O aluno na sociedade

O ALUNO NA SOCIEDADE E A SOCIOLOGIA
Sociologia é o estudo do comportamento social das interações e organizações humanas. Todos nós somos
sociólogos porque estamos sempre analisando nossoscomportamentos e nossas experiências interpessoais
em situações organizadas. O objetivo da sociologia é tornar essas compreensões cotidianas da sociedade mais
sistemáticas e precisas, à medida que suaspercepções vão além de nossas experiências pessoais.
Assim como toda ciência, a Sociologia pretende explicar a totalidade do seu universo de pesquisa. Ainda que
esta tarefa não seja objetivamentealcançável, é tarefa da Sociologia transformar as malhas da rede com a
qual a ela capta a realidade social cada vez mais estreitas.
Diferentes realidades
A sociologia também busca mostrar ao indivíduo asdiferentes realidades que o cerca. Porém, a Sociologia
não é uma ciência e sim apenas uma orientação teórico-metodológica dominante. Ela traz diferentes
estudos e diferentes caminhos para a explicaçãoda realidade social. Assim, pode-se claramente observar
que a Sociologia tem ao menos três linhas mestras explicativas, fundadas pelos seus autores clássicos, das
quais podem se citar, nãonecessariamente em ordem de importância:
(1) a positivista-funcionalista, tendo como fundador Auguste Comte e seu principal expoente clássico em
Émile Durkheim, de fundamentação analítica;
(2) a sociologiacompreensiva iniciada por Max Weber, de matriz teórico-metodológica hermenêuticocompreensiva;
e
(3) a linha de explicação sociológica dialética, iniciada por Karl Marx, que mesmo não sendo umsociólogo e
sequer se pretendendo a tal, deu início a uma profícua linha de explicação sociológica.
Para o filósofo francês Émile Durkheim, na vida em sociedade o homem defronta com regras de conduta
quenão foram diretamente criadas por ele, mas que existem e são aceitas na vida em sociedade, devendo ser
seguidas por todos.
Seguindo essas idéias, Durkheim afirma que os fatos sociais, ou seja,...