Santo agostinho

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (612 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade Anhanguera – UNIDERP
Centro de Educação a Distância



Curso: Serviço Social Turma: 7º Semestre
Módulo: SERVIÇO SOCIAL, EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA E FUNDAMENTOSFILOSÓFICOS E SOCIOLÓGICOS
Pólo: Sobral-CE
Aluno: Cleverson Felipe da Silva Ferreira – 179265






Laboratório de Práticas Integradas







Sobral – CE 2012
Aurélio Agostinho,o Santo Agostinho de Hipona foi um importante bispo cristão e teólogo. Nasceu na região norte da África em 354 e morreu em 430. Era filho de mãe que seguia o cristianismo, porém seu pai era pagão.Logo, em sua formação, teve importante influência do maniqueísmo (sistema religioso que une elementos cristãos e pagãos).
Tornar-se cristão em 387, ele desenvolveu a sua própria abordagem sobrefilosofia e teologia e uma variedade de métodos e perspectivas diferentes. Ele aprofundou o conceito de pecado original dos padres anteriores e, quando o Império Romano do Ocidente começou a sedesintegrar, desenvolveu o conceito de Igreja como a cidade espiritual de Deus (em um livro de mesmo nome), distinta da cidade material do homem. Seu pensamento influenciou profundamente a visão do homemmedieval. A Igreja se identificou com o conceito de "Cidade de Deus" de Agostinho, e também a comunidade que era devota de Deus. Viveu num monastério por um tempo. Em 395, passou a ser bispo, atuando emHipona (cidade do norte do continente africano).
Santo Agostinho analisava a vida levando em consideração a psicologia e o conhecimento da natureza. Porém, o conhecimento e as idéias eram deorigem divina.
Para o bispo, nada era mais importante do que a fé em Jesus e em Deus. A Bíblia, por exemplo, deveria ser analisada, levando-se em conta os conhecimentos naturais de cada época.Defendia também a predestinação, conceito teológico que afirma que a vida de todas as pessoas é traçada anteriormente por Deus.
O Pensamento: A Gnosiologia: Agostinho considera a filosofia...
tracking img