A coragem de criar - rollo may

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2691 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
RESUMO DO LIVRO:

A CORAGEM DE CRIAR – ROLLO MAY.

NOTA INTRODUTÓRIA

O livro nos remete a um tema que é a coragem de criar. Coragem necessária para que o homem possa firmar-se e comprometer-se, alicerce de outras virtudes. Criatividade como o processo de criar algo novo por um processo de desconstrução do existente, aliado a percepção e consciência do mundo. O autor fala das pessoascriativas em sua luta e busca da significação, diante do mundo que não valoriza a arte e a imaginação, hipoteticamente o alimento essencial à vida.
O livro mostra toda a experiência vivida pelo autor e exemplifica muitas de suas teorias e hipóteses formuladas, através de contatos com pessoas do seu meio e pacientes tratados por ele.

1. O QUE É A CORAGEM?
O autor inicialmente define “a coragem”, devárias maneiras, como: a capacidade de seguir em frente, a condição de expressar as nossas idéias originais, o compromisso de engajamento para contribuição a um todo, o alicerce que suporta e tornar reais todas as virtudes e valores. O autor ainda separa o homem do resto da natureza pelo fato do homem conseguir afirmar-se e comprometer-se, o homem pelas múltiplas decisões que tomam diariamenteconsegue valor e dignidade, essas decisões exigem coragem.
2. A coragem física.
Nesse tipo de coragem é percebida a expressão corporal da coragem o poder egocêntrico sobre outras pessoas, confunde-se com desmandos de violência. O autor sugere um novo tipo de coragem física, o cultivo da sensibilidade do corpo a expressão corporal como modo de criar empatia com outras pessoas.

3. A coragem moralA coragem moral tem origem na identificação do indivíduo com o sofrimento do próximo, pode ser chamada também de coragem perceptiva, que expressa a condição de se perceber o sofrimento do outro e se fazer algo a respeito se envolver.
4. coragem social.
Seria segundo o autor a coragem de se relacionar com os outros seres humanos, intimidade simultânea nos vários níveis de personalidade. Coragempara se entregar a um relacionamento autêntico compartilhando desejos, aspirações, temores, etc.
5. Um paradoxo da coragem
Característico de todos os tipos de coragem é a contradição que devemos nos comprometer por completo e ao mesmo tempo termos a consciência que podemos estar errado, seria como poder assumir compromisso e ao mesmo tempo ter dúvidas. O compromisso mais saudável não é o queestá livre de dúvidas, mas o que existe apesar delas.
6. A coragem criativa.
Segundo o autor a coragem criativa é a descoberta de novas formas, novos símbolos, novos padrões segundo os quais uma nova sociedade pode ser construída. Todas as profissões passam por mudanças e precisam de indivíduos corajosos que valorizem e dirijam essas mudanças. Os artistas são considerados segundo o autor, aquelesque nos dão um aviso antecipado de como se encontra a nossa cultura, pois conseguem expressar o sentimento da importância de ser humano em todas as suas obras. Sobre a criatividade dos artistas o ponto principal surge quando o autor coloca que a criatividade autêntica requer muita coragem, pois desperta a inveja dos Deuses, fazendo alusão ao poder que os artistas têm de provocar mudanças nospensamentos e renovar seus sentimentos e suas criações a cada momento ou a cada dia.

II. A NATUREZA DA CRIATIVIDADE
Neste ponto tentamos descobrir a natureza da criatividade, a maneira que esta se evidencia e como se manifesta, assim traçamos hipóteses com essa finalidade. A teoria compensatória, podemos dizer que é uma hipótese simplista, mas segundo o autor tem algum mérito e deve ser considerada,que trata que a criatividade provém de uma forma compensatória no indivíduo de suprir algum tipo de anomalia e defeito existente. As tendências compensadoras do indivíduo influenciam as formas da sua criação, mas não explicam o processo criativo. As necessidades de compensação influenciam a vocação, ou o campo escolhido na cultura ou na ciência, mas não explicam a criação das mesmas. Outras...
tracking img