Volvismo toyotismo fordismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1118 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]




FUNDAÇÃO COMUNITÁRIA TRICORDIANA DE EDUCAÇÃO

Decretos Estaduais n.º 9.843/66 e n.º 16.719/74 e Parecer CEE/MG n.º 99/93

UNIVERSIDADE VALE DO RIO VERDE DE TRÊS CORAÇÕES

Decreto Estadual n.º 40.229, de 29/12/1998.







Fordismo Toyotismo Volvismo

Marcos Eduardo Gomes











Betim - MG

2012

Marcos Eduardo Gomes

Tecnologia Em Gestão DaProdução Industrial



















Atividade apresentada ao curso de Gestão da Produção Industrial da Universidade Vale do Rio Verde – UNINCOR como requisito parcial à obtenção do grau de Tecnólogo.

Professor (a): Eduardo Carvalho













Betim - MG

2012

Fordismo

Idealizadopelo empresário estadunidense Henry Ford (1863-1947), fundador da Ford Motor Company, o Fordismo é um modelo de produção em massa que revolucionou a indústria automobilística a partir de janeiro de 1914, quando introduziu a primeira linha de montagem automatizada. Ford utilizou à risca os princípios de padronização e simplificação de Frederick Taylor e desenvolveu outras técnicas avançadas para aépoca. Suas fábricas eram totalmente verticalizadas. Ele possuía desde a fábrica de vidros, a plantação de seringueiras, até a siderúrgica.
Ford criou o mercado de massa para os automóveis. Sua obsessão era tornar o automóvel tão barato que todos poderiam comprá-lo, porém mesmo com o barateamento dos custos de produção, o sonho de Henry Ford permaneceu distante da maioria da população.

O objetivoprincipal deste sistema era reduzir ao máximo os custos de produção e assim baratear o produto, podendo vender para o maior número possível de consumidores. Desta forma, dentro deste sistema de produção, uma esteira rolante conduzia a produto, no caso da Ford os automóveis, e cada funcionário executava uma pequena etapa. Logo, os funcionários não precisavam sair do seu local de trabalho,resultando numa maior velocidade de produção. Também não era necessária utilização de mão-de-obra muito capacitada, pois cada trabalhador executava apenas uma pequena tarefa dentro de sua etapa de produção.

O Fordismo foi o sistema de produção que mais se desenvolveu no século XX, sendo responsável pela produção em massa de mercadorias das mais diversas espécies. 
Na década de 1980, o fordismo entrouem declínio com o surgimento de um novo sistema de produção mais eficiente. O Toyotismo, surgido no Japão, seguia um sistema enxuto de produção, aumentando a produção, reduzindo custos e garantindo melhor qualidade e eficiência no sistema produtivo. Enquanto para os empresários o fordismo foi muito positivo, para os trabalhadores ele gerou alguns problemas como, por exemplo, trabalho repetitivo edesgastante, além da falta de visão geral sobre todas as etapas de produção e baixa qualificação profissional. O sistema também se baseava no pagamento de baixos salários como forma de reduzir custos de produção.

Toyotismo
Toyotismo é um modo de organização da produção capitalista originário dos EUA, resultante da conjuntura desfavorável do país. O toyotismo foi criado na fábrica da Toyota nosE.U. A (dando origem ao nome) após a Segunda Guerra Mundial, este modo de organização produtiva, elaborado pelo Taiichi Ohno

Sua  principal característica  é a  flexibilização. Ao analisar o sistema fordista e criar seu próprio, os japoneses tiveram de superar vários obstáculos para poderem competir em larga escala, como por exemplo: seu mercado doméstico, sua mão de obra que não se adaptariaao esquema taylorista, a busca por tecnologia e a dificuldade de exportar.

Eles desenvolveram assim uma série de inovações técnicas, que acabaram por facilitar a modificação de características de seus produtos e conseqüentemente, facilitavam o reparo de defeitos.

     Em conseqüência de uma demissão me massa após a Segunda Guerra, desenvolveu-se em suas fábricas uma particularidade também...
tracking img