Questoes Apologia De Socrates artigos e trabalhos de pesquisa

  • socrates

    A condenação de Sócrates, tendo sido injusta, permite que ele escape da sentença de morte e fuja para o exílio, como que Críton, ou a fuga significaria responder a uma injustiça com outra? Qual o argumento de Sócrates a esse respeito? Questões sobre a Apologia e Críton Sobre a Apologia a) Segundo Sócrates, qual é o papel do filósofo? b) Como podemos entender a afirmação de Sócrates de que “a vida sem reflexão não vale a pena ser vivida”? c) Como Sócrates responde às acusações...

    2964  Palavras | 12  Páginas

  • Apologia de Sócrates

    1- As questões filosóficas não se misturam com as questões cientificas ou religiosas. 1.2- O momento da filosofia socrática se fez diferente de outros “filósofos sofistas” em virtude de sua expansão do conhecimento a classe diferente a aristocracia. 1.2- Ou seja, leva seu conhecimento e/ou discussões filosóficas a praça publica. 1.3- Expandindo, ou procurando expandir, o conhecimento a todos; ou como ele dizia para a republica (RES= coisa; PUBLIC= todos). Podemos entender que a ciência e a filosofia...

    611  Palavras | 3  Páginas

  • Resenha de "apologia de sócrates"

    Resenha de filosofia Texto: “Apologia de Sócrates” – Tradução: Enrico Corvisieri Resenha: Nesse texto escrito por Platão, que se passa no ano de 399 a.C., é apresentada a fala em primeira pessoa de Sócrates, em um tribunal, num momento em que tenta convencer os presentes de sua inocência com relação aos crimes apresentados por Meleto, Ânito e Lícon. A apologia é dividida em três partes principais: a primeira é um questionamento de Sócrates sobre o julgamento em si, tentando entender o porquê...

    1562  Palavras | 7  Páginas

  • Apologia de socrates

    FACULDADE SÃO LUIS MARCUS PAULO PEREIRA MATOS “APOLOGIA DE SÓCRATES”: Resenha SÃO LUIS 2012 MARCUS PAULO PEREIRA MATOSAPOLOGIA DE SÓCRATES”: RESENHA Trabalho destinado à disciplina de Filosofia e Ética Profissional, sob a orientação da professora Maristhela Rodrigues, com o intuito de analisar criticamente a obra de Platão “Apologia de Sócrates”. SÃO LUIS 2012 Nascido em Atenas, Platão (427 a.C. - 347 a...

    1370  Palavras | 6  Páginas

  • Apologia de Sócrates - Resumo

    Apologia de Sócrates, resumo. A Apologia de Sócrates relata sua autodefesa num julgamento que o faria entrar para história. No ano de 399 a.C. Sócrates foi acusado de impiedade e corrupção à juventude por Ânito, Lícon e Metelo. Sendo que a maioria o declarou culpado, dentre 501 cidadãos, 280 foram contra Sócrates. E assim foi condenado à morte. O texto começa com o próprio Sócrates falando de seu estilo discursivo e atividades cotidianas, logo depois responde cada acusação feita a ele. Vale...

    709  Palavras | 3  Páginas

  • Sócrates - Questões sobre a Apologia e Críton

    Questões sobre a Apologia e Críton Sobre a Apologia a) Segundo Sócrates, qual é o papel do filósofo? O exercício da filosofia gira em torno do ato de questionar. É este elemento que molda e que perpetra a essência do filosofo. Não se chega à sabedoria sem indagações. Sendo assim, o pode-se considerar como papel do filósofo o ato da indagação perene. b) Como podemos entender a afirmação de Sócrates de que “a vida sem reflexão não vale a pena ser vivida”? Sem dúvida, o ato de refletir...

    864  Palavras | 4  Páginas

  • Apologia de socrates

    trabalho debruça-se da Apologia de Sócrates. No qual apresenta a sua defesa no tribunal perante aos juízes e atenienses. Este livro, foi escrito por Platão com o objectivo de apresentar a defesa de Sócrates perante o tribunal que o acusava de vários crimes de entre os quais destacam-se: corromper a juventude e de não acreditar nos deuses da cidade e de estar a introduzir seus deuses. O livro está dividido em 03 partes, sendo a primeira a mais longa que apresenta o discurso de Sócrates perante o tribunal...

