O aborto no brasil

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2614 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
SUMÁRIO

INTRODUÇÃO 4

O ABORTO E A SAÚDE PÚBLICA .....................................................................................5

1 AS DIMENSÕES DO ABORTO........................................................................................5

2 LEGALIZAÇÃO...............................................................................................................6

2.1CIÊNCIA E QUALIDADE DE VIDA 6
2.1.1 Somos sujeitos ativos na construção da história 7
CONCLUSÃO OU CONSIDERAÇÕES FINAIS 8
REFERÊNCIAS 9

ABORTO NO BRASIL: AS DIMENSÕES DO ABORTO E AS CONSEQUÊNCIAS DO ABORTO NA ADOLESCÊNCIA.

 

RESUMO: Os riscos que a gravidez na adolescência pode proporcionar são uma grande preocupação. Deve-se iniciar a prevenção antes mesmo que ocorra uma gravidezindesejada. Uma das principais conseqüências que acompanham a gestação precoce é o aborto, sendo de alta relevância na Saúde Pública do Brasil. A gravidez precoce pode ser entendida como fator de risco ou proteção na vida dos adolescentes. O número de abortos feito em adolescentes aumenta na mesma proporção que aumentam os casos de gravidez na adolescência.  A questão do aborto é tratada pelasociedade como um tabu. Discute-se muito sobre a legalização, mas fala-se pouco dos riscos e seqüelas que envolvem a interrupção de uma gravidez. A discussão no Brasil é dividida em dois grupos: de um lado aqueles que defendem um projeto legal de descriminalização do aborto; e de outro lado aqueles que são contra a legalização, representadas, principalmente, pela Igreja Católica que defende a vidaembrionária e fetal desde o início da sua concepção, opondo-se a qualquer forma de aborto. O tema é, portanto, de suma importância e atualidade. É preciso refletir sobre as motivações e concepções que estão presentes nas duas posturas levantadas.

 

 

PALAVRAS-CHAVE: Aborto; adolescência; legislação; religião.

INTRODUÇÃO

 

O aborto é a remoção ou expulsão prematura deum embrião ou feto do útero, resultando na sua morte ou sendo por esta causada. Isto pode ocorrer de forma espontânea ou artificial, provocando-se o fim da gestação, e consequentemente o fim da vida do feto, mediante técnicas médicas, cirúrgicas entre outras.

O aborto precisa ser discutido com mais sensibilidade. As diferenças sócio-econômicas, as questões de gênero e os problemas afetivos devemser considerados. A pesquisa visa analisar e contextualizar dados a respeito do aborto, principalmente em adolescentes, e analisar os dois grupos formados, os que defendem a legalização do aborto e os que são contra, defendendo a vida desde o início de sua concepção.  Os dados colhidos comprovam que Informação e educação são os meios mais eficazes para evitar os traumas e as mortes prematuras.A gravidez durante a adolescência é considerada como um grande problema de Saúde Pública no Brasil, como também em outros países. A situação vem agravando-se a cada dia, pois muitas vezes tem como conseqüência a prática do aborto, que se constitui em uma das principais causas de mortalidade relacionadas à gravidez na adolescência. Dentre os principais fatores que levam à gravidez precoce nãopodemos deixar de comentar a atividade sexual, que é praticada cada vez mais cedo, influenciada pela globalização e a falta de diálogo com os pais, tendo em vista que esse assunto ainda é um tabu dentro da família. A adolescente que aborta é vítima de um sistema de desinformação, de falta de diálogo e de ineficácia na assistência médica. 

A discussão sobre o aborto está basicamentecentrada na polêmica da legalização e da criminalidade. Quando se discute o aspecto ético, moral e legal do aborto, quase sempre nos deparamos com argumentos repetitivos. Os favoráveis apelam para a autonomia da mulher que decide ou não levar a termo uma gravidez. Os contrários apelam para a dignidade da vida humana embrionária e fetal desde o início da vida.

 

METODOLOGIA

O...
tracking img