Resumo stuart hall

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2879 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
HALL Stuart. Identidades Culturais na Pós- modernidade
Identidades culturais na pós-modernidade
Stuart Hall
Para Hall as velhas identidades, que por tanto tempo estabilizaram o mundo social, estão em declínio, fazendo surgir novas identidades e fragmentando o indivíduo moderno, até aqui visto como um sujeito unificado, centrado
Hall entende que as identidades na pós modernidade estãoentrando em colapso, reproduzindo um sujeito descentrado, deslocado, fragmentado onde um tipo diferente de mudança estrutural está transformando as sociedades modernas no final do século XX, fragmentando as paisagens culturais de classe, gênero, sexualidade, etnia, raça e nacionalidade, que, no passado, nos tinham fornecido sólidas localizações como indivíduos sociais.
Esses processos estão mudandoas identidades pessoais, abalando a idéia que temos de nós próprios como sujeitos integrados. Esta perda é chamada, de deslocamento ou descentração do sujeito, tanto de seu lugar no mundo social e cultural quanto de si mesmos, constituindo uma "crise de identidade",onde as estruturas e processos centrais das sociedades modernas que eram centradas estão sendo abalados e mudando os quadros dereferência que davam aos indivíduos uma ancoragem estável no mundo social.
Hall apresenta três concepções de identidades
Sujeito do Iluminismo que estava baseado numa concepção da pessoa humana como um indivíduo totalmente centrado, unificado, dotado de razão, cujo "centro" consistia num núcleo interior, que emergia pela primeira vez quando o sujeito nascia e com ele se desenvolvia.
Sujeitosociológico refletindo a crescente complexidade do mundo moderno, onde o sujeito não era autônomo e sim formado na relação com o outro, com grupos sociais que mediavam para o individuo os valores, sentidos e símbolos, ou seja, sua cultura, gestada na interação entre o eu e a sociedade. A identidade costura, ou seja, sutura as relações.
O sujeito pós moderno é visto como não tendo uma identidadeunificada e estável, se tornando fragmentado, composto não de uma única, mas de varias identidades que não são fixas, ou permanente. A identidade torna-se uma "celebração móvel": formada e transformada continuamente em relação às formas pelas quais somos representados ou interpelados nos sistemas culturais. O sujeito assume identidades que não são unificadas ao redor de um "eu" coerente.
Para Hall,dentro de nós há identidades contraditórias, sendo continuamente
deslocadas. Se sentimos que temos uma identidade unificada desde o
nascimento até a morte é apenas porque construímos uma cômoda estória
sobre nós mesmos ou uma "narrativa do eu".
Nascimento e morte do sujeito moderno.
Hall analisa nesse capitulo as principais mudanças que ocorreram no final do século XIX e XX dentro dodescentramento do sujeito no período da modernidade tardia, onde alguns teóricos e movimentos sociais contribuíram para a concepção do sujeito da modernidade tardia. Cinco foram esses descentramentos.
Hall enfoca como o primeiro descentramento , o pensamento de Karl Marx a partir de uma reinterpretação de seu pensamento pelos estruturalistas como Louis Althusser dentro da afirmação de Marx de que ohomem faz história, mas a faz sob condições históricas, assim desloca qualquer noção de agência individual. Ele coloca as relações sociais e não uma noção abstrata de homem no centro de seu sistema teórico. Ou seja se o homem faz a história sob certas condições históricas, então na realidade os homens não fazem a sua história.
O segundo descentramento vem da descoberta do inconsciente por Freud. Ateoria de Freud de que nossas identidades, nossa sexualidade e a estrutura de nossos desejos são formadas com base em processos psíquicos e simbólicos do inconsciente, arrasa assim com o conceito do sujeito cognoscente e racional, provido de uma identidade fixa e unificada, Dentro dessa lógica Freud desconstrói o sujeito racional cartesiano, dentro do paradigma da identidade formada por meio...
tracking img