Skol

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1808 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O conceito de criatividade
De maneira instintiva, o termo criatividade sempre se associou à atividade artística. Mais recentemente, graças a exemplos empresariais como Apple e Google, a inovação ganhou espaço nos setores tecnológicos.
Explicado de forma simples, a capacidade criativa pode ser definida como:
“a habilidade para gerar ideias, alternativas e soluções a um determinado problema deforma fácil”.
A criatividade representa o processo de criação de ideias.
De certo modo, é a inspiração que nos permite criar novas soluções. A inovação é a capacidade de converter estas ideias em algo aplicável, dando-lhes sentido e valor dentro de um determinado contexto.
Deste modo, pode chegar a ocorrer o que se designa como Paradoxo da Criatividade: uma pessoamuito criativa, ou seja, com uma grande capacidade de gerar ideias, pode também ser pouco inovadora, ao ser incapaz de selecionar as melhores ideias para aplicar eficazmente. Para ultrapassar esta dificuldade e para desenvolver o potencial criativo inato a todas as pessoas, é possível recorrer a técnicas que, podem ser de grande valor no âmbito empresarial.
O Processo criativo
A criação de ideias,e a respectiva utilização sob a forma de inovação, segue um processo cuja análise e aplicação permite solucionar problemas e formular estratégias de mudança que permitam a adaptação a uma nova situação. O processo criativo segue um esquema simples constituído pelas seguintes fases:

* Identificação e definição do problema.
A presença de um problema queimplique mudanças é o principal determinante de um processo criativo. Para que a decisão adotada seja acertada, é fundamental que o processo parta de uma boa análise e
da correta compreensão do problema que se pretende solucionar.
Deve-se ter em conta que esta fase é fundamental para o processo, uma vez que uma avaliação incorreta da realidade pode originar estratégias que dificilmente ajudariama superar a situação ou problema
existente.
* Geração e seleção de ideias.
Esta etapa constitui o núcleo criativo do processo, uma vez que é neste momento que são produzidas as ideias que servirão de base para a criação de propostas que ofereçam uma solução ao problema ou à situação em questão. O desenvolvimento de ideias, por sua vez, consta de duas subfases. A primeira consiste em gerarideais de forma “selvagem”, sem restrições e onde tudo é válido. Quantas mais
ideias forem apresentadas, mais vasta será a possibilidade de escolha. Além disso, qualquer ideia, por muito que pareça absurda, pode dar origem a outra ideia que seja útil. Esta fase é conhecida como
pensamento divergente.
* Consenso e implementação da ideia desenvolvida.
O final do processo criativo inclui aaceitação de uma das soluções debatidas e desenvolvidas nos grupos de trabalho a partir de alguma das ideias propostas ou de um conjunto de várias ideias. Uma vez encontrado o consenso acerca da solução definitiva, o início das ações necessárias para a sua implementação (estabelecimento de metas, pessoas responsáveis, orçamento, etc.) permitirá que as ideias surgidas no processo criativo se convertamnum projeto concreto, ou seja, numa inovação.

A Atitude criativa

A criatividade, procura alternativas a uma situação existente ou a formulação de soluções que deem resposta a problemas que possam surgir. A predisposição para encontrar soluções e para a mudança (entendendo-a como positiva) implica também a existência de uma atitude criativa. A criatividade está relacionada com a utilização demecanismos e métodos que não respondem a esquemas e lógicas tradicionais. A cada vez mais complexa situação do meio e dos problemas a que nos enfrentamos exige novas ideias e, sobretudo, novos enfoques. Uma mente criativa é aquela que procura métodos diferentes e que é capaz de reinterpretar a realidade segundo novos parâmetros lógicos.
Tudo com a finalidade de encontrar novas formas de...
tracking img