Trabalho de neuropsicologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1319 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
4)PRINCIPAIS CONCEITOS OU DEFINIÇÕES TEÓRICAS APRESENTADAS PARA A ANÁLISE DO TEMA.
Existem várias hipóteses sobre a etiologia do TDAH. Barkley afirma que o TDAH não é um problema de desatenção mas sim um problema com a desinibição e a auto regulação dos comportamentos. Essa hipótese afirma que a desinibição e problemas com auto regulação levam a disfunção do sistema executivo do cérebro, queregula e organiza o comportamento. Acredita-se que o TDAH seja um problema de funcionamento do sistema executivo e não um transtorno de inteligência ou conhecimento. Isso significa que as pessoas com TDAH sabem que comportamentos eles precisam ter mais não conseguem fazer por causa da disfunção no sistema executivo.

5) CONSIDERAÇÕES FINAIS
CONCLUSÕES
O objetivo desse trabalho foi realizar umestudo abrangente sobre disfunção executiva em adultos com TDAH e apresentar a importância de uma abordagem clínica e neuropsicológica do TDAH que enfatize as disfunções executivas. O TDAH foi descrito tipicamente como uma tríade que inclui hiperatividade, déficit de atenção e impulsividade , esses três fatores geram uma incapacidade no comportamento atual para que o passo futuro seja alcançado,devido a uma disfunção executiva. Os indivíduos que sofrem este tipo de transtorno, possuem dificuldades de atenção e da memória executiva ( alterações na capacidade para recordar algo durante um período suficientemente longo), têm dificuldades para iniciar, manter, planejar e organizar ações para atingir um objetivo. Embora a presença de déficits de funções executivas seja frequentementeencontrada em portadores de TDAH, tais déficits não são necessários nem suficientes para predizer o transtorno, sua ocorrência deve ser ativamente investigada por meio de entrevista clínica e instrumentos complementares , como escalas de avaliação e testes neuropsicológicos que é de extrema importância para o portador de TDAH. Este teste auxilia o clínico em três questões fundamentais: (1) corroborar odiagnóstico;(2) buscar explicações alternativas para os sintomas apresentados;(3) identificar condições comórbidas importantes de serem tratadas. Portanto, o entendimento do TDAH como uma síndrome disexecutiva permite integrar os achados neuropsicológicos e clínicos de modo a conduzir a uma abordagem mais compatível com a realidade vivida por esses pacientes no seu cotidiano.

6) APRECIAÇÃO DOGRUPO SOBRE O ARTIGO, E A IMPORTÂNCIA PARA A NEUROPSICOLOGIA
Conforme foi abordado pelo artigo, o grupo teve como objetivo a investigação e estudo sobre o tema mencionado, de acordo com outros artigos de pesquisa e de apreciação de testes neuropsicológicos. O artigo à borda a presença da disfunção executiva em pacientes com TDAH e como lhe dar com o diagnóstico e com os sintomas do transtorno nodia -a- dia do paciente. Entendemos que a constatação da disfunção executiva no TDAH tem impulsionado a pesquisa neuropsicológica, mas os dados até agora disponíveis são ainda poucos consistentes, o que dificulta o entendimento e diversidade de manifestações, nas quais os vínculos causais ainda não estão bem esclarecidos. As manifestações de comprometimento no TDAH, envolvendo a vida social,familiar, afetiva, conjugal, acadêmica e profissional, algumas dificuldades cognitivas pontuais podem também estar presentes, comprometendo ainda mas o desempenho das ações cotidianas e na qualidade de vida. Além disso, ao demonstrar dificuldades na condução da “vida real”, a avaliação neuropsicológica tem o potencial de detectar o risco de tais dificuldades, criando as bases para um importante papelde aconselhamento acadêmico, ocupacional e social, sendo de suma importância o acompanhamento da neuropsicologia para o paciente. As funções executivas podem ser divididas entre quatro subconjuntos: (1) volição; (2) planejamento; (3) ação intencional; e (4) desempenho efetivo, que vai ajudar na capacidade de automonitorar, autodirigir e auto- regular a intensidade, o ritmo e outros aspectos...
tracking img