• Resenha peter drucker
    Introdução A obra sociedade pós-capitalista de Peter Drucker,foi publicada em 1993, e mostra como as transformações do mundo atual, afetam e poderõ afetar nas próximas décadas a sociedade, a economia, as empresas e a política. Além disso a obra examina os grandes saltos do passado, como a...
    1509 Palavras 7 Páginas
  • Modernidade e pós-modernidade
    ao modo de produção capitalista? Nos meios acadêmicos, políticos e até mesmo nos meios oligopolistas de comunicação se usa termos como “globalização”, “reestruturação produtiva”, “terceirização”, “neoliberalismo”, “fim do socialismo”, “fim do estado-nação”, “sociedade pós-industrial”, “pós...
    5515 Palavras 23 Páginas
  • Graduanda
    . Para se discutir a pós- modernidade, as autoras fazem primeiramente uma análise sobre a modernidade. Segundo Sousa, a sociedade moderna teve início na transição do século XVIII, período marcado pela vigência da sociedade capitalista. A burguesia surge com um papel revolucionário, com o propósito de...
    1231 Palavras 5 Páginas
  • Resenha: “sociedade pós – capitalista” de peter drucker
    DRUCKER, Peter F. Sociedade Pós-Capitalista. Tradução por Nivaldo Montingelli Jr. 7ª ed. São Paulo: Ed. Pioneira, 1999. 175 p. Peter Drucker (1909 - †2005) Nascido em novembro de 1909, em Viena, na Áustria, licenciou-se em Direito público e internacional na Universidade de Frankfurt, na...
    310 Palavras 2 Páginas
  • O clube da luta
    O pós modernismo é o nome aplicado as mudanças ocorridas na ciências, nas artes e nas sociedade avançadas desde 1950. Atualmente se expande na moda, na musica, na literatura e no cinema. Essa grande revolução decorreu em função de adventos tecnológicos, entre eles, o chip, que delineou um ambiente...
    1445 Palavras 6 Páginas
  • Comunicação na pós modernidade
    varidas formas. Que poderia afirmar,contudo é que a Pós-Modernidade é uma nova modalidade de pensar de viver.Essa Pós-Modernidade está baseada no binômio sujeito/instituição concebendo as relações como comunicações.Ganha corpo percepção de uma sociedade baseada em múltiplas relações por meios...
    2998 Palavras 12 Páginas
  • Sociedade capitalista
    A PRODUÇÃO DO CONHECIMENTO SEGUNDO A RAZÃO INSTRUMENTAL Lenildes Ribeiro Silva Almeida Resumo: este artigo expõe uma reflexão acerca da produção do conhecimento na sociedade atual. Esse conhecimento se faz obedecendo à racionalidade instrumental, constitutiva do sistema capitalista. Essa...
    4351 Palavras 18 Páginas
  • Trabalho na atualidade
    Sumário Introdução2 Trabalho na Atualidade3 Pra que existe o trabalho?4 Transformações no mundo do trabalho 4 Fordismo4 Taylorismo5 Pós-fordismo7 O trabalho na sociedade capitalista8 Conclusão9 Referências9 INTRODUÇÃO De acordo com a realidade no mundo, hoje...
    2576 Palavras 11 Páginas
  • Nell
    ); “Tomando como ponto de partida desaparecimento da relação de trabalho e apoiados nas oposições binárias/ desemprego e tempo de trabalho/ tempo livre, alguns autores afirmam que estamos vivendo uma nova era que será chamada de: “pós-mercado”, “pós-trabalho”, “pós-industrial”, “pós-capitalista” etc.”(pag33...
    854 Palavras 4 Páginas
  • Resenha do livro “sociedade pós-capitalista”
    Resenha do livro “SOCIEDADE PÓS-CAPITALISTA” Peter Druker DRUCKER, Peter. Sociedade Pós-Capitalista. São Paulo: Pioneira, 1995. O livro apresenta a visão de Peter Drucker, conhecido autor em Administração, sobre o que possivelmente ocorrerá num futuro próximo. Para ele, tal como o...
