Vertebrados

E.E. Oredo Rodrigues da Cruz

Filo dos Vertebrados

Juquitiba
2010
E.E. Oredo Rodrigues da Cruz

Biologia

“Filo dos Vertebrados - e suas classes”

Professora: Maristela

Nomes: Dennerde Moraes
Marcio Almeida
Mayke Rodrigues

Nos: 12, 30, 32

3º ano B
Ensino Médio
Índice

Introdução 4
Classe dos Condrictes 5
Classe dos osteíctes7
Classe dos Anfíbios 8
Classe dos Répteis 11
Classe das Aves 13
Classe dos Mamíferos 15
Conclusão 18
Referências Bibliográficas 19Introdução
O tema proposto foi um modo de adiantamento de aula, e uma pesquisa para o aumento do conhecimento, tendo em vista que esse tema: “filo dos vertebrados”, é muito usado em vestibularese provas de concurso.
Podemos compreender certas evoluções, e as características que destacam cada classe, como: Sistemas de respiração, e excretor, sistemas de reprodução entre outros.

Classe dosCondrictes
Normalmente, os condríctes apresentam de 5 a 7 pares de fendas branquiais, dependendo do gênero e da espécie. As quimeras, ao invés de fendas branquiais, possuem opérculo (só tem um parde fendas branquiais). Possui uma cauda fina e longa (cauda heterocerca) e a nadadeira peitoral é muito desenvolvida. Esta nadadeira promove a natação através do movimento na forma de “remo”. Asquimeras são encontradas a partir de 80 metros de profundidade.
Existem cerca de 900 espécies descritas de peixes cartilaginosos.
A presença da mandíbula permitiu que a alimentação destes animais fossemais variada. Também houve alterações no comportamento sexual. Nos condríctes mais primitivos só existiam nadadeiras ímpares (caudal, anal e dorsal). Os mais evoluídos apresentam, além das ímpares,nadadeiras pares (peitoral e pélvica).
Nos tubarões, as fendas branquiais estão localizadas lateralmente. Nas raias, as brânquias se localizam na porção ventral do corpo.
Tegumento
A epiderme é...