    1796  Palavras | 8  Páginas

  • apologia de sócrates

    Reflexão crítica sobre a “Apologia de Sócrates” de Platão Filosofia Carolina Moreira 11º T1 Nº5 08-01-2014 Reflexão crítica sobre a “Apologia de Sócrates” de Platão 8 de Janeiro de 2014 Verdade versus persuasão e diferença entre Sócrates (filósofos) e os Sofistas: Falar na disparidade entre verdade e persuasão nesta obra é equivalente a explicar a diferença entre Sócrates e os Sofistas. Uma vez que esta é uma clara alegoria em que Sócrates simboliza a verdade e os Sofistas representam...

    2026  Palavras | 9  Páginas

  • Apologia de Socrates

     O JULGAMENTO Livro Apologia de Sócrates, Autor: Platão, Editora: Martin Claret. Falarei sobre o livro Apologia de Sócrates na qual se passa o julgamento do próprio Sócrates, por um crime no qual ele não cometeu. O livro é dividido em capítulos, o livro completo tem 32 páginas, seu foco narrativo é de Narrador Personagem. O livro é em um formato pequeno, em minha opinião chamaria mais a atenção do leitor se fosse maior. ...

    512  Palavras | 3  Páginas

  • Trabalho Escrito Pronto Socrates

    CENTRO UNIVERSITÁRIO DO LESTE DE MINAS GERAIS A APOLOGIA DE SÓCRATES: VERDADE-POLÍTICA-SENTIDO DA EXISTÊNCIA Professora: Verônica Azeredo Turma: 001PRT300l Curso: Pedagogia Alunos: Ana Flávia Barbosa França, Débora Vidal de Souza Penna, Juliana Toledo Gomes, Rosemary Aparecida de Oliveira,Tainara Drummond e Silva, Verusca Pereira de Almeida e Viviane Pereira de Almeida. Coronel Fabriciano 19 de Março de 2015 A APOLOGIA DE SÓCRATES: VERDADE-POLÍTICA-SENTIDO DA EXISTÊNICA Ana Flávia...

    2864  Palavras | 12  Páginas

  • Apologia de Sócrates

    Apologia de Sócrates Se, em um tempo antigo, alguém disser: “Sócrates, será que você não pode ir embora, nos deixar em paz e ficar quieto, calado?”, o filósofo pode responder dizendo que esta conduta seria desobediência ao Deus e que, por este motivo, não poderia ficar calado. Acharíamos que Sócrates estaria mentindo e não acreditaríamos. Caso Sócrates afirmasse que a virtude é o bem maior do homem e que a vida não vale a pena viver? Acreditaríamos menos ainda, claro! Sócrates acabou sendo condenado...

    1081  Palavras | 5  Páginas

  • A vida de sócrates e platão

    VIDA DE SÓCRATES Sócrates nasceu em Alópece, na península da Ática. Não deixou nada escrito. A maior parte das informações sobre sua vida e seus ensinamentos vem dos escritos de seus discípulos Platão e Xenofonte. Segundo Xenofonte, Sócrates era um professor respeitado que se interessava principalmente em ajudar as pessoas a se tornarem boas. Os diálogos de Platão nos ensinam que Sócrates não se preocupava apenas com a ética, mas também com a lógica e com a teoria das ideias. Sócrates vestia-se...

    530  Palavras | 3  Páginas

  • O julgamento de sócrates

    segunda metade do século quinto, tão identificada com um homem - Sócrates (469-399 a.C.)- que os seus predecessores são coletivamente conhecidos como “pré-socráticos”. Seria inexato crer que os filósofos anteriores tinham inteiramente se debruçado sobre o estudo da natureza e do cosmos, ignorando o homem, assim como também seria errado menosprezar a contribuição dos contemporâneos de Sócrates - os sofistas. Contudo, foi Sócrates, sem rival, o catalisador da mudança que colocou o homem no centro...

    2950  Palavras | 12  Páginas

  • Resumo do filme sócrates

    nesse período, que viveram: os sofistas, Sócrates, Platão e Aristóteles. Antropologia: É a busca pela compreensão do homem no seu contexto histórico social, econômico, político e cultural. Sofistas: Homens dotados do poder de convencimento (persuasão: oratória e retórica). Vendiam seus supostos conhecimentos de cidades em cidades. Afirmavam serem os possuidores de todo o conhecimento.  Enquanto que os primeiros filósofos gregos preocupavam-se com as questões do universo, a unidade e a diferença...

    834  Palavras | 4  Páginas

  • Biografia de sócrates

    Sócrates Sócrates - (470-399 a.C). A biografia de Sócrates é contada por Xenofonte e Platão principalmente nos livros Apologia de Sócrates e Ditos e Feitos Memoráveis de Sócrates do primeiro e Apologia de Sócrates e Fédon do segundo. Era Ateniense, filho de uma parteira chamada Fenarete, e de um escultor, chamado Sofronisco. Recebeu uma educação tradicional e desde a juventude interessou-se pela filosofia. Conhecia o pensamento anterior e contemporâneo dos filósofos gregos e interessava-se pela...

