja invenção ninguém sabe certo a origem, destaca-se que a necessidade de precisão fez com que se
buscasse o aperfeiçoamento contínuo da tecnologia e do design, pelo que os relojoeiros lideraram o caminho para
a exatidão ea precisão: mestres da miniaturização, detectores e corretores de erros, exploradores do novo e do
melhor.
Ressaltando a importância da precisão para o desenvolvimento, afirma que grandes progressos resultaram da
substituição do movimento alternativo para o rotativo. De suma importância foi o crescente recurso às medições
de precisão e montagens fixas. Nessa área, os fabricantes de relógios e deinstrumentos foram os pioneiros.
Eles trabalhavam com peças menores e podiam mais facilmente fabricá-las para satisfazer aos elevados padrões
de precisão requeridos com o uso de ferramentas para fins especiais, como rodas graduadas, denteadoras,
chanfreadoras etc. Essas ferramentas, por sua vez, ao lado de outras criadas por maquinistas, puderam então ser
adaptadas para operar em formatos maiores,e não é por acaso que os donos de cotonifícios (fábrica de fio de
algodão), quando procuravam artesãos qualificados para construir e conservar as máquinas, colocavam anúncios
pedindo mestres relojoeiros. O trabalho repetitivo dessas máquinas produziu os primeiros experimentos da
produção em massa baseados em peças (relógios).
O produtor artesanal, desde os primórdios da evolução da produção,lançava mão, quase sempre, de
trabalhadores altamente qualificados e ferramentas simples, mas altamente flexíveis, para produzir o que o cliente
mais desejava: um item de cada vez, muitas das vezes, exclusivo. Essa produção tanto possuía sofisticação e
qualidade de acabamento quanto duas grandes desvantagens econômicas: Após a Primeira Guerra Mundial, Alfred
Sloan, da General Motors e Henry Ford, daFord Motors, conduziram a mudança de séculos de produção artesanal
de bens - cuja liderança era européia - para a chamada produção em massa.
Este sistema de produção, que foi utilizado posteriormente nas indústrias automobilísticas americanas, foi depois
difundido nas indústrias da Europa. Mesmo nas primeiras décadas do século XX, a maioria dos europeus era
incapaz de distinguir as vantagens e...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Artigo Publicado Na Revista Iberoamericana
  • Artigo Revista USP No Prelo A Ser Publicado
  • TÍTULO DO ARTIGO A SER PUBLICADO NA REVISTA CONEXÃO SIPAER
  • Artigo Publicado Na Revista F Rum De Contrata O E Gest O P Blica N
  • Educação ambiental não formal
  • Passo3 – leia e faça anotações sobre o artigo de peter drucker publicado na revista
  • Artigo publicado
  • artigo publicado

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!