Vargas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1867 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
IFRJ- Maracanã

Apostila 1- G1- História do Brasil- Prof(a). Renata

Era Vargas

A partir de 1930, a sociedade brasileira passa por mudanças políticas importantes, reformas sociais e crescimento da economia demarcando um novo período da história política, econômica e social do país. Chamamos esse período de Era Vargas e ele se estendeu de 1930 até o final da segunda guerra mundial em1945.

Logo após a “revolução” Vargas revoga a constituição de 1891 substitui os governantes dos estados por interventores que em geral eram tenentes de confiança do governo. O congresso nacional, as assembleias legislativas e as câmeras de vereadores foram fechadas. Getúlio Vargas governa por meio de decretos.

Diante da crise econômica de 29 a situação no Brasil não era nada fácil: queda dopreço do café no mercado internacional, falência dos fazendeiros, baixa das exportações, falta de moedas estrangeiras para pagar a divida externa, milhares de trabalhadores desempregados nas cidades.

Com a intenção de evitar um colapso na economia brasileira que dependia do café, Vargas resolveu que o governo deveria comprar parte das safras dos anos anteriores que estavam estocadas e asqueimou. Conseguiu, com isso, evitar que os preços nos mercados internacionais caíssem ainda mais. O governo provisório ainda tomou a decisão de não pagar a divida externa que voltou a ser paga somente 10 anos depois, após exaustivas negociações com os bancos internacionais.

Getúlio Vargas assumiu o poder com grande prestigio, mas sua base de sustentação política não era homogênea. Havia um grupomuito conservador pouco disposto a reformas sociais e econômicas, por outro lado havia uma nova geração de políticos reformistas que pretendia aprovar leis favoráveis aos trabalhadores e diversificar a economia livrando o Brasil da dependência do café.

Os tenentes e os políticos reformistas pretendiam construir um estado forte e centralizado, marcado por uma política nacionalista. Defendiam aestatização da infraestrutura econômica, como o petróleo e as minas de ferro, além da criação de uma usina siderúrgica.

Os políticos reformistas não admitiam mais o fato do Brasil ser um pais agrícola, monocultor, com um sistema político fraudulento e dominado pelas oligarquias rurais. Esse grupo político desejava um governo provisório longo, capaz de realizar as reformas propostas e, assim,eliminar o poder das oligarquias e dos coronéis. Esse programa antiliberal dos políticos reformistas estava afinado com a política internacional. A revolução russa (1917) e a Primeira Guerra Mundial (1914-1918) haviam abalado o liberalismo favorecendo a expansão das ideologias autoritárias e nacionalistas, particularmente com a eclosão da crise econômica de 1929. E isso ocorreu até mesmo nos EUAonde através do New Deal, o governo estadunidense implementou políticas publicas de forte intervenção na economia e na sociedade.

Vargas estava próximo do grupo reformista e tomou medidas para enfraquecer as oligarquias regionais, esse fato criou atrito com os políticos conservadores especialmente os de São Paulo.

Afastados do poder pela revolução de 30, os representantes da elite paulistapassaram a fazer oposição a Vargas. Desejavam organizar um movimento cívico contra a ameaça de intervenção federal na política interna do Estado. Em 1932, eclodiu em São Paulo uma rebelião denominada Revolução Constitucionalista mobilizando setores ligados ao café, a indústria e às classes médias do estado. Ela era liderada basicamente por oficias do exército que haviam se recusado a aderir àrevolução de 30 e foram rebaixados. Também houve participação de intelectuais embora os trabalhadores ficaram afastados desta rebelião. A revolta durou mais de três meses. Na história oficial a revolução de 30 ficou conhecida como uma tentativa frustrada de tentar voltar à política do café com leite. Para muito entusiastas a revolução de 32 foi um movimento pela Constituição e volta da democracia:...
tracking img