    825  Palavras | 4  Páginas

  • Um comentario sobre a apologia de sócrates

    Colecção Autores Gregos e Latinos Série Textos Xenofonte Banquete Apologia de Sócrates Tradução do grego, introdução e notas Ana Elias Pinheiro Introdução - Banquete Xenofonte Banquete Apologia de Sócrates Tradução do grego, introdução e notas de Ana Elias Pinheiro Universidade Católica Portuguesa - Campus Viseu 3 Ana Elias Pinheiro Autor: Xenofonte Título: Banquete, apologia de SócrateS Tradução do grego, introdução e notas: Ana Elias Pinheiro Editor: Centro de Estudos...

    24268  Palavras | 98  Páginas

  • A apologia de Sócrates

    Argumentos morais na Apologia de Sócrates Rafael Cavalcanti Braga Graduando do Bacharelado em Ciências e Humanidades pela UFABC Palavras-chave: debate ético, argumento Apologia de Sócrates se trata da obra em que Platão relata o julgamento e a condenação de seu mestre pelo tribunal de Atenas no ano 399 a.C. As acusações apresentadas contra Sócrates foram: não aceitar os deuses reconhecidos pelo Estado, introduzir novos cultos e corromper a juventude. Para se defender, o réu escolhe...

    1716  Palavras | 7  Páginas

  • Resumo sócrates

    esse juízes: julgar Sócrates, conhecido como uma figura controvertida. Um cidadão admirado e enaltecido por alguns(principalmente pelos jovens) era, entretanto, criticado e combatido por outros, que nele viam uma ameaça as tradições e um elemento perigoso para a juventude. Mas sobre tudo o que o caracterizava era a atividade a que vinha se dedicando há anos e que justamente suscitava o deleite e a admiração dos jovens ,enquanto em outro despertava ressentimento: conversar .Sócrates era despreocupado...

    880  Palavras | 4  Páginas

  • Explicação: apologia de sócrates (platão)

       Sócrates no banco dos réus (ou as várias versões de Sócrates) Gisele Pereira Jorge Leite, Denise Heuseler           O passado jurídico sempre traz à baila a reflexão sobre as relações entre direito, história e filosofia. As narrativas sobre o julgamento de Sócrates é menos que realmente do que teria acontecido e, muitas vezes, o narrador sofreu influências não só do meio social em que viveu mas sobretudo do relativismo epistemológico. Pois o leitor com os olhos de hoje ousa fazer...

    6213  Palavras | 25  Páginas

  • Sócrates e a desconstrução da educação helênica

    Trabalho sobre a Defesa de Sócrates: Sócrates e a desconstrução da educação helênica “Todo povo que atinge um certo grau de desenvolvimento sente-se naturalmente inclinado à prática da educação... Uma educação consciente pode até mudar a natureza física do homem e suas qualidades, elevando-lhe a capacidade a um nível superior.” (JAEGER; p.3) Nascido em Atenas por volta de 469 a.C, Sócrates, obteve a tradicional cultura dos atenienses, aprendeu gramática, ginástica e música, também conviveu...

    2523  Palavras | 11  Páginas

  • Crítica: “apologia de sócrates”

    APOLOGIA DE SÓCRATES” Por Platão Resumo do texto: A história de Sócrates, na obra, começa com a sua defesa advertindo que dirá unicamente a verdade e, ao mesmo tempo, afirmando que seus acusadores nada disseram de verdadeiro, embora tenham sido tão convincentes, que quase fizeram o próprio Sócrates crer que era culpado pelo que não fez. Demarca-se aqui a contraposição entre a sofística e a filosofia: Sócrates, representante maior desta na obra platônica, alega que, apesar de não ter a experiência...

    1295  Palavras | 6  Páginas

  • Biografia e Ideias de Socrates

    Introdução - 1 Sócrates foi um filósofo ateniense do período clássico da Grécia Antiga. Creditado como um dos fundadores da filosofia ocidental, é até hoje uma figura enigmática, conhecida principalmente através dos relatos em obras de escritores que viveram mais tarde, especialmente dois de seus alunos, Platão e Xenofonte, bem como as peças teatrais de seu contemporâneo Aristófanes. Muitos defendem que os diálogos de Platão seriam o relato mais abrangente de Sócrates a ter perdurado da Antiguidade aos...

