Semiologia gastrointestinal

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 106 (26264 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
CAPITULO 1


DOR ABDOMINAL

DOR ABDOMINAL E O ABDÓMEN AGUDO

A dor abdominal aguda é um dos síndromes mais comuns em medicina. Apesar do síndroma ser potencialmente letal e de implicar a necessidade de um intervenção cirúrgica, é mais apropriado pensar-se num abdómen agudo como um problema que requer uma atenção rigorosa para chegar ao diagnóstico e tratamento.
O médico deve decidir se ador abdominal aguda do doente é devida a uma causa cirúrgica corrigível. Neste sentido, a probabilidade de um diagnóstico clínico pre-operatório é de apenas 50% mesmo nesta era de tecnologia moderna. Quando apenas mulheres são consideradas, a exactidão no diagnóstico é ainda mais pobre por causa de doenças características do sexo feminino tais como salpingite aguda e gravidez ectópica.Classificação da dor abdominal

| | | | | | | |
|Tipo |Fonte |Características |Localização |Efeito de posição |Sintomas |Abdominal tendererness |
| | || | |autónomos | |
|Visceral |Órgãos ocos |Dull |Difusa |Nenhum | |Ausente |
| | |Sickening |Linha média | |+ |Dor pode ser àpressão |
| | |cólica | | | | |
|Parietal |Peritoneu Parietal|Aguda |No local de doença |( ou ( |+ | |
|Referida | | || | | |




CARACTERÍSTICAS E TIPOS DE DOR ABDOMINAL


Em geral existem três tipos de dor abdominal, visceral, parietal e referida.

O tipo visceral deve-se ao estiramento ou tensão na parede dos intestinos. É difusa e pobremente localizável; difícil para o doente a caracterizar. Normalmente ela é sentidaperto da linha média e não é afectada pela mudança de posição.

Este tipo de dor está frequentemente associado com sintomas autónomos secundários, tais como suores, palpitações, náuseas e palidez. Para alem disso, a dor visceral pura não é acompanhada por defesa abdominal e pode de facto ser aliviada de algum modo por pressão externa.

No curso inicial de uma dor abdominal de tipo visceral, a dorpode ser referida a um sítio remoto ao sítio actual da doença.

Embriologicamente, os intestino e seus derivados originam-se como estruturas médias que são inervadas bilateralmente.

A dor visceral dos intestino e os seu derivados é inicialmente percebida na linha média ou na região epigástrica, umbilical ou hipogástrica. Em contra partida, a dor de órgãos que não são do tracto digestivo(rins, trompas de Falópio) é percebida ipsilateralmente.

A dor parietal pode ser devida a uma variedade de estímulos nocivos que afectam o peritoneu parietal. Em contraste com a dor visceral, a dor parietal ou somática é afiada é bem localizada junto da estrutura afectada.
A dor parietal é muitas vezes diminuída ou intensificada por mudança de posição e com tosse.
Finalmente a dor abdominalpoderá ser referida a um sitio remoto do órgão afectado porque as duas áreas compartilham a mesma via central e segmento espinal para os suas terminações nervosas aferentes.
Uma dor referida normalmente segue a dor visceral, e ocorre assim que a dor visceral atinge proporções extremamente dolorosas.

Em doentes com dor referida, uma compressão sobre o sítio da doença primária geralmente...
tracking img