Uma ciencia esperta - economia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1161 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UMA CIÊNCIA ESPERTA

Ai, que fome! Ainda bem que o supermercado está aberto. Saindo do super, sua mãe reclama que seu tênis está furado, e vocês dão uma passada no shopping para comprar outro. Na volta, você tropeça na calçada e rala o joelho. Xi, vai ter que dar uma passadinha na farmácia para comprar um curativo. Para compensar, saindo de lá, sua mãe leva você ao cinema, com direito a pipocae chocolate. E depois...
Depois, ou antes, tanto faz. Uma ciência muito esperta estava lá, escondidinha, seguindo todos os seus passos. A economia fica ocupadíssima sempre que o assunto é a satisfação das pessoas: ela é a ciência que estuda a melhor forma de atender às necessidades de uma sociedade.
Para viver bem, as pessoas precisam de um monte de coisas materiais, chamados bens - comida,roupas, carros, brinquedos, casas, computadores, etc. E também de coisas não-materiais, os chamados serviços - transporte, educação, comunicação, saúde, lazer, etc.

Para que todas essas coisas existam, as pessoas precisam se dedicar a um trabalho que produza bens ou serviços. No mundo moderno, as mais variadas profissões e tecnologias fazem com que quase nada falte, já que se produz de tudo: depregos a computadores, de lápis a roupas, de máquinas a brinquedos, etc, etc,etc.
Mas se todo mundo trabalha para oferecer aos outros tudo o que precisam, porque a economia parece não dar conta do recado? Porque ela não dá tudo o que as pessoas querem? Porque existem países pobres e milhões de pessoas que não têm o que comer ou vestir?

[pic]Todos os dias, a economia de um país, de uma cidade, oumesmo da sua casa, tem que enfrentar um fantasma: o da escassez. É aquela coisa chata, que não deixa a gente ter tudo o que quer. A escassez assombra a economia porque os desejos e necessidades das pessoas são infinitos, mas os recursos para produzir bens e serviços são limitados. Sempre fica faltando alguma coisa para alguém.

Nos países pobres, a escassez de recursos (dinheiro, pessoas paratrabalhar, estrutura, etc) é mais séria, e a população sofre muito. Mas também nos países ricos, o acesso às coisas é limitado.
A HORA DA ESCOLHA
Seus pais já devem ter ensinado a você que não se pode ter tudo na vida. Temos que escolher algumas coisas que queremos, e desistir de outras. Governos, empresas e famílias enfrentam isso todos os dias, pois não há recursos suficientes para produzir tudoo que as pessoas desejam e precisam.
Assim, o governo tem que escolher entre investir na educação ou comprar mais material hospitalar. Uma fábrica de automóveis tem que decidir se deve gastar mais dinheiro com publicidade (muito importante para que as pessoas conheçam o produto) ou na renovação de suas máquinas (para produzir mais). Uma família deve escolher entre comprar roupas novas para osfilhos, ou guardar o dinheiro para comprar uma televisão.
Como o PataKâmbio do Canal Kids tem um número limitado de brinquedos, você pode escolher uma boneca, um carrinho e/ou um jogo, mas não pode ter todos eles. Você também tem que economizar seus Patakos e não gastá-los à toa para comprar o brinquedo desejado.
[pic]
Será que a economia sempre existiu? O grego Xenofontes foi o primeiro a usar otermo "econômico", que significava oikos=casa e nomo=lei. Porque a casa é o lugar onde a economia acontece: será que tem comida, água, luz, roupas, sapatos, espaço para todos? E dinheiro para pagar tudo isso, será que tem?
Até hoje, a economia pode ser vista como a "Lei da Casa", a forma que dita como os países vão gastar dinheiro e recursos para sustentar seus "moradores". Para isso, países,empresas, famílias e pessoas, como você e outras crianças, precisam economizar, guardar o dinheiro que têm para gastá-lo da melhor forma possível.
Primeiro, com coisas de primeira necessidade : comida, água, roupas, habitação, saúde. Depois, com coisas que nos proporcionam uma vida melhor, mas que não são essenciais para a sobrevivência, como viagens, lazer, videogame, brinquedos, e muitas outras...
tracking img