    2549  Palavras | 11  Páginas

  • APOLOGIA DE SÓCRATES

    APOLOGIA À SOCRÁTES ALUNO: MARCELO GONZAGA 9897413470 SANTO ANDRÉ 2014 Introdução Estamos diante de um dos raros momentos significativos da nossa história. É um instante literário, filosófico, político, jurídico e social que se torna um marco histórico, por meio das mãos literárias de Platão. Este, nobre aristocrata, soldado, habitante de uma das demos (bairro onde moravam os atenienses) de Atenas, agora, o discípulo mais notável de Sócrates, traz...

    695  Palavras | 3  Páginas

  • Sócrates e os Socráticos menores

    Sócrates e os Socráticos menores Sócrates e a fundação da filosofia moral ocidental Identificação das ideias fundamentais de cada parte do texto 1° parágrafo – Sócrates não deixa escritos mas deixa para os discípulos sofistas propagarem seus ensinamentos através do diálogo. 2° parágrafo – As fontes de Sócrates (seus discípulos) tem diferentes visões sobre os ensinamentos do mestre. 3° parágrafo – Introdução de seus ensinamentos. 4° parágrafo (O homem é sua alma) – Por alma, Sócrates entendia...

    2652  Palavras | 11  Páginas

  • Sócrates

    a.C, o tribunal dos heliastas, constituído por cidadãos provenientes das dez tribos que compunham a população de Atenas e escolhidos por meio da tiragem de sorte, reuniu-se com 500 ou 501 membros. Difícil tarefa aguardava esses juízes: julgar Sócrates, conhecida mas controvertida figura. Cidadão admirado e enaltecido por alguns — particularmente pelos jovens —, era, entretanto, criticado e combatido por outros, que nele viam uma ameaça para as tradições da polis e um elemento pernicioso...

    1603  Palavras | 7  Páginas

  • Análise da parte final da apologia de sócrates

    final da Apologia de Sócrates 1. Sínteses da cada ponto do guia de leitura 1.1 O Significado da condenação de Sócrates para ele próprio e os juízes Os juízes pensavam estar fazendo algum mal para Sócrates, fazendo-o sofrer, condenando-o à morte, mas na verdade, para Sócrates, tal condenação seria o alívio de sua alma, já que encontraria outros que morreram como ele, condenados injustamente, e que passaria a ser imortal, num lugar bem melhor que o mundo em que vivia. Ou seja, para Sócrates, os juízes...

    741  Palavras | 3  Páginas

  • Questões sobre a Apologia e Críton

    Questões sobre a Apologia e Críton Sobre a Apologia a) Segundo Sócrates, qual é o papel do filósofo? b) Como podemos entender a afirmação de Sócrates de que “a vida sem reflexão não vale a pena ser vivida”? c) Como Sócrates responde às acusações que lhe são feitas? Sobre Críton a) Por que segundo Sócrates, é importante ouvir as leis de Atenas? b) Quais os argumentos que as leis de Atenas contrapõem à proposta de Críton para que Sócrates fuja para o exílio? c) ...

    2461  Palavras | 10  Páginas

  • Socrates

    SÓCRATES A VIDA DE SÓCRATES Sócrates foi um filósofo grego, considerado um dos fundadores da filosofia ocidental. Nasceu 470 a.C. nas planícies de Licabeto, próximo a Atenas. Vinha de uma família humilde. Era filho de Sophroniscus um escultor especialista em entalhar colunas nos tempos e Phaenarete, uma parteira. Durante sua infância, ajudou seu pai no oficio de um escultor, porém, muitas vezes seus amigos zombavam, pela sua incapacidade de trabalhar com o mármore, mesmo quando parecia uma...

    1982  Palavras | 8  Páginas

  • Quem foi Sócrates.

    Sócrates nasceu em Atenas em 470/469 a. C. e morreu na mesma cidade em 399 a.C., condenado devido a uma acusação de "impiedade": ele foi acusado de ateísmo e de corromper os jovens com a sua filosofia, mas, na realidade, estas acusações encobriam ressentimentos profundos contra Sócrates por parte dos poderosos da época. Ele era filho de um escultor, chamado Sofronisco, e de uma parteira chamada Fenarete. Desde a juventude, Sócrates tinha o hábito de debater e dialogar com as pessoas de sua cidade...

    1588  Palavras | 7  Páginas

  • Socrates

    Biografia de Sócrates Sócrates(em grego: Σωκράτης, AFI: [sɔːkrátɛːs], transl. Sōkrátēs; Atenas,. 469a.C. - Atenas, 399 a.C.) foi um ateniense, filho de Sofronisco (escultor) e de Fenareta (Parteira), teve uma educação considerada tradicional para a época em que viveu, ou seja voltado para pratica de ginástica e musica, registros dão conta de sua atividade esporádica no ofício do pai, bem como de uma participação nas guerras de Penopoleso, como soldado hipólita (guerreiro a pé), função compatível...

