Transtornos de aprendizagem

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 26 (6266 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE CATOLICA DE MOCAMBIQUE

Neuropsicologia
Neuropsicologia Dos Trasntornos De Aprendizagem

Discente: Docente:
Domingos A. B. Jeque Dr Joaquim Fernando Dias
Elizabete Carina D’Assa Martins
Elisabete Pina DiniKady Almeida
Cidalina Roia
Catarina B.D Pontavida
Castiano Alexandre
Cleidy Da Silva
Eugenea Mateus
Maria Teresa Goncalves

Introducao
a nocao do disturbio de aprendizagem esta directamente ligada ao desempenho academico, e exactamente nesta situacao escolar, de ensino formalizado baseado em programas e controles, via procedimentos de avaliacao, que os problemas de aprendizagempodem mais claramente se manifestar caracterizados por dificuldades principalmente na aquizicao de linguagem falada, escrita e calculo. O disturbio de aprendizagem coloca-se como um grande desafio para a educacao e para os profissionais da area de desenvolvimento infantil, por este motivo o presente trabalho caracterizara os disturbios de apendizagem.

Algumas difinicoes importantes
Aprendizagem eum processo de mudanca de comportamento obtido atraves da experiencia construida por factores emocionais, neurologicos, relacionais e ambientais. Aprender e o resultado da interaccao entre estruturas mentais e o meio ambiente.

O termo "dificuldade de aprendizagem" (no original em língua inglesa, "learning disability") aparentemente foi usado pela primeira vez e definida por Kirk (1962, citadoem Streissguth, Bookstein, Sampson, & Barr, 1993, p. 144). O autor referia-se a uma aparente discrepância entre a capacidade da criança em aprender e o seu nível de realização. Nos Estados Unidos da América uma análise das classificações de Dificuldades de Aprendizagem em 49 dos 50 estados revelou que 28 dos estados incluiram critérios de discrepância de QI/realização em suas diretrizes paraDificuldades de Aprendizagem (Ibid., citando Frankenberger & Harper, 1987). No entanto, o Joint National Committee for Learning Disabilities (NJCLD) (1981; 1985) preferiu uma definição ligeiramente diferente:
"Dificuldades de Aprendizagem é um termo genérico que se refere a um grupo heterogêneo de desordens manifestadas por dificuldades significativas na aquisição e uso da audição, fala,leitura, escrita, raciocínio ou habilidades matemáticas. Esses transtornos são intrínsecos ao indivíduo e presume-se que devido à disfunção do Sistema Nervoso Central. Apesar de que uma dificuldade de aprendizagem pode ocorrer concomitantemente com outras condições incapacitantes (por exemplo, deficiência sensorial, retardo mental, distúrbio social e emocional) ou influências ambientais (por exemplo,diferenças culturais, instrução insuficiente/inadequada, fatores psicogênicos), não é o resultado direto dessas condições ou influências.
Ainda nos Estados Unidos, o "Individuals with Disabilities Education Act" (Lei de Educação das Pessoas Portadoras de Deficiência) define uma dificuldade de aprendizagem da seguinte forma:
"(...) [um] transtorno em um ou mais dos processos psicológicos básicosenvolvidos na compreensão ou na utilização de linguagem falada ou escrita, que pode manifestar-se em uma habilidade imperfeita para ouvir, pensar, falar, ler, escrever, soletrar, ou fazer cálculos matemáticos (...). Dificuldades de Aprendizagem incluem condições como deficiências perceptivas, lesão cerebral, disfunção cerebral mínima, dislexia e afasia de desenvolvimento

Dificuldade deaprendizagem, por vezes referida como desordem de aprendizagem ou transtorno de aprendizagem, é um tipo de desordem pela qual um indivíduo apresenta dificuldades em aprender efetivamente. A desordem afeta a capacidade do cérebro em receber e processar informação e pode tornar problemático para um indivíduo o aprendizado tão rápido quanto o de outro, que não é afetado por ela.
A expressão é usada para...
tracking img