Revendo o capitulo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1053 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Revendo o capítulo
1) Faça a distinção entre ação instintiva e ação inteligente. Dê exemplo.

Instinto vem desde quando nascemos, são atitudes e reações que temos quando acontece alguma coisa diferente da realidade, já ação inteligente, são ações que temos quando reagimos de forma inteligente e com a intenção de acertar, fazer o certo.

2) Em que sentindo a diversidade cultural é um fato?Diversidade cultural são as diferenças culturais que existe entre as pessoas , sendo a linguagem, dança, vestimentas , tradições , a maneira de educar e cuidar das crianças. Isso se torna um fato quando acontecem com frequência em diferentes regiões, e sempre ocorre porque em cada região tem uma diversidade cultural diferente.

3) Como é possível, em uma dada cultura, conciliar tradição eruptura? Explique e dê exemplos.

Tradição: São hábitos, costumes e crenças de um grupo de pessoas ou comunidades que são passadas de gerações em gerações para outras pessoas, ou da mesma comunidade.
Ruptura: É o ato de pessoas da mesma comunidade romper, parar, interromper com as tradições, não dar continuidade. Exemplo : O casamento que antigamente o companheiro de uma mulher era escolhido pelosseus pais , no mundo atual de hoje isso não existe , podemos nos casar com aquele que quisermos.

4) Informe-se sobre a história de Tarzan, obra de Edgar Rice Burrough. Com base nos relatos sobre as meninas-lobo e de Hellen Keller, explique por que essa historia é inverossímil.

O fato de um homem viver em uma floresta apenas com sua amada (Jane) e sua amiga a macaca (Chica), entre outrosanimais a maneira de se comunicar com os animais e de se relacionar com sua mulher... A maneira como se vestia o que no mundo de hoje e surreal de certa forma temos a nossa maneira de se vestir, pensar e agir, o que no mundo dele e para ele seria estranho, e de certa forma se ambas partes se cruzarem iriam ter uma reação completamente diferente .














5) “Um dia em plenosertão goiano, este cronista saiu em busca de um grupo de índios apinaiés acampados em local distante, para com eles completar seus estudos etnográficos, quando o guia e companheiro de viagem, Aldírio, perguntou no meio daquele mundão rosiano ( denominação dada ao autor João Guimarães Rosa –Grande Sertão Veredas), feito de areia, sol e céu azul: “Mestre Roberto – disse ele com os olhos brilhantes deironia – se eu lhe deixasse aqui, o senhor saberia voltar para a aldeia? “é claro que não!”, respondeu em eu meu sobressaltado pelo potencial agressivo da questão e já querendo entrar em pânico. “pois é como eu digo, cada um é doutor no seu ramo. O senhor na escrita e na leitura, e eu no caminhar pelo sertão, no selar dos cavalos, no cozinhar e no saber dos caminhos. Ninguém – concluiu meucompanheiro de viagem - é doutor em tudo! (Roberto Damatta)

 O antropólogo Roberto DaMatta relata a conversa que teve com seu guia quando fazia a pesquisa de campo. Explique como a fala do guia que o conceito de cultura vai além do sentido comum que costuma atribuir á "Pessoa culta".

O guia expressa que o conhecimento de mundo, não se atribui somente as ciências em geral... Ele demonstra que oconhecimento é conquistado através das origens (ou seja, através da sua cultura).

6) “É impossível sobrepor, no homem, uma primeira camada de comportamento que chamaríamos de "naturais" e um mundo cultural ou espiritual fabricado. No homem, tudo é natural e tudo é fabricado, como se quiser, no sentido em que não há uma só palavra, uma só conduta que não deva algo ao ser simplesmente biológico – eque ao mesmo tempo não se furte à simplicidade da vida animal”.
(Maurice Merleau-Ponty)
 A partir da citação de Merleau-Ponty, explique o que significa dizer que para o ser humano "tudo é natural e tudo é fabricado "?Dê exemplos.

Somos todos frutos da religião que seguimos, da filosofia de vida que adotamos como sendo nossa. Não importa o quanto você seja contra algo, você também é uma...
tracking img