    1326  Palavras | 6  Páginas

  • Resumo Apologia de Socrates

    Apologia de Sócrates O que é apologia? É a defesa de uma ideia. Quem foi Sócrates? Do que se trata a obra. Qual o contexto histórico? A cidade de Atenas estava se recuperando de uma derrota para Esparta na guerra do Peloponeso, estava implantando o regime democrático, onde um grupo de pessoas, família tradicionais, elaboravam leis que foram acatadas pela sociedade. Defesa do direito e da justiça ocidental 1. Versão de Platão da autodefesa de Sócrates em seu julgamento. 2. Assinada por Meleto...

    2466  Palavras | 10  Páginas

  • resenha do filme Sócrates

    Filme “Sócrates” de Roberto Rosselini Aluno: Diogo Rodrigues Lima Campos dos Goytacazes O filme de Roberto Rosselini fala de algumas passagens da vida do filósofo Sócrates, em Atenas. O filme conta desde o período de dominação da cidade por Esparta até a morte do filósofo. Sócrates no filme é retratado como um velho, com perfil despreocupado, com um comportamento diferenciado em relação aos demais membros da cidade. Sempre acompanhado por um grupo de jovens, Sócrates caminhava...

    590  Palavras | 3  Páginas

  • resenha de socrates

    Maiêutica de Administração SÓCRATES Marcos da Rosa Tutor externo: Edilce Boger Schreiber Centro Universitário Leonardo da Vinci – UNIASSELVI Bacharelado em Administração (ADG0309) – Prática do Módulo I 14/06/2013 RESUMO A sabedoria de Sócrates, possivelmente o mais sábio filósofo grego, não o levou aos aplausos dos grandes políticos, mas cativou a juventude; não o fez morrer farto de dias, mas sua influência e história se fizeram conhecidas e atravessaram os séculos; sua coragem de, ...

    1816  Palavras | 8  Páginas

  • Sócrates e platão

    Sócrates Sócrates nasceu em Atenas, em 469 a.C. e veio a falecer em Atenas, em 399 a.C. Ele ra considerado pelos seus contemporâneos um dos homens mais sábios e inteligentes. Em seus pensamentos, demonstra uma necessidade grande de levar o conhecimento para os cidadãos gregos. Seu método de transmissão de conhecimentos e sabedoria era o diálogo. Através da palavra, o filósofo tentava levar o conhecimento sobre as coisas do mundo e do ser humano. Conhecemos seus pensamentos e idéias através das...

    552  Palavras | 3  Páginas

  • Sócrates – biografia e pensamentos

    Sócrates – (470-399 a.C) São consideradas três fontes primárias acerca da biografia de Sócrates: os autores Xenofonte (Ditos e feitos memoráveis de Sócrates e Apologia de Sócrates), Aristófanes (As Nuvens) e Platão, em seus Diálogos. Não deixou nada escrito, e o retrato de sua pessoa diverge consideravelmente nos três autores. Na comédia de Aristóteles, Sócrates aparece sem nenhum glamour de circuspecto filósofo. Já em Platão ele é eleito o pai da doutrina da Academia, tornando-se seu porta-voz e...

    1706  Palavras | 7  Páginas

  • biogradia de Socrates

    Sócrates Sócrates Atenas, (469 - Atenas, 399 a.C.) foi um filósofo ateniense do período clássico da Grécia Antiga. Creditado como um dos fundadores da filosofia ocidental, é até hoje uma figura enigmática, conhecida principalmente através dos relatos em obras de escritores que viveram mais tarde, especialmente dois de seus alunos, Platão e Xenofonte, bem como as peças teatrais de seu contemporâneo Aristófanes. Muitos defendem que os diálogos seriam o relato mais abrangente de Sócrates a ter perdurado...

    4083  Palavras | 17  Páginas

  • Apologia de sócrates

    [pic] Introdução: O Mais Sábio dos Homens Sócrates nasceu em Atenas, no subúrbio de Alopeke, 469 anos antes de Cristo. Seu pai era escultor e sua mãe parteira. O método socrático, como desde antigamente se observou, tinha um pouco das qualidades das profissões de seus pais. Sócrates não impunha o conhecimento, mas à maneira da profissão materna, ajudava para que ele viesse à tona de dentro do discípulo, que o produzia...

