Diversidade e hibriidismo cultural

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 26 (6358 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Trabalho profºRogério
Alunos Marcelo, Iran, Lorrane e Luzia.

Diversidade e hibridismo culturais:
bases do desenvolvimento regional

Resumo
Contemporaneamente, o termo cultura abre janelas maiores para a
diversidade cultural e, nisso, concede voz às comunidades alheias ao processo
de desenvolvimento. Este tema vem sendo alvo de discussões, inclusive, em
nível acadêmico. Com base nessapremissa, formalizou-se como objetivo deste
estudo elaborar uma análise teórica sobre cultura e suas conexões com o
desenvolvimento regional, no afã de identificar quais os maiores desafios
enfrentados entre esses dois campos de conhecimento. Decidiu-se, também,
por fazer uma análise crítica do modelo de desenvolvimento advindo da
modernidade européia. É pacífico, entre os estudiosos daárea, que o
desenvolvimento assenta-se na diversidade e no hibridismo culturais, e que o
regional – por imbricar potencialidades locais – consubstancia-se num campo
de construção, dinamizando projetos em prol do desenvolvimento.
Palavras-chave: cultura; desenvolvimento regional; impacto global;
diversidade cultural.

Uma sociedade é um conjunto de subgrupos cujos
modos particulares sedistinguem no interior de um
modelo comum.
Ortiz

1 – Introdução

Cultura é palavra proveniente do latim, e quer
dizer cultivo, plantação, criação. Daí se extrai a idéia
de movimento. A cultura não é estática. Resulta de
uma multiplicidade de práticas políticas, econômicas,
sociais, ideológicas, crenças e outros, que vão sofrendo
alterações ao longo do tempo e nos espaços conforme
asinterações e construções sociais que ocorrem no
âmbito das relações internas e externas ao grupo. É
marcada pela diversidade em todos os sentidos. Não
há fronteira, mas não se eliminam as especificidades.
Por isso, não homogeneiza, mas determina uma
tendência crescente de “hibridização” das sociedades.
O campo da cultura, principalmente por sua
característica de diversidade, diante da ineficiência domodelo de homogeneização cultural proposto pela
modernidade, tem se tornado objeto de exploração
mercadológica. Disso advém a proeminente necessidade
de repensar políticas culturais por meio dos Estados e
dos sujeitos locais e regionais, sobretudo porque desenvolvimento
e cultura estão intimamente relacionados.
Modelos de desenvolvimento com base na unificação
cultural fracassaram. Modelosde desenvolvimento com
base na exploração comercial da diversidade cultural não
são o caminho. Como combinar – em face de tal situação
e da proeminente e sempre marcante presença do capital
como norte dos rumos da sociedade – desenvolvimento
e cultura, como fonte de mudanças e de novos
parâmetros, em que desenvolvimento signifique
qualidade de vida para todos?
A sociedade como um todo –histórica, política,
social e culturalmente – foi marcada por paradigmas
que tinham como meta de concepção um olhar holístico
em direção ao passado ou em direção ao futuro. Com o
advento dos modernos, a partir do Iluminismo, a direção,
o olhar para o futuro configuraram as orientações
paradigmáticas. Estas, por sua vez, respaldavam-se na
idéia de progresso (capitalismo, na percepção doindivíduo; socialismo, na percepção da coletividade),
no progresso linear e em direção ao futuro: cheio de
promessas e realizações para os indivíduos ou para
as coletividades.
Esse progresso, então, fomentava na identidade
individual ou coletiva a esperança da igualdade, da
paz, enfim, a possibilidade de todos serem agraciados
pelas benesses do progresso de forma igualitária.
A moção dessecampo das expectativas não se realizou.
O mundo no século XX viu-se solapado em suas visões
futuras, tanto no campo das orientações coletivistas
quanto no horizonte individual. Com relação às primeiras,
pode-se citar o fim do Socialismo Russo; já com respeito
ao segundo enfoque, tem-se como referência as
ditaduras capitalistas, os intervencionismos etc.
Constata-se, assim, que foi em meio...
tracking img