Resenha: o alienista.

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (727 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Quem ficou louca, fui eu!

Joaquim Maria Machado de Assis, nascido em 21 de junho de 1839, na cidade de Rio de Janeiro, não teve educação formal. Sua primeira obra literária foi lançada quandoJoaquim tinha 35 anos. O livro “O Alienista” de Machado de Assis foi publicado pela primeira vez no jornal: A Estação, na forma de folhetim entre outubro de 1881 e março de 1882. Aborda temas de loucura,amor, ódio, obsessão, entre outros. 
  No livro, Machado conta a história de Simão Bacamarte, médico formado na Europa, que volta para sua cidade natal, Itaguaí, no Rio de Janeiro, onde casa-se comDona Evarista, mulher cuja simpatia e beleza não era existente na mesma, mas segundo ela, seria capaz de lhe dar filhos saudáveis, no entanto as expectativas de Simão caem por terra, já que Evaristanão lhe deu filhos robustos. Quem diria um homem que casa-se com uma mulher pensando em ter filhos robustos e saudáveis... É claro que isso não acontece na vida real, é quase humanamente impossívelencontrar um homem que se case com uma moça feia e antipática. As pessoas dizem que o que vale é a personalidade de alguém que realmente importa para o amor surgir, mas falando sério, como alguém pode amara outra sendo além de feio e chata, ser rabugenta!? É... Verdadeiramente quase humanamente impossível de isso acontecer.
Em meio a esta situação, Simão Bacamarte começa a trancar-se em seu quarto eestudar cada vez mais sobre a loucura. Com a autorização da câmara, ele conseguiu abrir a “Casa Verde”, hospício que leva o nome devido à cor de suas janelas. Com o passar do tempo, Dona Evaristareclamava da falta do marido. Uma pessoa que foge de suas angustias e problemas através do estudo é que deve ser internado, precisa de ajuda! Acredito que alguém de tanto que estuda sobre a loucura équem acaba ficando louco. “Com a autorização da câmara, ele conseguiu abrir a “Casa Verde”, hospício que leva o nome devido à cor de suas janelas.” E já começa por ai, a loucura de colocar o nome de...
tracking img