    1056  Palavras | 5  Páginas

  • Socrates e Platao Seminario

    Sócrates e Platão Seminário SócratesSócrates  foi o pioneiro do que atualmente se define como Filosofia Ocidental. Nascido em Atenas, por volta de 470 ou 469 A.C., seguiu os passos do pai, o escultor Sofrônico, ao estudar seu ofício, mas logo depois se devotou completamente ao caminho filosófico, sem dele esperar nenhum retorno financeiro, apesar da precariedade de sua posição social. Seu trabalho seria marcado profundamente pelos textos de Anaxágoras, outro célebre filósofo grego. Suas...

    781  Palavras | 4  Páginas

  • Socrates

    Sócrates Sócrates | | | Nome completo | Sócrates (Σωκράτης) | Escola/Tradição: | Filosofia grega | Data de nascimento: | c. 469 / 470 a.C. | * Local: | Atenas | Data de falecimento | 399 a.C. - 70 ou 71 anos. | * Local: | Atenas | Principais interesses: | Conhecimento Filosofia Epistemologia Ética Religião Política Virtude | Trabalhos notáveis: | Maiêutica Método socrático Paradoxo Socrático Idéias Filosóficas | Influênciado por: | Parmênides Anaxágoras Arquelau...

    2241  Palavras | 9  Páginas

  • Sócrates

    Sócrates Sócrates (Atenas, c. 469 a.C. - Atenas, 399 a.C.) foi um filósofo ateniense do período clássico da Grécia Antiga. Creditado como um dos fundadores da filosofia ocidental, é até hoje uma figura enigmática, conhecida principalmente através dos relatos em obras de escritores que viveram mais tarde, especialmente dois de seus alunos, Platão e Xenofonte, bem como as peças teatrais de seu contemporâneo Aristófanes. Muitos defendem que os diálogos de Platão seriam o relato mais abrangente de...

    4052  Palavras | 17  Páginas

  • Pequeno resumo sobre a obra "Apologia de Sócrates"

    texto “Apologia de Sócrates” escrito por Platão refere-se à defesa de Sócrates no tribunal contra as acusações que lhe eram dirigidas por certas autoridades de sua época. Dentre estas acusações, destacam-se duas: o fato deste filósofo estar pervertendo os jovens com sua oratória (eloqüência), e a questão de Sócrates não acreditar nos deuses que os atenienses acreditavam e criar novos deuses para a cidade. A obra de Platão é dividida em três partes. A primeira refere-se à defesa de Sócrates, a segunda...

    852  Palavras | 4  Páginas

  • Resenha do livro Magia e Poder no Império Romano: a apologia de Apuleio

    RESENHA DO LIVRO MAGIA E PODER NO IMPÉRIO ROMANO: A APOLOGIA DE APULEIO Um caso de acusação de magia a um membro da elite do Principado Romano no século II d.C. é o tema central do livro Magia e Poder no Império Romano: a Apologia de Apuleio, que é resultado da dissertação de mestrado de Semíramis Corsi Silva. O estudo foi possível através da análise das fontes literárias do Principado Romano, principalmente do discurso escrito pelo próprio acusado de magia, Apuleio de Madaura, utilizado para...

    1700  Palavras | 7  Páginas

  • Sócrates

    Sócrates era considerado pelos seus contemporâneos um dos homens mais sábios e inteligentes. Em seus pensamentos, demonstra uma necessidade grande de levar o conhecimento para os cidadãos gregos. Seu método de transmissão de conhecimentos e sabedoria era o diálogo. Através da palavra, o filósofo tentava levar o conhecimento sobre as coisas do mundo e do ser humano.  Conhecemos seus pensamentos e idéias através das obras de dois de seus discípulos: Platão e Xenofontes. Infelizmente, Sócrates não...

    662  Palavras | 3  Páginas

  • biografia de socrates

    Sócrates (em grego: Σωκράτης, AFI: [sɔːkrátɛːs],  HYPERLINK "http://pt.wikipedia.org/wiki/Transl." \o "Transl." transl. Sōkrátēs; Atenas, c. 469 a.C. - Atenas, 399 a.C.)1 foi um filósofo ateniense do período clássico da Grécia Antiga. Creditado como um dos fundadores da filosofia ocidental, é até hoje uma figura enigmática, conhecida principalmente através dos relatos em obras de escritores que viveram mais tarde, especialmente dois de seus alunos, Platão e Xenofonte, bem como as peças teatrais de...

