Santo agostinho

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (455 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução 
Aurélio Agostinho, o Santo Agostinho de Hipona foi um importante bispo cristão e teólogo. Nasceu na região norte da África em 354 e morreu em 430. Era filho de mãe que seguia ocristianismo, porém seu pai era pagão. Logo, em sua formação, teve importante influência do maniqueísmo (sistema religioso que une elementos cristãos e pagãos).
Biografia 
Santo Agostinho ensinou retóricanas cidades italianas de Roma e Milão. Nesta última cidade teve contato com o neoplatonismo cristão. 

Viveu num monastério por um tempo. Em 395, passou a ser bispo, atuando em Hipona (cidade do nortedo continente africano). Escreveu diversos sermões importantes. Em “A Cidade de Deus”, Santo Agostinho combate às heresias e a paganismo. Na obra “Confissões” fez uma descrição de sua vida antes daconversão ao cristianismo.

Santo Agostinho analisava a vida levando em consideração a psicologia e o conhecimento da natureza. Porém, o conhecimento e as idéias eram de origem divina. 
Para obispo, nada era mais importante do que a fé em Jesus e em Deus. A Bíblia, por exemplo, deveria ser analisada, levando-se em conta os conhecimentos naturais de cada época. Defendia também a predestinação,conceito teológico que afirma que a vida de todas as pessoas é traçada anteriormente por Deus. 

As obras de Santo Agostinho influenciaram muito o pensamento teológico da Igreja Católica na IdadeMédia.

Morreu em 28 de agosto (dia suposto) de 420, durante um ataque dos vândalos (povo bárbaro germânico) ao norte da África.

Santo Agostinho é considerado o santo protetor dos teólogos,impressores e cervejeiros. Seu dia é 28 de agosto, dia de sua suposta morte.
Algumas obras de Santo Agostinho:

- Da Doutrina Cristã (397-426)
- Confissões (397-398)
- A Cidade de Deus (413-426)
- DaTrindade (400-416)
- Retratações 
- De Magistro 
- Conhecendo a si mesmo

Frases e Pensamentos de Santo Agostinho:
- "Se dois amigos pedirem para você julgar uma disputa, não aceite, pois você...
tracking img