O brasil pode ficar para tras

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (324 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Faculdade Paulo Setúbal
Alunos: Ana Paula Tribioli ID: 208149
Érica de Lara F.V. Crescencio ID: 208150
Paulo Eduardo Saroba ID: 208216Rafaela Vieira de Souza ID: 208163
Shirley Fida ID: 208298
Terezinha Vieira de Souza ID: 208288
Professora:Rosana

Revista Exame: “O Brasil pode ficar para trás”

Conforme a entrevista realizada pela revista Exame, dada pelo especialista mundial em competitividade Michael Porter, relata que os paísesemergentes cresceram rapidamente e os países ricos não seguiram o mesmo ritmo. Com isso os países emergentes como o Brasil pode ter uma grande vantagem na Economia, devido ao beneficio de seus recursosnaturais.
No entanto é preciso que o nosso governo reduza a burocracia e impostos, e seja um instrumento de indutor ao crescimento e fiscalizador do mercado, para que possa dar continuidade ao seucrescimento de maneira favorável e renovadora.
Em relação aos países ricos, discordamos que os mesmos não utilizam barreiras protecionistas, exemplos:
1) Os Estados Unidos impõem barreiras para aimportação do suco de laranja e o álcool brasileiro;
2) O governo francês banca em até 40% a renda dos trabalhadores rurais, e principalmente produtores de queijo e vinho para evitar um êxito rural paraas cidades.
Para Michael Porter, é preciso que não haja barreiras, pois a competitividade nem sempre é necessário que para um país ganhar, o outro precisa perder, ou seja, uma boa convivência podeser produtiva para todos.
Conclusão
A desregulamentação do mercado financeiro e Estados Unidos, sem a fiscalização dos governos, é o principal motivo da crise de 2008 que se arrasta até hoje. E oaperto fiscal e monetário é fator preponderante para a continuidade da crise, visto que, apesar de pequeno a Islândia optou por seguir caminho diferente do escolhido pelos demais países da Europa, ou...
tracking img