    2492  Palavras | 10  Páginas

  • A vida de Sócrates, Platão e Aristóteles

    Sócrates: Sócrates, nasceu em Atenas, seu pai era escultor, sua mãe era parteira.Foi casado e teve três filhos.  Para a época não se poderia considerá-lo um aristocrata.  Era feio de aparência, mas carismático ao extremo. Uma pessoa paciente, simples, extrovertida que além de possuir uma mente brilhante, tinha um domínio de sí próprio a toda prova.  Essas qualidades fizeram dele um filosofo, buscava questionando a todos de forma indistinta(ricos e pobres), ensinar através de seu método( Maiêutica)...

    675  Palavras | 3  Páginas

  • Sócrates

    Sócrates ( Atenas. 469 a.C. - Atenas, 399 a.C. ) Foi um filósofo ateniense do período clássico da Grécia Antiga. Creditado como um dos fundadores da filosofia ocidental, é até hoje uma figura enigmática, conhecida principalmente através dos relatos em obras de escritores que viveram mais tarde, especialmente dois de seus alunos, Platão e Xenofonte, bem como as peças teatrais de seu contemporâneo Aristófanes. Muitos defendem que os diálogos de Platão seriam o relato mais abrangente de Sócrates a...

    885  Palavras | 4  Páginas

  • Aristóteles, platão e sócrates

    praticamente todos os ramos do saber. Biografia de Platão: Platão (427 a.C.-347 a.C.) foi um filósofo grego da antiguidade. Foi considerado um dos principais pensadores gregos. Tornou-se discípulo do filósofo Sócrates. Escreveu inúmeros diálogos e cartas, onde a figura principal é Sócrates. Sua filosofia é baseada na teoria de que o mundo que percebemos com nossos sentidos é um mundo ilusório, confuso. O mundo espiritual é mais elevado, eterno, onde está o que existe verdadeiramente, as ideias, que...

    1112  Palavras | 5  Páginas

  • Filofia: Sócrates

    Menezes Leia atentamente as REGRAS seguintes: I- este trabalho é composto por 15 (quinze) questões objetivas e de múltipla escolha e questões objetivas/subjetivas que necessitam de justificativa para sua resposta; II- não serão aceitos trabalhos incompletos ou com questões não justificadas; III- não serão aceitos trabalhos entregues após a data estipulada; IV- é obrigatório a resolução de todas as questões; V- trabalhos sem nomes serão anulados; VI- o presente trabalho recupera até 15 pontos...

    4218  Palavras | 17  Páginas

  • Biografia de sócrates

    Detalhes sobre a vida de Sócrates derivam de três fontes contemporâneas: os diálogos de Platão, as peças de Aristófanes e os diálogos de Xenofonte. Não há evidência de que Sócrates tenha ele mesmo publicado alguma obra. Alguns autores defendem que ele não deixou nada escrito pois, além de na sua época a transmissão do saber ser feita, essencialmente, pela via oral, Sócrates assumia-se como alguém que sabe que nada sabe. Assim, para ele, a escrita fecharia o conhecimento, deixando-o de forma acabada...

    2509  Palavras | 11  Páginas

  • Socrates

    ____ Turma:____ – Biografia Sócrates – Detalhes sobre a vida de Sócrates derivam de três fontes contemporâneas: os diálogos de Platão, as peças de Aristófanes e os diálogos de Xenofonte. Não há evidência de que Sócrates o tenha mesmo publicado alguma obra. Alguns autores defendem que ele não deixou nada escrito, pois, além de na sua época a transmissão do saber ser feita, essencialmente, pela via oral, Sócrates assumia-se como alguém que sabe que nada sabe. Assim, para...

    2683  Palavras | 11  Páginas

  • O Julgamento de Sócrates

    1 – LOCAL............................................................................................... 3 1.1.2 – CENÁRIO....................................................................................... 5 1.1.3 – O RÉU – SOCRÁTES................................................................... 5 2 – DO CRIME À ACUSAÇÃO – “A PROCURA DO CONHECIMENTO”.................................................................................... 6 2.1 – FORMA DE APRESENTAÇÃO...

    3464  Palavras | 14  Páginas

  • sócrates

    SÓCRATES MARÇO DE 2014 Introdução O trabalho fala sobre Sócrates, filosofo grego, Nascido nas planícies do monte Licabeto, próximo a Atenas no ano de 469 a.C, veio de uma família humilde, seu pai era um escultor e sua mãe era parteira. Faleceu em 399 a.C. Certa vez, ajudando sua mãe em um parto ele pensou: “Minha mãe não irá criar o bebê, apenas ajudá-lo-á a nascer e tentará diminuir a dor do parto. Ao mesmo tempo, se ela não tirar o bebê...

