Uma abordagem sobre os soldados da borracha

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3018 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
HISTÓRIA DA AMAZÔNIA


UMA ABORDAGEM SOBRE OS SOLDADOS DA BORRACHA
Diana D. Barbosa

RESUMO



A batalha da borracha caracterizou-se, pela grande migração, principalmente de nordestinos, para os grandes seringais da Amazônia no decorrer da década de 1940. Estes trabalhadores, recrutados pelo SEMTA, abandonaram suas famílias e suas vidas para se submeter aos trabalhos noseringais, acreditando na possibilidade de tempos melhores. . O objetivo deste artigo é fazer um panorama histórico acerca destes personagens da nossa história, tão importantes e ao mesmo tempo excluídos socialmente em meio a uma conjuntura marcada pela Segunda Guerra Mundial e pela seca no Nordeste. Neste panorama destaca-se não só o âmbito dos acordos de Washington, mas também a visão norte-americanasobre a Amazônia, a imagem desta na virada do século, o recrutamento dos imigrantes e a memória destes para a construção de uma história do tempo presente.

PALAVRAS-CHAVE: Amazônia; Memória; Borracha.




ABSTRACT

The battle of the rubber was characterized by great migration, mostly from the Northeast to the great rubber plantations in the Amazon during the 1940s. These workers,recruited by SEMTA, left their families and their lives to submit the work in rubber plantations, believing in the possibility of better times. . The purpose of this article is to make a historical overview about these characters in our history, so important and at the same time socially excluded amid a situation marked by the Second World War and drought in the Northeast. In this scene stands outnot only the scope of the agreements of Washington, but the U.S. view on the Amazon, the image at the turn of this century, the recruitment of these immigrants and memory to construct a history of the present time.

KEYWORDS: Amazon, memory, rubber.




A batalha dos soldados da borracha se deu no decorrer da década de 1940, onde, longe do front de batalha, os recrutados pelo SEMTA –em sua grande maioria, nordestinos – deixaram para trás suas vidas e rumaram à selva amazônica pra trabalhar nos seringais, levando consigo a promessa de tempos melhores. O objetivo deste artigo é fazer um panorama histórico acerca destes personagens da nossa história, tão importantes e ao mesmo tempo excluídos socialmente em meio a uma conjuntura marcada pela Segunda Guerra Mundial e pela seca noNordeste. Neste panorama destaca-se não só o âmbito dos acordos de Washington, mas também a visão norte-americana sobre a Amazônia, a imagem desta na virada do século, o recrutamento dos imigrantes e a memória destes para a construção de uma história do tempo presente.

Em 1939, explode a Segunda Guerra Mundial dividindo as nações do mundo e dispondo-as em alianças militares opostas: de umlado os Aliados (União Soviética, Estados Unidos, França e outros), de outro lado o Eixo (Alemanha, Itália, Japão). No Brasil, vivíamos o advento do Estado Novo sob o governo de Getúlio Vargas que pretendia uma política de ocupação dos espaços vazios do território brasileiro, enquanto que os Estados Unidos tinha por objetivo integrar a América Latina e efetivar o pan-americanismo. As relações entreBrasil e Estados Unidos culminaram nos Acordos de Washington e na vinda de milhares de nordestinos para região Amazônica.




A Batalha da Borracha, segundo Maria Verónica Secreto, se configurou mais como uma medida de emergência para lidar com o enorme déficit de borracha nos Estados Unidos no contexto da Segunda Guerra. A seca de 1942 coincidiu com o começo dessa campanha, criando umaconjuntura favorável para o recrutamento de trabalhadores para os seringais na Amazônia. Ou seja, uma “reserva” de braços disponíveis, principalmente no Ceará, embora os nordestinos hesitassem em virar “soldados da borracha” devido às denúncias de abusos cometidos pelos seringalistas na época do boom e às imagens de trabalho semi-escravizado associadas com os seringais da Amazônia. Por isso, o...
tracking img