A era vargas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1552 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de novembro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
-----escola----
Ensino Fundamental II





Grupo : fulano




Governos Populistas
(A era vargas)










São Gonçalo
2013












----escola-----
Ensino Fundamental II





Grupo :fulano




Governos Populistas
(A era vargas)




Trabalho apresentado para avaliação da nota parcial do rendimento escolar na disciplina de Historia, doCentro Educacional Pericar , Rio de janeiro, ministrada pelo professor José Manoel










São Gonçalo
2013






sumario

1-Resumo........................................................................................................4

2.1- Revolução de 1930.................................................................................52.2-Governo Provisório -1930-1934 ….......................................................5
2.3-Governo Constitucional (1934 – 1937)..............................................6
2.4-Estado Novo (1937 – 1945)............................................................63-Conclusão....................................................................................................8

4-Bibliografia...................................................................................................8































Resumo


Era Vargas é o nome que se dá ao período em que Getúlio Vargas governou o Brasil por 15 anos, de forma contínua (de 1930 a 1945). Esse período foi um marco na históriabrasileira, em razão das inúmeras alterações que Getúlio Vargas fez no país, tanto sociais quanto econômicas.
A Era Vargas, teve início com a Revolução de 1930 onde expulsou do poder a oligarquia cafeeira, dividindo-se em três momentos:


























l Revolução de 1930
Até o ano de 1930 vigorava no Brasil a República Velha, conhecida hoje como o primeiro períodorepublicano brasileiro. Como característica principal centralizava o poder entre os partidos políticos e a conhecida aliança política "café-com-leite" (entre São Paulo e Minas Gerais), a República Velha tinha como base a economia cafeeira e, portanto, mantinha fortes vínculos com grandes proprietários de terras.
De acordo com as políticas do "café-com-leite", existia um revezamento entre ospresidentes apoiados pelo Partido Republicano Paulista (PRP), de São Paulo, e o Partido Republicano Mineiro (PRM), de Minas Gerais. Os presidentes de um partido eram influenciados pelo outro partido, assim, dizia-se: nada mais conservador, que um liberal no poder.
l O Golpe do Exército
Em março de 1930, foram realizadas as eleições para presidente da República.  Eleição esta que deu a vitória aocandidato governista Júlio Prestes. Entretanto, Prestes não tomou posse. A Aliança Liberal (nome dado aos aliados mineiros, gaúchos, e paraibanos) recusou-se a aceitar a validade das eleições, alegando que a vitória de Júlio Prestes era decorrente de fraude. Além disso, deputados eleitos em estados onde a Aliança Liberal conseguiu a vitória, não tiveram o reconhecimento dos seus mandatos. Os estadosaliados, principalmente o Rio Grande do Sul planejam então, uma revolta armada.  A situação acaba agravando-se ainda mais quando o candidato à vice-presidente de Getúlio Vargas, João Pessoa, é assassinado em Recife, capital de Pernambuco. Como os motivos dessa morte foram duvidosos a propaganda getulista aproveitou-se disso para usá-la em seu favor, atribuindo a culpa à oposição, além da criseeconômica acentuada pela crise de 1929; a indignação, deste modo, aumentou, e o Exército – que por sua vez era desfavorável ao governo vigente desde o tenentismo – começou a se mobilizar e formou uma junta governamental composta por generais do Exército. No mês seguinte, em três de novembro, Júlio Prestes foi deposto e fugiu junto com Washington Luís e o poder então foi passado para Getúlio Vargas...
tracking img