    2276  Palavras | 10  Páginas

  • Sócrates

    um homem.” Sócrates foi o pioneiro do que atualmente se define como Filosofia Ocidental. Nascido em Atenas, por volta de 470 ou 469 a.C., seguiu os passos do pai, o escultor Sofrônico, ao estudar seu ofício, mas logo depois se devotou completamente ao caminho filosófico, sem dele esperar nenhum retorno financeiro, apesar da precariedade de sua posição social. Seu trabalho seria marcado profundamente pelos textos de Anaxágoras, outro célebre filósofo grego. No início, Sócrates caminhou pelas...

    5449  Palavras | 22  Páginas

  • Sócrates e os sofistas

    Sócrates e os Sofistas O pensamento de Sócrates inaugura a filosofia clássica, rompendo com a preocupação quase que exclusivamente centrada na formulação de doutrinas sobre a realidade natural que encontramos nos filósofos pré-socráticos, é nesse momento que a problemática ético-politica passa ao primeiro plano da discussão filosófica como questão urgente da sociedade grega, superando a questão da natureza como temática central. Os sofistas são contemporâneos de Sócrates, seu principal adversário...

    966  Palavras | 4  Páginas

  • Sócrates (470-399 a.C.)

    Sócrates (470-399 a.C.) Sócrates nasceu em Atenas, Grécia em 470 a.C era filho de um escultor e de uma parteira ele aprendeu o oficio de seu pai, conhecia a doutrina dos filósofos que o antecederam e de seus contemporâneos. Discutia em praça publica sem nada cobrar não escreveu nem uma obra, sendo conhecido apenas pelas descrições dadas por seus discípulos, sobretudo Platão e Xenofonte. Platão retrata no texto apologia de Sócrates o julgamento de seu mestre, que estava sendo acusados de corromper...

    897  Palavras | 4  Páginas

  • A paideia de sócrates e platão e a realidade da educação atual no brasil

    A PAIDEIA DE SÓCRATES E PLATÃO E A REALIDADE DA EDUCAÇÃO ATUAL NO BRASIL Atibaia - SP 2009 TERESINHA DE SOUZA MENEZES A PAIDEIA DE SÓCRATES E PLATÃO E A REALIDADE DA EDUCAÇÃO...

    16289  Palavras | 66  Páginas

  • Socrates e platão

    GRUPO EDUCACIONAL UNIESP GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO JOSÉ RALFF TURMA E Sócrates e Platão SÃO ROQUE/SP 2012 JOSÉ RALFF SANTOS DE MORAES Sócrates e Platão Trabalho apresentado disciplina de Filosofia para a do 2º semestre sob orientação da profª Jane. SÃO ROQUE/SP 2012 Sócrates “Só sei que nada sei.” Com essas palavras Sócrates reagiu ao pronunciamento do oráculo de Delfos, que o aponta como o mais sábio de todos os homens. O pensador foi...

    2343  Palavras | 10  Páginas

  • Filosofo socrates

    realista. Sócrates questiona as tradições gregas, entre elas costumes dos cidadãos e suas crenças, inclusive nos deuses. A inteligência para pensar e o talento para a oratória o tornam popular entre os jovens atenienses, o que desperta a atenção dos cidadãos poderosos e conservadores da cidade. Denunciado como subversivo por não acreditar nos deuses gregos, por introduzir novos deuses e por corromper a juventude, é condenado a suicidar-se com cicuta, sentença cumprida em Atenas. Sócrates Vida do...

    5113  Palavras | 21  Páginas

  • SÓCRATES, PLATÃO E ARISTÓTELES

    SÓCRATES, PLATÃO E ARISTÓTELES Esses três filósofos foram os inauguradores da filosofia ocidental como a que concebemos ainda hoje em muitos aspectos. O período em que Sócrates, Platão e Aristóteles despontaram é considerado como o período áureo da Filosofia, dada a imensa contribuição deles para o avanço do pensamento filosófico. SUMARIO INTRODUÇÃO ...

    2231  Palavras | 9  Páginas

  • Sócrates

    Filosofia Sócrates Nome : Crystal Araújo Sala: 1° V2 HILDA MIRANDA NASCIMENTO - SERRA/ES Biografia Sócrates Sócrates nasceu por volta do ano 470 a.C. em Atenas, filho de Sofrônico, escultor, e de Fenáreta, parteira. Filho de pais humildes, dedicou-se ao estudo da filosofia e à meditação, mesmo sem qualquer recompensa financeira. Mas é difícil falar sobre Sócrates, já que tudo em torno de sua vida é envolvida por mistérios. Não escreveu nada sobre suas...

    1775  Palavras | 8  Páginas

tracking img