Toto

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3484 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE ISEIB
INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO IBITURUNA – ISEIB
Portaria MEC N° 2.861 de 13/09/2004 DOU 16/09/04












O DESINTERESSE PELA LEITURA




























Montes Claros
2012
FACULDADE ISEIB
INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO IBITURUNA – ISEIB
Portaria MEC N° 2.861 de13/09/2004 DOU 16/09/04








LUIZ PATRICK MENDES ASSUNÇÃO










O DESSINTERESE DOS ALUNOS PELA LEITURA







PROJETO DE PESQUISA apresentado
como requisito parcial da disciplina
de metodologiacientifica ministrada pelo
professor Otávio Cardoso Filho.








Montes Claros
2012

SUMÁRIO




1. Definição do tema e do problema 4
2. Justificativa 6
3. Objetivos.7
3.1. Objetivos Geral. 7
3.2. Objetivos Específicos 7
4. Hipóteses. 8
5. Fundamentação teórica 10
6. Metodologia 14
7. Cronograma. 24
8. Referências bibliográficas25

































1. DEFINIÇÃO DO TEMA E DO PROBLEMA



• Apresentação do tema

O desinteresse pela leitura e o desenvolvimento escolar insatisfatório da criança pode estar relacionado à saúde ocular, ou melhor, à existência de distúrbios oftalmológicos. 
Os erros de refração, como são chamados os fatoresvisuais que ameaçam a saúde dos olhos, podem ser hereditários (congênitos) ou desenvolvidos com o avançar da idade. Já está disponível no Brasil a realização do Teste do Olhinho em recém-nascidos, para o diagnóstico e tratamento precoce de alterações na visão, as quais quando não tratadas, poderão desenvolver-se desde os primeiros anos de vida da criança.

A partir dos seis anos amaioria das crianças inicia a leitura do universo através das palavras, descobrindo assim, interesse e prazer pela leitura. Aos pais é importante lembrar que estes devem ficar atentos ao comportamento dos filhos, verificando o aproveitamento escolar e o desinteresse por atividades como ler e escrever. As causas dessas eventuais dificuldades podem ser oftalmológicas! O oftalmologista Carlos Robertocompartilha que nessas circunstâncias, os sintomas comuns são as dores de cabeças constantes, coceira nos olhos e a desmotivação para atividades que envolvam concentração visual.

Logo que tratado o problema, a leitura individual, como também aquela praticada em grupo, nas atividades da escola, deverá será estimulada continuamente, como atividade fundamental na formação de cidadãosesclarecidos e participativos. Lembrando que, para melhor aproveitamento da leitura, devemos fazê-la sempre em lugares bem iluminados e desde a infância dedicarmos especial atenção e cuidados com os olhos; afinal, são eles as janelas da alma, já dizia o poeta.




• Problema de pesquisa


Ler, antes de tudo, é descobrir e expandir horizontes, porém ler apenas como um decifrar dossentidos dos signos parece automatismo. Deve ser encarado como um ato de prazer instigado desde a mais tenra idade por pais, professores e meios de comunicação, levando as crianças à ludicidade necessária a fim de que o gosto pela leitura esteja inserido naturalmente no cotidiano e jamais como obrigação. O objetivo disso? Futuros leitores assíduos e críticos. 
         No Brasil, infelizmente,...
tracking img