Rangel

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (801 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
PCC contrata snipers de aluguel do Oriente Médio e do Leste europeu
para matar policiais em São Paulo
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net
Exclusivo - A facção criminosa que tem hegemonia noEstado de São Paulo contrata
matadores de aluguel bem pagos, para cumprir a missão de assassinar policiais fora do
horário de serviço. Os atiradores profissionais seriam ex-militares e snipers comexperiência em forças especiais de países estrangeiros e prática de ações terroristas,
principalmente do Oriente Médio e do Leste Europeu.
Além dos ataques aos policiais, alguns dos atiradores sãotambém especialistas em
bombas e ações assimétricas de guerrilha urbana. São eles quem coordenam ataques
incendiários a ônibus. Também aprimoram os brasileiros na tática de difusão de boatos,
paraprovocar medo na população). O PCC também trabalha com parceiros recrutados
das FARC – Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia - cujos membros são
exportadores de pasta de coca e cocaína para onarcovarejo no Brasil.
O esquema de recrutamento de matadores de aluguel pelo Primeiro Comando da Capital
é sigilosamente monitorado por empresas transnacionais de segurança que atuam em
São Paulo econtam com especialistas em ações anti-terror. Os analistas avaliam que os
atuais “sicários” do PCC são os mesmos usados nas 251 ações urbanas de terrorrismo,
em maio de 2006, em São Paulo. Naocasião, PMs, guardas municipais, famílias de
policiais, seguranças privados e civis também foram alvos dos ataques e ameaças.
A especialidade dos matadores é tiro certeiro de pistola de grosso calibre,com precisão
milimétrica, a partir da garupa de motocicletas. Este é o sistema mais comum e “seguro”
empregado nas quase cem mortes de policiais em São Paulo. Só este ano foram
assassinados 100policiais – uns 90 PMs, sendo que apenas 5 deles em serviço fardado.
O Estado responde por 43% das mortes de policiais em 2012. No Brasil, temos hoje a
macabra média de um policial assassinado a cada...
tracking img