Villela e suzigan

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 42 (10361 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
2. Tendências de Longo Prazo

Villela e Suzigan


2.1 Introdução

Ao final do Império, a economia brasileira dependia fundamentalmente da agricultura (café no centro sul, açúcar no NE, borracha no NO), responsável maior pelo comércio externo (divisas em moeda estrangeira) e pela receita governamental (75%).

Migrantes constituíam mão-de-obra principal das culturas da borracha (vindos doNE) e café (europeus), mas no açúcar ainda havia grande participação dos escravos, cujos donos tiveram que ser socorridos financeiramente pelo Governo após a abolição (desorganização causada por hipotecas e contratos garantidos por escravos e propriedades).

Crise financeira e escassez de moeda foram seguidas pela lei bancária de 1888, que permitia a emissão por bancos privados. O resultado seráuma grade inflação na década de 1890.

Estes fatores são os que nortearam a política econômica brasileira após a Proclamação da República. As tendências de longo prazo serão estudadas a seguir.


2.2 A Política Econômico-Financeira na República

(muito importante o parágrafo abaixo)
Caracterizada por bruscas mudanças de orientação (devido a fatores internos e principalmente externos), apolítica econômica (monetária, fiscal e cambial) tinha como objetivo (entre 1889 e 1945) os equilíbrios fiscal e cambial. Pesados compromissos em moeda estrangeira, cortes de arrecadação (devidos a periódicas crises no comércio exterior), descontinuidade administrativa etc. levavam a modificações radicais e em curtos períodos na condução da economia (resultando em alternâncias entre inflação edeflação acentuadas e estabilização). Podemos dizer que não houve um ambiente propício ao crescimento nem ao financiamento econômico (apenas após 1930 foram criadas instituições apropriadas a expansão do crédito de longo prazo e um órgão com funções de Banco Central - Caixa de Mobilização Bancária). A tendência de longo prazo mostra que, invariavelmente, a períodos de expansão correspondiam sempreperíodos de contração logo em seguida, e vice-versa. E políticas de deflação e contenção de despesas eram aplicadas em épocas de contração de negócios (1899-1902 e 1929-1931).



2.2.1 O Inflacionismo do Início da República e as Posteriores Políticas de Contenção (1889 - 1898)

Problemas herdados do Império, a grande seca do início dos anos 1890, baixa oferta de moeda, garantia de juros acertos empreendimentos (ferrovias), custeio da dívida externa etc., receita de impostos sobre importação (em moeda nacional, frequentemente desvalorizada) eram os obstáculos encontrados pela recém proclamada República para alcançar o equilíbrio fiscal.

Neste contexto de crise, o Governo toma as seguintes medidas:
1) expansão do crédito à agricultura (fomento à atividade)
2) cobrança em ourodos direitos aduaneiros
3) apressada execução da lei bancária de 1888, dando poder de emissão de moeda aos bancos privados, ocasionando um aumento descontrolado da base monetária (3,5 vezes entre 1889-1894 - período de choque na produção devido à abolição e à seca), uma inflação galopante (20% aa) e desvalorização cambial.

A euforia das emissões de ações (que ganhou força com a expectativaquanto ao novo regime), a ausência de um órgão de controle e a especulação resultante levaram a economia ao "Encilhamento", crise que causou a falência de inúmeras empresas.

Medidas contencionistas foram levadas a cabo após 1894. O crescente déficit era considerado a principal causa da expansão monetária e consequente desvalorização cambial. O déficit persistiu, impulsionado por gastos militaresextraordinários e crescente serviço da dívida pública. A desvalorização cambial também diminuiu as importações e, diante do estrangulamento na receita, o Governo sobretaxou o comércio exterior. A balança comercial piora e no final de 1896 o Governo cassa o privilégio de emissão dos bancos (o monopólio ficaria com o próprio Governo), encampa e unifica o papel moeda em circulação e mais ênfase se...
tracking img