Trabalho na terceira idade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1985 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1 O Crescimento da População Idosa
Segundo Silvestre, o professor titular de geriatria na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRS), através da análise sobre o Processo de envelhecimento populacional e situação do idoso relata:
Que até 1960 todos os grupos etários cresciam de forma semelhante o que deixava estável a estrutura da pirâmide etária. De 1960 para cá, explica: O grupo com maisde 60 anos foi o que mais cresceu proporcionalmente no Brasil, enquanto a população jovem encontra-se em um processo de desaceleração.
O novo século começa com uma população idosa, crescendo proporcionalmente oito vezes mais, do que os jovens e quase duas vezes mais que a população total.
O que também afirma Faleiros (04/09), site http://www.ibge.gov.br, sociólogo e consultor do Ministério doDesenvolvimento Social e Combate a fome(MDS), para ele a população com mais de 80 ano poderá atingir cerca de 6 milhões em 2015. A população idosa é que apresenta a maior taxa de crescimento atualmente no Brasil.“Em 1950, cerca de 4,2% da população era de idosos, em 2000 cerca de 8,6%; em 2020 estima se que este percentual fique em torno de 14%”.
Esta transformação é devido a queda acentuada defecundidade nos últimos 20 anos e do aumento da expectativa de vida. Dados revelam que na década de 80, havia no Brasil 41,3% de pessoas com menos de 18 anos de idade,em 1995, esse número caiu para 38,7% e encerrou a década de 90 com 36%.
Sendo que a população idosa aumentou entre 1995 e 1999 em mais 1,8%, o nº. de
Brasileiros a parti de 60 anos cresceu 14,5%. A participação das pessoas idosassaltou de 7,4% em 1989 para 8,3% em 1995 e chegou a 9,1% em 1999. O maior índice de envelhecimento acontece na região Sudeste, representando cerca de 10% da população na década passada, esta transformação demográfica aconteceu não apenas no Brasil, mas a nível mundial.
Segundo o site http://www.portaldoenvelhecimentos/artigo/2410, o crescente envelhecimento da população brasileira pode ser analisadosob os seguintes fatores:
Se por um lado, a esperança de vida tem aumentado principalmente devido ao avanço tecnológico da medicina, por outro, a taxa de natalidade, bem como as taxas de mortalidade e fecundidade, diminuíram na última década. Dessa forma temos um número de nascimentos praticamente igual ao número de óbitos.
Segundo o citado estas transformações demográficas não acontecem apenasno Brasil, mas em todo o mundial. De acordo a ONU nos próximos 50 anos a população idosa, crescerá quatro vezes mais chegando a casa de 2bilhões de pessoas, superando em número a população até 15 anos.
Ainda de acordo o citado, o responsável por este crescimento é a queda da taxa de fecundidade, natalidade e mortalidade, os avanços tecnológicos que aumentam a esperança de vida, dessa forma onúmero de nascimentos é praticante igual ao de óbitos.
Segundo a economista Camarano, site www.techway.com.br coordenadora da área de pesquisa em população e família do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), apesar dos processos responsáveis pelo aumento da longevidade terem sido resultado de políticas e incentivos promovidos pela sociedade e pelo Estado e do progresso tecnológico, as suasconseqüências têm sido vistas, em geral, com preocupações. Isso porque acarretam pressões para transferências de recursos na sociedade, colocando desafios para o Estado, os setores produtivos e as famílias.
O que afirma Camarano em (1994), a expectativa de vida e o declínio da fecundidade, em países em desenvolvimento isto pode se tornar um problema, a chamada crise da Velhice, esta crisesobrecarrega os sistemas da Previdência social, não somente a segurança dos idosos, como também o próprio crescimento econômico do país.
A produção de um documento pelo Banco Mundial, no ano de 1994, o qual afirma que o aumento da expectativa de vida ao nascer e o declínio da fecundidade nos países em desenvolvimento estão provocando a chamada crise da velhice.
2 . 2 A Terceira Idade no Mercado de...
tracking img