    8898 Palavras 36 Páginas
  • resenha joao emanuel
    detalhada da modernidade aponta para seus vínculos com o sistema capitalista, bem como suas manifestações e mazelas, as quais são debitadas à própria modernidade, mas que os teóricos pós-modernos insistem em inverter a situação como se tais manifestações nada tivessem haver com a sociedade burguesa...
    3180 Palavras 13 Páginas
  • Resenha sobre o texto de michael hart e antonio negri.
    função de desenvolvimento do capital. A pós-modernidade é vista como uma nova fase de acumulação capitalista e comodificação que acompanha a realização contemporânea do mercado mundial. Desta forma o Império só pode ser concebido como uma república universal, uma rede de poderes e contra poderes...
    4920 Palavras 20 Páginas
  • Período pós-modernidade
    , Sociedade, fordismo. Período pós-moderno: A importância do capitalismo em meados do século XX trouxe uma nova roupagem, principalmente no sentido de avanços tecnológicos que passaram a exercer uma grande influencia, caracterizando um novo período o que os teóricos definiram de pós-modernidade...
    1113 Palavras 5 Páginas
  • Resenha critica serviço social na contemporaniedade iamamoto
    moderno ou pós-moderno, entendendo que para alguns autores a modernidade é definida como a época das incertezas, das fragmentações, desconstruções sociais e até mesmo troca de valores éticos e morais construídos culturalmente em nossa sociedade. Atualmente tem ocorrido na sociedade capitalista na qual...
    1779 Palavras 8 Páginas
  • A obra de arte na era da reprodução eletrônica e dos bancos de imagem
    O livro condição pós moderna do geógrafo britânico e professor de universidades norte-americanas, David Harvey; vem discorrer acerca dos contornos e das realidades da condição da sociedade pós moderna, considerando o contexto capitalista e perfazendo as suas consequências dentro do âmbito social...
    935 Palavras 4 Páginas
  • Revolução Russa e as Sociedades Pós-Revolucionárias
    aparecem em algum grau na história muito tempo antes da fase capitalista Sua forma plenamente desenvolvida está no capitalismo Capitalismo: sistema orgânico, relações devem ser superadas na totalidade Sociedades pós-revolucionárias: sociabilidades que descartam o capitalismo, mas são regidas pelo...
    4379 Palavras 18 Páginas
  • sociologia aplicada a empresa
    modernidade, ou seja, para uma crise do modo de produção capitalista. Isto abre amplas perspectivas para a revolução e a instauração da autogestão social. Podemos, agora, retornar à questão da pós-modernidade. As sociedades atuais são modernas e não pós-modernas. A própria ideologia pós-moderna é...
    31156 Palavras 125 Páginas
  • Plano de marketing
    desestabilizador A sociedade, a comunidade e a família são instituições preservadoras. A organização da sociedade pós-capitalista de organizações é um fator desestabilizador. Como sua função é de pôr o conhecimento para trabalhar - em ferramentas, processos e produtos; no trabalho - no conhecimento...
    564 Palavras 3 Páginas
  • Modernidade
    periféricas, esta versão foi semelhante à modernização capitalista. Assumindo muitas outras expressões, como progresso, crescimento ou desenvolvimento, a modernização é sustentada pela visão evolucionista da História e das sociedades, que postula a superioridade da economia e da cultura ocidentais em...
    2782 Palavras 12 Páginas
  • Há como associar os valores da pós-modernidade com a essência do direito coletivo?
    afetivas. Diante disso, constata-se a partir da análise, que a sociedade pós-moderna revela-se cada vez mais vinculada ao culto à forma, à estética e aos princípios capitalistas, bem como perdura nela um discurso materialista e exageradamente egocêntrico, uma vez que a valorização da estética...
    1590 Palavras 7 Páginas